Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


2017 em revista

por baixinho, em 31.12.17

Este foi um ano atípico porque simplesmente não consegui estar muito tempo na minha LegOficina. Isso reflecte-se na quantidade de MOCs (apenas um e construído longe...) e dos poucos sets que montei.

Mas o afastamento das peças LEGO não quer dizer que me afastei do hobby. Continuo intimamente envolvido com a Comunidade 0937, ajudando em várias tarefas incluindo na ajuda da organização do Arte em Peças e do Paredes de Coura Fan Weekend. Continuo activo aqui no blog, postando com bastante regularidade tendo apenas algumas quebras justficadas por motivos profissionais, familiares, pessoais e por vezes logísticos. De notar que a Oficina dos Baixinhos é desde fevereiro de 2017 um Recognized Fan LEGO Media (RFLM), logo a responsabilidade é acrescida. Mas mais que tudo, continua o grande interesse sobre o universo LEGO. Se as novidades da empresa e dos novos lançamentos já não são seguidas com o entusiasmo de antigamente, mantêm-se o interesse no que se vai fazendo e do que vai acontecendo na Comunidade AFOL. Provavelmente isso acontece porque também compro cada vez menos sets e o envolvimento no Paredes de Coura Fan Weekend e ser Ambassador do RFLM, faz com que esteja mais atento a outras realidades do hobby.

Portanto não foi propriamente um ano negativo, mas sim bem diferente do que estava à espera.

Siga para 2018 e bom ano a todos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:40

Início de temporada

por baixinho, em 24.09.17

Sorting

Já não o fazia há já algum tempo e posso dizer que já sentia falta. Peguei em dois sets que já estavam na calha dos "para peças" e aproveitei um tempinho para os desmontar e arrumar as peças.

É o início de uma nova temporada em que vou estar ainda mais tempo longe da minha LegOficina. Como criar MOCs às prestações não é bem o que procuro neste hobby, vou aliar esta temporada a uma revisão total da LegOficina. Desmontar tudo o que não é para ficar montado (sejam MOCs, WIPs ou sets), embalar ou expor tudo o que é para continuar montado, arrumar todas as peças e organizá-las numa nova forma, já que estou com problemas de espaço para alguns tipos.

Claro que tendo em conta o tempo que estou na LegOficina, esta tarefa é capaz de demorar uns valentes meses. Claro que o contacto com as peças farão surgir ideias de MOCs. Mas vou resistir e apenas ir apontando para quando voltar a ter tempo disponível de qualidade, ter tudo pronto para começar a criar de novo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:37

Forever

por baixinho, em 02.09.17

Hoje ao dar uma vista de olhos nos meu Feedly dei com este post no FBTB.

Ace Kim é "velho" na comunidade AFOL mundial já que foi ele que iniciou umas das comunidades mais interessantes no início da massificação deste glorioso hobby. Claro que já estou habituado ao afastamento do hobby por parte de alguns AFOLs, tanto na comunidade internacional como até mais próximo como na Comunidade 0937. Como o Ace indica, muitas vezes não há uma resposta simples para este fenómeno, já que depende de vários factores, muitas vezes sem nenhum deles se destacar.

A decisão do Ace (que podemos chamar de um "afastamento moderado") parece um pouco confusa. Percebo a necessidade de ele não deixar completamente de lado o FBTB.. mas não sei até que ponto a inclusão de temas não LEGO no site será benéfico a longo prazo. Não tanto em termos de afluência (que provavelmente até aumentará), mas na dispersão da identidade de um grupo.

Não nego que o interesse neste assunto não vem só da minha habitual curiosidade quanto ao aspecto histórico e social do hobby. Deve-se também ao meu próprio afastamento físico. Não tanto do hobby na sua totalidade, mas da sua parte mais importante, criar construindo.

Estar apenas na LegOficina uns dias por mês (a maior parte das vezes apenas algumas horas) elimina a minha disposição para a construção. Ok, eu sei que poderia construir virtualmente ou às prestações, mas não é exactamente o que eu procuro quando quero criar construindo com peças LEGO.

Mas mesmo assim sinto-me ligado ao LEGO. Entusiasmado com os eventos organizados pela Comunidade 0937; atento ao que se vai construindo lá fora (apesar de forma limitada, já que a quantidade de MOCs é uma avalanche diária); atento a parte da enorme catadupa de notícias LEGO; e, até, de alguma forma sentindo-me capaz de manter este espaço.

Portanto vejo mais a minha situação como uma provação para ser ultrapassada. Aliás, até ando com vontade de criar mecanismos de a tornear :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:52

Praia, óptima para brincar

por baixinho, em 10.07.17

Brick 2x4 Sand Castle 05

Ontem de manhã fui à praia e, como não havia deixar de ser, lá coloquei as mãos na areia e diverti-me em criar algo para o Artur brincar. Desta vez foi uma barragem que deu origem a uma pequena albufeira, útil para o miúdo divertir-se durante um bom bocado. Claro que no fim abri a inevitável brecha e confesso que ver aquela água toda a escoar também foi igualmente divertido :)

Isso lembrou-me deste pequeno MOC que criei há pouco mais de nove anos atrás para um concurso na Comunidade 0937. Apesar do tempo decorrido e da natural evolução como construtor, analisando-o bem até nem faria muitas modificações se o tivesse que refazer este MOC. O castelo propriamente dito teria-o que manter muito semelhante devido às regras do concurso (e principal mote da construção) e a parte envolvente ainda pensei em que lhe poderia dar mais relevo e detalhe, mas isso iria desviar a atenção do castelo de areia e isso não seria o objectivo.

De qualquer forma refazer MOCs não está nos meus planos mais imediatos. O pouco tempo disponível para construir deverá ser gasto em coisas novas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:55

Os brinquedos são para se brincar (parte 2)

por baixinho, em 02.07.17

Yellow Submarine

Enquanto o review não sai, há quem lhe dê bom uso :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:52

12 anos de Oficina

por baixinho, em 06.04.17

LegOficina 20140904

Hoje o blog Oficina dos Baixinhos (foi LegOficina dos Baixinhos até à bem pouco tempo) comemora 12 anos de existência. Uma existência que produziu 2635 posts que resultaram em 793 comentários (no blog, já que não contabilizo os do Facebook).

O acontecimento deste ano de vida foi, provavelmente, a classificação da Oficina dos Baixinhos como Recognized LEGO Fan Media (RFLM) e a consequente alteração do nome e endereço de LegOficina para Oficina.

Não prevejo grandes mudanças para o próximo ano de vida. Continuar a relatar o que vou achando de interessante no hobby LEGO e sempre com a esperança de poder passar mais tempo na LegOficina real.

 

Ps foto tirada à cerca de dois anos e meio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:15

Sonho?

por baixinho, em 02.04.17

long time ago...

Esta fotografia do Kris Kelvin no flickr é o sonho de qualquer AFOL que tenha sido criança nos anos 80. Principalmente se forem fãs de castelo.

Confesso que nos meus primeiros tempos como AFOL, sonhei em tropeçar numa loja algures cheia de preciosidades dos anos 80. Bem, na realidade até tropecei numa..

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38

Os brinquedos são para se brincar

por baixinho, em 25.03.17

Toys are to be played.

Ontem com um frio de rachar o meu filho pegou nas máquinas do Bob the Builder e colocou-as em acção. Leva areia para um lado, gravilha para outro, mexe tudo, apanha, escava, alisa... e por aí a fora.

Atenção, não quer dizer com isto que é para destruir gratuitamente. Simplesmente usá-los, já que foram feitos para isso :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:28

536 Camping

por baixinho, em 23.03.17

536

O Adam "Misterzumbi" publicou esta foto onde está um conjunto DUPLO de 1977, o 563 Camping. Como tive este set (nem sei se eu ou a minha irmã, bem pelo menos brinquei) quando era miúdo, as recordações vieram logo. Lembro-me de brincar e de ter sido o meu primeiro "comboio" e de mais tarde utilizar as os bricks DUPLO com as peças system.

Ainda tenho algures o cãozinho.. completamente desgastado de tantos anos de brincadeira.

 

Humm, isso faz-me perguntar uma coisa. Como é que existem (e existiram) miúdos em que o LEGO e outros brinquedos atravessavam anos sempre novos? Não me venham dizer que era porque tinham muito cuidado. Não deveriam era sair da prateleira..


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

+ de 2500 posts

por baixinho, em 10.01.17

LegOficina 20110903



Pois, ando tão entretido com mil e um afazeres que coloquei o 2500º post no domingo e nem reparei. Ainda pensei em deixar este marco de lado, mas comemorar e olhar para trás também faz bem de vez em quando.


A LegOficina dos Baixinhos começou há quase doze anos atrás. Muito mudou desde aí. A LEGO venceu as dificuldades de forma arrebatadora, o hobby deixou de ser de um pequeno nicho para estar estabelecido na sociedade e os grupos de fãs multiplicaram-se tanto em nº como nas vertentes. Nem se fala na quantidade de blogs e sites que apareceram desde aí.


O próprio blog mudou. No início éramos dois (eu e a Tânia) e a partir de 2013 passei a ser o único habitante destas zonas. Passou por várias fases sendo por vezes pessoal, por vezes divulgador, por vezes introspectivo, por vezes leve... muito como disse no reatar do blog, ao sabor das ondas.


Agora é continuar, sem grandes objectivos. Apenas a continuar a relatar as minhas atividades e interesses neste hobby magnífico que a LEGO nos proporciona.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:01

De volta à rotina

por baixinho, em 03.01.17


Depois de uma quadra natalícia bem preenchida, estou de volta à rotina e espero que com tempo para este meu cantinho. Em termos de LEGO tive a oportunidade de dinamizar um workshop de 3 dias na Caixa de Brinquedos em Paredes de Coura com o tema de Construção Criativa com LEGO. Foi giro já que introduzi imensos conceitos do mundo AFOL aos miúdos (e não só) presentes. Claro que estranhei o desconhecimento de vários conceitos (por exemplo o do próprio "MOC") já que está tudo disponível na Internet para os mais curiosos. Fiquei muito contente com os resultados, principalmente tendo em conta o tempo e peças disponíveis. Todos os participantes quiseram logo experimentar técnicas que aprenderam nas primeiras horas da atividade, como por exemplo, SNOT, micro-escala, offset, SNIR, etc.


Por outro lado durante esta quadra joguei muito o jogo de tabuleiro Catan (sim, já o devia ter descoberto mais cedo). Provavelmente irei tentar fazer uma versão em LEGO. Sei que já existem várias versões, mas isso não me impede de experimentar a minha :). Claro que isso só quando tiver disponibilidade de ter as minhas pecitas à minha frente.


Pelo menos este fim-de-semana já está preenchido com LEGO já que estarei na desmontagem da exposição da C0937 em Leiria. Boa oportunidade para por a conversa em dia e mexer em várias construções.


Ahh, e um bom ano de 2017!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05

Sobre mim

por baixinho, em 01.01.17

Este é daqueles artigos que já fazia falta, já que é habitual existir em todos os blogs para os leitores terem uma ideia de quem é que escreve.

 

O meu nome é Luís Baixinho, nasci em Moçambique há quarenta e poucos anos e vivo desde que me lembro numa pequena vila no litoral norte de Portugal. Tenho dois lindos filhos com os quais adoro brincar e, também, partilhar de alguma forma este hobby.

 

Academicamente e profissionalmente estou ligado às TIC. Apesar desta área já não me atrair tanto como atraia durante os anos 90. No entanto adoro ensinar (sou professor) TIC aos mais novos e a adultos. Claro que me mantenho minimamente informado das novidades que vão aparecendo, uma das ferramentas essenciais para ser um bom professor em qualquer área.

 

O meu tempo disponível não é todo investido no hobby LEGO. Gosto de ficção científica na forma de literatura, banda desenhada, cinema e séries de TV. Gosto de fazer umas boas caminhadas, principalmente se rodeadas de natureza e se houver uma geocache para fazer no fim, melhor. Gosto de ouvir música, sem seguir um estilo em especial. Por norma o momento e o estado de espírito decidem a banda sonora do dia. Apesar de gostar de ter os meus momentos a sós, gosto também de conviver e ter a oportunidade de ter boas e longas conversas. Perco algum tempo também com jogos de computador. Sou fã de jogos de estratégia, principalmente se forem por turnos e onde o Civilization é rei. Ultimamente também tenho tido algum interesse em jogos de tabuleiro.

 

Quanto ao LEGO, brinquei imenso quando criança e por ter poucos conjuntos, fartei-me de fazer construções minhas (MOCs). Ora eram baseadas em algo que vi, ora eram coisas originais e muitas vezes serviam de base (pontes, aviões, edifícios, etc) para outros brinquedos. Como é vulgar, deixei de brincar com peças LEGO na adolescência, mas mantive o interesse em pelo menos ir espreitando os catálogos. Foi aí que em 1999 descobri que a LEGO iria lançar conjuntos Star Wars. Comecei então a comprar conjuntos LEGO outra vez, no início no intuito de coleccionar e construir algumas coisas originais. Mas aos poucos foquei o hobby na segunda faceta.

 

Em 2001 fundei, em conjunto com o Pedro “El Gordo” Silva e com o José “ups” Sá, a PLUG que abandonei em 2006. Ano que fundei o Fórum 0937 com o Pedro e com a Tânia que daria mais tarde origem à Comunidade 0937. Em 2005 criei este blog em conjunto com a Tânia, que participou activamente até 2010. Também em 2005 fui nomeado como LEGO Ambassador para o segundo ciclo e no semestre seguinte (já em 2006) para o terceiro ciclo.

 

Neste hobby já fiz imensas coisas. Tantas que acho impossível recordar tudo. Coleccionei, construí em diversos temas e estilos, ajudei a organizar eventos, escrevi artigos para revistas, criei programas informáticos, dinamizei workshops, organizei concursos, visitei e participei em eventos noutros países, participei em concursos nacionais e internacionais (cheguei a vencer alguns), participei em projectos secretos da LEGO, dei entrevista em rádios, jornais e na televisão, fui LEGO Ambassador, administrei e moderei fóruns e páginas, utilizei peças LEGO na sala de aula, etc. Com certeza que no futuro irei fazer mais coisas novas!

 

Penso que as peças LEGO vão sempre acompanhar-me, exactamente como gostar de ler Ficção Científica e ouvir Pink Floyd.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:30

"Légs"

por baixinho, em 12.12.16


Com pouco tempo disponível, há que fazer algumas escolhas e não tenho andado a acompanhar o que se vai fazendo no mundo AFOL com a regularidade que gostaria. O que juntando à impossibilidade de construir, torna as coisas ainda mais deprimentes.


Vale as vezes que o Artur (o meu filho mais novo) chama-me e pega na minha mão com aqueles dedinhos pequeninos a segurar com muita força e leva-me para o quarto. Pede que me sente e brinque com ele, e nos últimos tempos isso significa LEGO Duplo. Se no início era fazer umas torres e pouco mais, no outro dia introduzimos alguns personagens do Bob the Builder (a LEGO lançou alguns conjuntos há uns bons anos atrás e ele herdou-os da irmã) identificou-os logo e ultimamente são os melhores companheiros para a brincadeira.


Claro que em termos de construção para já vai apenas empilhando algumas peças. Mas já faz várias brincadeiras em transportando peças, personagens e fazendo algumas interacções.


Já introduzimos também um personagem do Thomas & Friends, e confesso que foi uma delícia vê-lo a fazer o comboio percorrer as linhas.


Mal ele sabe que ainda vai herdar muitos mais personagens do Thomas.. :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:08

Construindo

por baixinho, em 27.11.16

20161127 LegOficina


Confesso que andava com saudades de me sentar na minha LegOficina e construir. A ver se consigo acabar um Vic Viper ainda hoje. Se conseguir, porreiro, senão conseguir, porreiro na mesma, valeu o prazer de construir durante um bom bocado :)


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:14

De volta ao blog e um mech diferente

por baixinho, em 11.07.16

Por razões pessoais andei afastado dos computadores durante uns dias, depois aproveitei o embalo e continuei afastado tanto dos computadores como do LEGO mais uns dias. Parece que não, mas sabe bem fazer umas férias dos nossos próprios hobbys. :)


Agora há que arrumar a confusão em que a LegOficina se encontra para poder recomeçar a trabalhar. Tanto em projectos que já comecei há uns meses como novas ideias que entretanto surgiram.


Gyro MRL


Para ilustrar este post, destaco a imagem de uma construção que ficou aberta numa aba do meu browser durante estes dias todos. Não sou grande fã de mechs mas este chamou-me logo a atenção. Faz despertar algumas lembranças bem nebulosas de uma banda-desenhada antiga que não consigo nomear. De qualquer forma esta construção do aido k sai fora do que estamos habituados a ver em mechs e possui uma formas muito interessantes.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:20

Daniel Krentz

por baixinho, em 17.06.16

Daniel


Daniel Krentz, um dos LEGO Designers aposentado mais conhecido e querido da Comunidade AFOL, faleceu no último fim-de-semana. Como se pode ver na imagem (retirada do photostream do Mark Starford) foi a pessoa que desenhou o mítico Castelo Amarelo. Cliquem na imagem para saber um pouco mais sobre esta importante pessoa para o nosso hobby.


Descansa em paz.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:17

11º aniversário da LegOficina

por baixinho, em 06.04.16


Hoje é o décimo-primeiro aniversário deste blog, a LegOficina dos Baixinhos. Nestes onze anos de vida muitos acontecimentos se passaram no mundo LEGO, no entanto gosto de olhar para este tempo e pensar em todo o desenvolvimento que assisti e também participei.


Para registo, este é o 2280º post, existem 735 comentários e 12 reacções (que não sei bem o que são :D).


Agora é continuar :)


 


ps. A fotografia acima é de parte da minha LegOficina (e da Tânia) a 23 de março de 2005.


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

Eu sou o Mundo

por baixinho, em 23.03.16

Je suis encore et resterai le MONDE


A comunidade AFOL também mostrou a sua consternação em relação aos atentados de ontem. De todas as imagens que vi, esta construção do 6kyubi6 foi a que gostei mais.


De notar também o pormenor de ter um íman LEGO (e outro dentro) para segurar a construção por fora do globo.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:38

Amarás os revendedores de LEGO!?

por baixinho, em 11.02.16


Este artigo do All About Bricks sugere que, de forma até pertinente, os AFOLs deverão aceitar e até gostar da existência de revendedores LEGO, vulgo o pessoal que compra sets para os vender mais tarde. Basicamente o autor explica que se os revendedores não existissem, os sets descontinuados não existiriam. Portanto mais vale comprar caro do que não comprar de todo.


Pessoalmente não concordo com a ideia. Acredito que isso poderia acontecer num pequeno número de sets, mas na sua maior parte não. Basicamente, se os revendedores não comprassem os sets, ficariam nas prateleiras das lojas e acabariam por ser comprados mais tarde por alguém.. e provavelmente pela tal pessoa que iria comprar a um revendedor.


O fenómeno dos revendedores LEGO começou a aparecer quando o movimento AFOL ganha algum volume, ou seja durante a primeira década deste século. Com o contínuo aparecimento de novos AFOLs, muitos deles perderam os primeiros lançamentos de UCSs Star Wars e mais tarde os modulares. Pessoas que pagariam qualquer preço (?) para completar as suas colecções.


Portanto a ideia será comprar já e vender quando a LEGO deixar de produzir, já que como aparecem sempre novos AFOLs esse vão precisar de conjuntos que já saíram de circulação e não se encontram em lado algum.


O problema é que como todos os sets foram vendidos (para crianças, AFOLs e revendedores) e já não se encontram nas prateleiras, estes novos AFOLs só tem a hipótese de comprar aos revendedores. Isto se pensarmos que raramente um AFOL se desfaz de um conjunto e uma criança só o fará quando chegar a adulto. Claro que nestes dois últimos casos deveremos pensar que o conjuntos não estarão em estado de MISB.


Se não houvesse revendedores bastaria fazer uma procura por várias lojas até encontrar o que queria. Eventualmente até poderia-se ir ao eBay e ao Bricklink comprar algo que não estivesse nas lojas.. e não estaria com preços absurdos porque os vendedores seriam basicamente AFOLs que desfaziam de algumas coisas e não pessoal que vive daquilo.


Sim, sou desse tempo. Entrar em lojas e encontrar conjuntos com mais de 10 anos a preços aceitáveis. Cheguei a encontrar um 6285 Black Seas Barracuda por 100€ (não comprei porque não tinha €s suficiente), vários 6886 Galatic Peace Keeper a 10€ (comprei 2 ou 3 :)) e até um 6769 Fort Legoredo já em 2009. Cheguei a ter na mão preciosidades de Classic Castle e Classic Space.


Hoje em dia encontrar um conjunto com mais de 4 anos..


No entanto também há que dizer que interessa haver revendedores, por causa do acesso a peças!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:50

Os MOCs de 2015

por baixinho, em 10.02.16

MOCs 2015


Um pouco atrasado mas aqui vai o apanhado das construções que fiz durante o ano de 2015. Menos do que os anos anteriores, mas com uma diversidade interessante.


A ver se este ano melhoro :D


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:52


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


subscrever feeds