Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Review do 60228 Deep Space Rocket And Launch Control

por baixinho, em 20.08.19

60228 Deep Space Rocket And Launch Control (8)

Tema: City

Ano de Edição: 2019

Número de Peças/Minifigs: 837/7

Preço LEGO®: 109.99€ (99.99€ na Alemanha)

Link Brickset: https://brickset.com/sets/60228-1/Deep-Space-Rocket-and-Launch-Control

O último review desta série é dedicado ao segundo maior conjunto do tema e, talvez, aquele que pode chamar mais a atenção aos AFOLs devido à evidente presença de segmentos dos novos carris em LBG.

À semelhança dos restantes conjuntos do tema, o PPP não é nada simpático situando-se acima dos 13 cêntimos. Preço que pode ser parcialmente justificado pela presença de sete minifigs, várias peças de grandes dimensões e algumas exclusivas ou semi-exclusivas. Destaco a 6269132 que está mesmo a pedir para ser utilizada num qualquer projecto espacial, as duas unidades da 26021 em azul (penso que para já é a cor mais interessante desta peça), duas unidades do domo 4x4 em branco (35320) e, claro, três unidades em cinzento claro do segmento maior de recta, a 25059. Os minifigs contam com a presença de um casal de astronautas, quatro elementos do pessoal de terra e um robô em rodas bastante interessante. Aliás, devo referir que todos os robôs deste tema são interessantes. Alguns minifigs são exclusivos deste set, mas sem ter qualquer peça exclusiva.

60228 Deep Space Rocket And Launch Control (14)

A construção desenrola-se durante oito fases (sete livros já que a sexta e sétima fase estão no mesmo). Na primeira são montados dois minifigs, um pedaço da superfície de um qualquer planeta ou lua, o robô e um veículo que definitivamente não pode ser utilizado no pedaço acima citado já que é bem maior. Adorei a construção e desenho do robô. O veículo apesar de ser relativamente interessante, muito devido à forma como se movimenta e à presença do braço mecânico, parece incompleto não só pela presença de inestéticos studs como pelo facto dos suportes das rodas ficarem soltos (na vertical). A segunda fase compreende a astronauta, um telescópio espacial e a cápsula que será colocada no topo do foguetão. O satélite telescópio é uma boa surpresa já que a presença da lupa dá um efeito engraçado que o meu filho adorou. Fiquei também agradado com a construção e desenho da cápsula (algo parecida com algumas Millennium Falcons) onde aponto apenas uma falha, só dá para colocar um astronauta. Sim, adoro a peça impressa e várias delas dariam jeito para um bom display temático. Na terceira fase constrói-se a secção inferior do foguetão. Sim, também me perguntei porque é que se passou do topo para o fundo sem se dar cavaco à parte intermédia. A construção é relativamente linear onde são criados três espaços interiores. O maior foi logo utilizado pelo meu filho para colocar o segundo astronauta. É espaçoso mas bem espartano. O segundo espaço (na parte inferior) intrigou-me mas a sua utilidade foi explicada numa das fases seguintes (serve para estabilizar o foguetão na plataforma de lançamento). O terceiro espaço (na parte superior desta secção) ficou por explicar e o mais provável é que seja um vazio da estrutura que ficaria dispendioso preencher. Pessoalmente e como gosto de aproveitar todos os cantos, é uma oportunidade desperdiçada. Gostei dos pequenos foguetes na parte inferior. Na quarta fase temos finalmente a oportunidade de construir a secção intermédia bem como os dois boosters laterais. A secção central é simples e com porão semelhante ao da secção inferior. Tem algumas peças no interior para acomodar convenientemente o telescópio espacial construído na segunda fase. Os boosters laterais não acrescentam grandes novidades mas cumprem a função. Ao fim desta fase monta-se o foguetão inteiro e apesar de ter alguma imponência tem um aspecto talvez de demasiado “brinquedo”. No entanto gosto da presença de dois porões de transporte (os quais o meu filho tem alguma dificuldade em abrir) e, como disse acima, da cápsula apenas me posso queixar do espaço para um astronauta. A construção da base de lançamento do foguetão revelou-se mais interessante do que suponha já que inclui um gadget com um efeito bem porreiro. As torres de suporte descaem quando o foguetão descola.

60228 Deep Space Rocket And Launch Control (9)

A sexta e sétima fase concentram-se na construção do centro de controle. Não tinha grandes expectativas quanto a esta secção do conjunto (sim, confesso que o meu grande interesse neste tema é a parte espacial!) mas a adição de meios para uma maior jogabilidade é notória. A sala de controle é relativamente espartana apesar da presença de duas secretárias com os respectivos computadores. A cobertura de vidro sai facilmente apesar de ter ficado com um extras inestéticos na parte da frente em baixo. No entanto as estrelas vão para o grande ecrã composto por dois 35286 transparentes onde são aplicados dois grandes autocolantes. Com esses autocolantes e com dois pequenos gadgets que ficam nas traseiras, são criados pequenos e engraçados movimentos que podem ser vistos nos ecrãs. Duvido que uma criança brinque muito tempo com estes efeitos, mas o resultado é mesmo muito bom. Mas se não for suficiente, a construção permite a colocação de um smartphone e existe uma app para animar as coisas. O meu filho ficou colado um bom tempo já que lhe dava vida à construção. A principal função da aplicação (tem várias) é servir de fundo (sonoro e de imagem) para o centro de controle sem necessitar de qualquer interacção.60228 Deep Space Rocket And Launch Control (6)

A oitava e última fase limita-se à construção dos tão esperados carris e dos dois vagões que o percorrem. Apesar de simples, acrescenta imenso à jogabilidade do conjunto. Não é a primeira vez que construo algo com estes carris e ainda continuo a ficar maravilhado com a suavidade que os vagões se deslocam. Por fim devo destacar que o conjunto disponibiliza uma variedade interessante de situações que despoletam oportunidades de brincadeira. Temos o foguetão com a sua cápsula, porões e secções destacáveis; uma base de lançamento com um efeito divertido; o veículo de testes que apesar de não não poder ser transportado pelo foguetão, serve sempre para algumas tarefas; os vários minifigs e um bem interessante e robô; um centro de controle que acrescenta uma nova dimensão à brincadeira da exploração espacial; e por fim um pequeno segmento de carris que pode servir para várias aventuras.

As Peças 7/10 (PPP algo caro)

A Construção 7/10 (agradável mas sem brilhar)

O Desenho 7/10 (competente com bons pormenores)

Jogabilidade 9/10 (variada e cheia de potencialidades)

60228 Deep Space Rocket And Launch Control (15)

Apesar de um pouco caro, o set oferece bastante jogabilidade com um design competente mas que não brilha. Este e o 60229 podem ser considerados um pouco redundantes entre si.

Conclusão 7/10


(Este conjunto foi fornecido para análise pela The LEGO Group, mas a review é da minha inteira responsabilidade)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Computadores antigos

por baixinho, em 20.08.19

Vintage Computer Room

Aqui está uma representação que facilmente nos remete para filmes e documentários dos anos 60/70 onde aparecem computadores. Gosto particularmente da cadeira, monitores, bobinas e de alguns bricks com letras e números que são mesmo daquela época!

Não podia deixar de destacar outro trabalho do Johan "Jalex" Alexanderson também representando algo nostálgico. Uma sala dos anos 70 com uma nova adição, um televisor!

A family has bought a new TV during the 70s

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

BIZIBOT, The Mecha Bee

por baixinho, em 19.08.19

BIZIBOT, the mecha bee

Este gracioso mecha criado pelo Loysnuva além de bonito possui vários pontos de articulação que permite várias poses. Gosto particularmente da inserção das turbinas que lhe dão um ar único.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:31

Em Marte com Technic

por baixinho, em 19.08.19

O último concurso Technic no Eurobricks levou vários participantes a criarem veículos para explorarem Marte. Alguns deles baseados em veículos reais, outros bem futuristas, mas o resultado geral é muito bom. Podem ver todos os MOCs (com fotografias e vídeo) neste longo tópico no Eurobricks e se estiveram habilitados, podem deixar o vosso voto aqui.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34

Review do 40345 MF Set - LEGO City 2019

por baixinho, em 19.08.19

40345 MF Set - LEGO City 2019 (1)

Tema: City

Ano de Edição: 2019

Número de Peças/Minifigs: 44/1

Preço LEGO®: 12.99€ (também 12.99€ na Alemanha)

Link Brickset: https://brickset.com/sets/40345

 

Este pequeno conjunto com um nome tão.. coiso (o Brickset atribui-lhe um nome menos coiso - Mars Exploration Minifigure Pack) é, como o Brickset refere, um pequeno pack de minifigs. Mas será que vale a pena esta adição à série? Ou melhor, será que é um set que valha por si próprio?

Como é composto essencialmente por minifiguras, o cálculo do PPP não se mostra tão essencial. No entanto há que referir três peças no conjunto. Primeiro a 49656 que é exclusiva neste conjunto de cores. Não é propriamente algo especial, mas é sempre um ponto a ter em conta. A segunda peça é a interessante 37096 que aparece, neste momento, apenas em mais 3 conjuntos. Por fim há que referir a 30166 que está mesmo a pedir para ser utilizada em MOCs espaciais.  As restantes peças são relativamente interessantes e úteis.

Quanto às quatro minifiguras o destaque vai logo para o astronauta com o torso exclusivo e que por cima é bastante giro. Gosto também da proporção de astronautas/pessoal de terra e também deve-se referir que a cientista (com esta composição de peças) é exclusiva deste conjunto.

A construção do conjunto é a esperada, mínima e sem qualquer ponto de interesse. Quanto ao desenho resume-se à pequena bancada de laboratório que cumpre na perfeição a sua função.

A função deste conjunto é mesmo o proporcionar minifigs tanto para aumentar o nº de personagens nos outros conjuntos do tema como para preencher as construções originais (espaciais ou não), vulgo MOCs, que os miúdos vão criando. A inserção dos acessórios, pedras e pequeno laboratório cria um cenário que pode ser utilizado para pequenas brincadeiras.

 

As Peças 9/10 (bons minifigs)

A Construção -/10 (não aplicável)

O Desenho 6/10 (suficiente)

Jogabilidade 6/10 (mínimos cumpridos)

 

É um pequeno pack de minifiguras que pode ajudar a compor alguns conjuntos do tema. Não me parece suficiente para valer por si próprio.

Conclusão 6/10

 

(Este conjunto foi fornecido para análise pela The LEGO Group, mas a review é da minha inteira responsabilidade)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00

Red Morn One

por baixinho, em 18.08.19

Red Morn One in Action

Sem dúvida alguma esta espaço-nave do Rat Dude utiliza formas e técnicas de construção únicas e bem originais. A inclusão de peças technic é, porventura, a que salta mais à vista já que lhe confere alguns pormenores únicos.

O módulo inferior é destacável e transforma-se numa pequena base espacial recheada de detalhes como se podem verificar na imagem seguinte.

Drop Container

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:39

O posto dos correios do Boris

por baixinho, em 18.08.19

Boris' Post Office

Desta vez Dale Harris não optou por fazer um redux para a sua linha de Neo Fabuland, mas uma construção original. No entanto não se eesqueceu de colocar vários detalhes que tornaram Fabuland num tema bem íconico do que a LEGO fez nos anos 80.

Uma descrição mais completa pode ser lida no site do autor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:43

Veneza em obras

por baixinho, em 17.08.19

(wip) Venice Italy Base

Estas imagens de WIPs (Work In Progress) ao mostrarem como os MOCs realmente são dão, por vezes, uma magia à própria construção que enriquece o seu valor. Claro que também desperta a curiosidade quanto ao resultado final :)

Trabalho, ainda me progresso, de Barthezz Brick.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:14

I'm Batman

por baixinho, em 16.08.19

Dark Knight 1

Excelente busto desse personagem que tem como grande vantagem ser rico. Como não deve haver fã que não queira ter uma construção destas a ornamentar um canto lá em casa o autor, timofey_tkachev teve a amabilidade de disponibilizar as instruções no Rebrickable por 15 dólares.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

A LEGO anda com falta de ideias?

por baixinho, em 16.08.19

O anúncio do lançamento do set 71044 Disney Train and Station fez-me pensar em algo que me anda a incomodar há já algum tempo. É que o set é bonito e interessante mas pergunto-me se necessitava ter a chancela da Disney. Sim, eu sei que é baseado numa estação e num comboio que existem num dos parques Disney, no entanto essa mesma estação e esse mesmo comboio são genericamente baseados em estilos já existentes e que já foram retratados em imensos filmes, séries de TV, bandas desenhadas, etc o que os torna algo próximo da apropriação comum. Vou mais longe, se a LEGO lançasse este conjunto sem referências à Disney e o incluísse num tema, por exemplo, de Western ou algo genericamente algo ligado à América no Século XIX, será que alguém se lembraria que um parque Disney tinha algo do género? A LEGO estaria basicamente a inspirar-se no original, algo como a Disney fez.

A partir desta pergunta e pensando nos últimos grandes sets da LEGO, reparei que não me lembrava de nenhum que fosse não licenciado ou baseado em algo real. Lá fui dar uma vista de olhos ao Brickset (esta consulta ordenada descendentemente por número de peças) e nos dez maiores conjuntos* (ignorei o lindíssimo set lançado pelo Bricklink), apenas dois são ideias originais da LEGO. O 70840 Welcome to Apocalypseburg! e o 70839 The Rexcelsior são do filme The LEGO Movie 2 em que o IP é propriedade da Warner (e não da LEGO como muita gente pode pensar). O 42100 Liebherr R 9800 e o 42110 Land Rover Defender são representações de veículos reais. O 75936 Jurassic Park: T. rex Rampage e o 75810 The Upside Down são baseados num filme e numa série. O 71044 Disney Train and Station também está lá em conjunto com o 21318 Treehouse que é baseado numa ideia de um AFOL. Restando apenas o 10264 Corner Garage e o 42098 Car Transporter.

Todos estes conjuntos são bons. Uns excelentes, mas todos claramente acima da média. Mas uma percentagem de 80% de sets com IP mostra claramente uma tendência onde a LEGO opta (pressionada ou não pelo mercado) em ocupar uma boa parte das estantes com produtos com um desenho não oriundo do seu quartel general.

Como referi acima, isto pode ser mesmo consequência da procura. Reafirmo também que também não vejo mal em a LEGO ter algumas linhas ou produtos licenciados. Algumas.

No entanto esta proliferação de sets e temas licenciados ou baseados em algo que já exista faz com que a oferta da LEGO seja cada vez mais variada e desconexa provocando um ir e vir de temas que dificultam a consolidação da imagem da própria marca. Parece que temos sempre a LEGO associada a qualquer coisa e que não se consegue suportar sozinha criando, assim, a impressão de algo disperso entre várias pequenas marcas.

Acho muito mais útil para os AFOLs (sejam construtores ou coleccionadores) os temas in-house com uma presença forte ao longo do tempo como os modulares, a feira popular e o Winter Village do que sets ou temas soltos que rapidamente ficam esquecidos tantos da memória como das prateleiras lá de casa.

Claro que a LEGO responde às pressões do mercado.. mas será esse o caminho correcto a longo prazo?

Algo para ir apreciando ao longos dos próximos anos.

 

 

* Tinha que limitar a pesquisa/análise de alguma forma e optei por considerar que os 10 maiores conjuntos deste ano eram uma boa amostra do que a LEGO fazia actualmente a pensar nos clientes mais adultos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:45

O desaparecimento de Barb

por baixinho, em 16.08.19

Barb's Disappearing

Jonas Kramm simplesmente não pára. A meio das suas aventuras pelo Jurassic Park, ainda tem tempo de representar de forma sublime umas das cenas mais emblemáticas da primeira temporada do Stranger Things.

Além de, à semelhança do set 75810, conseguir ser exposto nas duas orientações, o MOC do Jonas tem vários pormenores de nos deixar de boca aberta. Destaco como um edifício que tinha tudo para ser monótono, fica tão bem com os detalhes no telhado e nas paredes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:47

Cidade Fortificada

por baixinho, em 15.08.19

Neuf-Brisach  (microscale lego)

Esta construção pretende ser uma representação da cidade fortificada de Neuf-Brisach em França. O autor, Daniel Stoeffler, recorreu a plates wedges e a orientação não ortodoxas de peças para a concretização das muralhas, fossos e barbacãs que resultam numa construção bonita e fiel. Gosto também do esquema de cores que sendo limitado, delineia de forma interessante os vários componentes do MOC.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

Viral

por baixinho, em 15.08.19

Construction Unit AP32 Phage

Esta espaço-nave de construção do Dwalin Forkbeard faz parte de uma série de excelência que pode ser vista na galeria do autor. Adoro a forma como utilizou as 27255, peças que acho que são tão porreiras mas também tão difíceis de utilizar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:40

Castelo no pântano

por baixinho, em 14.08.19

Stormholme Castle

Este fabuloso MOC do Patrick Massey segue a linha que o autor vem mostrando nos últimos tempos. Sim, sigam o link no nome do autor para uma galeria recheada de excelentes construções.

Além da beleza geral do MOC, existem vários pormenores de fazer babar qualquer aficionado do mundo LEGO. Começo pelo esquema de cores do landscape, passo pelo castelo e como foram construídas as muralhas e torres e acabo em pequenos pormenores como a teia no buraco do telhado, os pontões, a diferença entre água límpida nos riachos e a do pântano, as diferentes vegetações, etc.

Já agora, onde estão os minifigs? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Spino-Tyraptor

por baixinho, em 14.08.19

Spino-Tyraptor

Continuo a achar que a representação de organismos vivos é das tarefas mais complicadas na construção com peças LEGO. A criação das curvas e formas arredondadas com as peças LEGO complica-se imenso quanto menor for o MOC.
Por isso fico sempre maravilhado com construções como esta do Zio Chao onde desta vez até os studs LEGO (muitas vezes inestéticos) ajudam à festa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:54

Terça-feira do Ideas: Historically Accurate Rome

por baixinho, em 13.08.19

Já ando há algum tempo para retomar esta série de artigos e este projecto do daevead parece-me uma boa desculpa. A premissa é simples, representar em micro-escala o mais fielmente possível a antiga cidade de Roma. Tudo é conseguido com 2840 peças na sua grande maior parte básicas tanto na forma como na cor. Básicas também são as técnicas utilizadas. No entanto isso não impede que a construção seja atractiva e que consiga representar o pretendido de forma realista e até de forma mais interessante que os skylines da linha Architecture.

Provavelmente apenas o número de peças é que poderia dar alguma dor de cabeça na altura de o "passar" para set.

Por outro lado esta forma de representar uma cidade antiga parece-me excelente para algumas aulas de história. Então juntando outras cidades...

Neste momento tem 807 apoiantes e ainda tem 417 dias para chegar aos 10 000. Aqui ficam as minhas previsões:

Chegará aos 10 000 apoiantes?

Não. Apesar de considerar que este projecto seja interessante, duvido que consiga reunir os 10 000 apoiantes necessários para chegar à fase de review.

Se chegar aos 10 000 apoiantes, a LEGO irá torná-lo num set oficial?

Erhh, não. Além de ter um número de peças muito elevado (ok, como são maioritariamente básicas, até poderia ficar com um PPP muito baixo) não sei até que ponto não é redundante com os skylines da linha Architecture.

Mas que seria interessante, seria. Provavelmente até abriria portas a outros sets do mesmo género.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

71044 Disney Train and Station

por baixinho, em 13.08.19

Aqui está mais um fresquinho conjunto LEGO Disney e apesar da minha continuada aversão a sets licenciados, não é que está realmente bonito? Claro que isto me faz perguntar se havia a necessidade de ser "Disney" já que retirando as minifigs, alguns autocolantes e um pormenor ou outro, teríamos na mesma um conjunto bonito.

Bem, de qualquer forma fica aqui o habitual press release:

71044 Disney Train and Station

Ages 12+. 2925 pieces

US $329.99 – CA $379.99 – DE €329.99 – UK £299.99 – FR €329.99 – DK 2499DKK --$549.99 AUD

*Euro pricing varies by country.  Please visit shop.LEGO.com for regional pricing.

Celebrate the magic with the LEGO® ǀ Disney Train and Station!

Gather the family for a rewarding build and play experience with the LEGO® ǀ Disney 71044 Train and Station. Kids will love to join Disney characters Mickey Mouse, Minnie Mouse, Chip, Dale and Goofy for magical adventures with this awesome LEGO train set, featuring a motorized steam-style locomotive with tender, passenger car and a luxurious parlor car, plus an oval track and an iconic Disney Parks®-style station building. This set comes with an array of cool details, including app-controlled functionality. Use a smart phone or tablet to drive the locomotive forward, reverse and emit realistic sound effects. Joining up the train cars is simple with the magnetic LEGO couplings, and the panels on the parlor car open for access to its detailed interior complete with table, armchairs, teapot and cup. And the fun doesn’t end there! Inside the toy train station building there’s an array of intricate brick-built furnishings and details, including draped windows, wall clock, ceiling chandelier and a tower room with a little LEGO surprise!

  • Includes 5 uniquely decorated LEGO® ǀ Disney minifigures with accessories: Mickey Mouse, Minnie Mouse, Chip, Dale and Goofy minifigures.
  • The LEGO® ǀ Disney Train and Station includes 16 curved pieces and 4 straight pieces of track, locomotive, tender, passenger car, parlor car and an iconic station building.
  • Locomotive features a large red fender, red wheels with working coupling rods, a big smoke stack and a driver’s cab.
  • Tender contains a LEGO® Powered Up 88009 Hub and a LEGO Powered Up 88011 Train Motor.
  • Train and sound effects can be controlled via a smart device. Connect via Bluetooth from the LEGO® Powered Up app.
  • Requires batteries (not included). Please refer to the product packaging for type and quantity.
  • Passenger car has seating for the LEGO® ǀ Disney minifigures.
  • Remove the panel on the parlor car to access a rich interior with table, armchairs, teapot and cup.
  • Station exterior features a detailed facade with balcony, clock and 2 flagged towers.
  • Station interior features a ticket counter, café corner and an array of brick-built furnishings and details, including draped windows, wall clock, ceiling chandelier and a tower room with a little LEGO® ǀ Disney surprise.
  • Easily connect the cars with the included LEGO® magnetic couplings.
  • This LEGO® building toy includes more than 2,900 pieces.
  • The LEGO® ǀ Disney train toy (in total) measures over 4” (12cm) high, 30” (78cm) long and 3” (8cm) wide.
  • LEGO® ǀ Disney train station building measures over 15” (39cm) high, 14” (36cm) wide and 6” (16cm) deep.
  • Oval rail track diameter measures over 37” (96cm) long and 27” (70cm) wide.

É inegável, o conjunto é mesmo bonito e tem pormenores bem interessantes, só me pergunto se não haveria forma de fechar a estação sem estourar com o budget

A, pelo menos a minha, atenção centra-se logo na estação e nas cores do telhado. Pelo aspecto geral deve haver gente a pensar logo em comprar várias unidades para fazer uma estação com uma escala mais aceitável. Mas a fachada esconde interiores também bastante interessantes com alguns pormenores bem esgalhados. Não sei se a presença de miniaturas de comboios (e logo dois) será demasiado recorrente, mas de qualquer forma estão também bonitos.

Não sou de todo um trainheader, mas aquele comboio com umas ligeiras alterações e ficaria um mimo num display western. Bem, a estação com adaptações também não ficaria mal!

Sim, também tem o Mickey, a Minie, o Pateta e o Tico e o Teco, mas mesmo tendo lido imensas revistas Disney da Abril e da Morumbi na minha infância, não consigo gostar deles. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:02

Skylab 2065

por baixinho, em 13.08.19

Skylab 2065 survey craft approach

Walter Whiteside Jr. pode ser mais conhecido da comunidade AFOL pelas suas imagens de peças LEGO raras, no entanto no meio de tanta fotografia que pode enlouquecer alguns coleccionistas de peças aparecem algumas construções que misturam doses generosas de estilos nostálgicos com alguns detalhes deveras interessantes. É o caso da série Skylab 2065 onde são retratados alguns momentos da vida desta pequena estação espacial.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

À mesa

por baixinho, em 13.08.19

Great dinner at the mansion

Apesar de ser evidente que este é um jantar em que toda a gente desconfia de toda a gente, é também inegável que o ambiente criado até tem o seu ar cozy.

Trabalho de AdNorrel para o projecto Mafia 2018.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:24

É altura de MicroPolis!

por baixinho, em 12.08.19

It's Micropolis time!

Esta pequena construção do Aliencat! abre uma nova perspectiva de utilização do standard Micropolis ao incluir pormenores que normalmente não aparecem em construções modulares. 

Fico curioso com o display final onde este módulo vais ser incluído já que é uma construção comunitária em moldes antigos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:58


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


subscrever feeds