Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Review: LEGO 51515 Robot Inventor

por baixinho, em 19.10.21

51515 Robot Inventor (3)

Tema: MindStorms

Ano de Edição: 2020

Número de Peças/Minifigs: 949/-

Preço LEGO®: 360€

Link Brickset: https://brickset.com/sets/51515-1/Robot-Inventor

 

Este é a quarta geração do MindStorms, mas será que é tão entusiasmante como a primeira? Sim, falo da primeira, já que as suas várias versões foram durante anos recordistas de vendas.

Tive ou tive acesso a todas as encarnações do MindStorms. Comprei o velhinho RCX ainda estava fresquinho da universidade e como fazia parte da minha área de interesses, foi explorado até ao tutano. Cheguei mesmo a fazer alguns robôs originais, no entanto acho que isso aconteceu porque a maior parte das peças e suas conexões eram próximas do system. O NXT já não me causou tanto encanto, mas utilizei-o bastante no clube de robótica na escola onde trabalhava. Já era mais próximo dos beams technic e isso fez que praticamente não fizesse construções originais. No entanto, tanto eu como os miúdos do clube farta-mo-nos de experimentar construções que iam aparecendo na Internet. O EV3 apareceu numa fase em que já não estava tanto ligado à robótica. Construí vários modelos (nenhum original meu) e senti por muitas vezes que era um (bom) upgrade ao NXT, mas sem romper com algo propriamente novo.

Este Robot Inventor já não tem, pelo menos de forma evidente, um nome pomposo para o brick programável, referido muitas vezes apenas por hub

Olhando para a caixa a primeira impressão é que em termos de modelos propostos, não são propriamente um salto enorme em relação às gerações anteriores. No entanto, depois de abrir comecei a notar várias diferenças agradáveis no próprio hub. Primeiro não vem com suporte para pilhas vindo já com uma bateria (que vem já meia carregada) que é super simples de destacar; Segundo, é extremamente leve e mais pequeno o que facilita imenso na hora de criar, já que muitas vezes tem que ser “transportado” pelo próprio robô; Terceiro, vem com 6 portas (sim, o EV3 tinha 8), mas desta vez não há distinção entre portas de sensores e de motores. Vale tudo; Por fim, o habitual LCD foi substituído por uma simples matriz de 5x5 LEDs que acho que é simplesmente uma excelente obra de design de produto. Além de minimalista e simples de utilizar tem um efeito belíssimo!

Claro que temos as inevitáveis melhorias em termos de memória e processador e também da presença de sensores embutidos no próprio hub, um giroscópio e um acelerómetro. Mas estes desenvolvimentos acho que são os naturais tendo em conta a evolução tecnológica.

Quando montei o primeiro robô tive direito a habitual e demorada actualização do firmware do hub e fiquei surpreendido por os motores também terem direito à sua actualização. A montagem segue o que é já normal nestes pequenos robôs sem nada que me chamasse particularmente a atenção. De notar que no momento em que escrevo estas linhas só experimentei os dois primeiros modelos (Charlie e Tricky), mas uma vista geral nos outros três diz-me que não ficarei grandemente surpreendido.

51515 Robot Inventor (1)

Também na área das electrónicas, este conjunto vem equipado com 4(!) servo-motores, um sensor de distância e um sensor de cores. É um pouco parco a nível de sensores externos, mas as 4 unidades de servo-motores é, sem dúvida alguma, muito bom! É a primeira vez que um MindStorms traz tantos motores no conjunto base.

Quanto à programação eu apenas utilizei a aplicação do computador. O ambiente de programação segue um modelo muito semelhante ao Scratch, o que considero excelente já que facilita a passagem dos miúdos desta forma de programar para outras e vice-versa. Achei um pouco esquisito os modelos trazerem a programação já completa contendo apenas alguns comentários e a proposta de alterarmos alguns parâmetros para se ver os efeitos. Acho que prefiro a forma que aparece em outros sets (como por exemplo o WeDo) onde tínhamos que nós próprios fazermos o código, apesar de haver algo a guiar-nos.

Depois de programado o upload do programa para o hub pode ser realizado através de bluetooth ou cabo USB. O hub tem, à partida, 20 slots numerados para a colocação de programas, acabando assim a forma de guardar programas que existiam nas versões anteriores. Esta simplificação poderá ser algo irritante para o pessoal mais geek, mas pessoalmente achei algo positivo. Podemos dar início ao programa através do computador ou através do próprio hub. Mas além de dar início, o programa da LEGO tem vários outros e interessantes recursos tais como saber o estado actual dos sensores (embutidos ou ligados), acesso às várias slots, controle directo dos motores através de um gamepad virtual, etc.

Em termos de jogabilidade não há muito a dizer. Os cinco modelos propostos proporcionam dezenas de horas de exploração e brincadeira. Além disso, o conteúdo da caixa e o ambiente de programação podem, teoricamente, servir para milhares de horas de brincadeira!

As Peças 9/10 (boa selecção)

A Construção 8/10 (a habitual para este tipo de conjunto)

O Desenho 10/10 (minimalista e bastante actual)

Jogabilidade 10/10 (horas e horas de exploração)

51515 Robot Inventor (2)

O mais recente MindStorms é, naturalmente, uma evolução interessante em relação às versões anteriores. No entanto, além de manter a qualidade habitual dá um grande salto tanto a nível de ambiente de programação como de design geral. Obrigatório para quem gosta de andar a experimentar robótica e é uma excelente ferramenta de aprendizagem de várias áreas do saber como programação, inteligência artificial, mecânica, etc!

Conclusão 9/10

(Este conjunto foi fornecido para análise pela The LEGO Group, mas a review é da minha inteira responsabilidade)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:12

Terça-feira do Ideas: Pirate Tavern

por baixinho, em 19.10.21

Este tipo de projectos fazem-me indagar a pertinência de alguns projectos no Ideas*, mas não me vou alongar nesse assunto. Este projecto foi apresentado pelo Revan New a 10 de Outubro (já tinha falado dele aqui) e rapidamente atraiu alguma atenção. Sem dúvida alguma estamos perante uma excelente construção que apesar de estar inserida num tema de piratas, poderia encaixar-se também num conceito medieval/fantasia e com algum esforço até em algo steampunk.

Os detalhes são vários e deliciosos, mas o que me agrada mais é mesmo o conjunto em si. As várias secções, todas pormenorizadas e sempre com algo diferente conjugam-se de forma bastante caótica mas ao mesmo tempo harmoniza.

A ser editada, julgo que iria levar um feroz tratamento por parte dos LEGO Designers :)

Neste momento este projecto tem  1 283 apoiantes e 599 dias para chegar aos 10 000. Aqui ficam as minhas previsões:

Chegará aos 10 000 apoiantes?

Talvez. Conseguiu bastantes apoiantes em apenas 8 dias e ainda tem muito tempo para angariar os restantes.

Se chegar aos 10 000 apoiantes, a LEGO irá torná-lo num set oficial?

Não. O MOC é muito bom mas desconfio que suscitasse interesse pela parte da LEGO. Claro que também pensava o mesmo do Medieval Blacksmith e felizmente enganei-me :)

A ser um set oficial, entraria na minha wishlist?

Sim, claro!

*basicamente, um excelente MOC não deveria ser apenas isso? Um projecto no ideias para quê?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:43

Display medieval

por baixinho, em 18.10.21

Medieval Countryside Layout 2

A primeira vez que vi esta imagem fiquei estarrecido com o cheio que ela estava. As peças LEGO ocupam praticamente todo o cenário e tanto as cores como os detalhes fazem com que não haja praticamente espaço para superfícies monótonas.

Medieval Countryside Layout 1

Este é um MOC apresentado pelo Poul-Erik Borre tem cerca de 1.25 por 1 metros (vinte baseplates de 32), aproximadamente 50 mil peças e foi construído por duas pessoas ao longo de 4 meses. Números que não são nada tendo em conta a beleza do display.

Medieval Countryside Layout Overview

E para completar, vale a pena ver o vídeo da construção (tenho que fazer uns assim para os meus MOCs :D).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Surf pela manhã

por baixinho, em 18.10.21

Iron Bay

Este magnífico cenário foi criado pelo Brickleas para um Iron Builder que está a decorrer. A peça seed é aquele paínel esquisito branco que neste MOC está nas escadas, no telhado (a fazer não sei o quê), no sinal no pequeno pontão e nas gaivotas.

É incrível a beleza deste MOC que com certeza foi feito à pressa mas está recheado de excelentes detalhes. Por exemplo, adoro a forma como as pranchas estão espetadas na areia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:09

Guerra dos Mundos

por baixinho, em 17.10.21

Dead London (re-render)

Londres morta é o título original deste trabalho do GunnBuilding e leva-nos directamente para um cenário da Guerra dos Mundos do HG Wells. Li o livro quando tinha uns 13 anos (provavelmente mais umas vezes nos anos seguintes) e voltei a reler novamente algures na última década. É um livro que acho que conseguiu sobreviver bem às mudanças desde que foi escrito, já que nos transporta de forma fiel para a realidade do virar do século anterior e nos conta uma história que facilmente é plausível mesmo para a realidade actual. Um clássico.

Sim, pena ser uma construção digital.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:39

Eye of Sajuuk

por baixinho, em 16.10.21

Eye of Sajuuk

Este MOC (ou conjunto de MOCs, decidam) do Tino Poutiainem é livremente inspirado na série de jogos Homeworld e as linhas não enganam. O que gosto mais é que o autor conseguiu dar uma sensação de grande dimensão apesar da nave em si ser relativamente pequena. Isto é conseguido com um grande cuidado na escolha das peças, já que são necessárias para o efeito de escala.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:05

Podcast Conversas em Construção: Vigésimo-primeiro episódio!

por baixinho, em 15.10.21

Foi disponibilizamos ontem o vigésimo-primeiro episódio do Conversas em Construção. O assunto deste episódio centrou-se na quantidade de peças novas que a LEGO lança por ano. Será isso bom?

Estiveram presentes o Olímpio Alexandre pela Play Well Portugal, o Youtuber Tiago Catarino, o colaborador do BrickNerd Pedro Sequeira e o Luís Baixinho pela Oficina dos Baixinhos.

Podem ouvir este episódio nos locais do costume: Spotify e Anchor.

Como novidade, se ouvirem através da app de telemóvel do Spotify, podem deixar um comentário ou responder a um pequeno inquérito!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00

Review: LEGO 75267 Mandalorian Battle Pack

por baixinho, em 15.10.21

75267 Mandalorian Battle Pack (1)

Tema: Star Wars

Ano de Edição: 2020

Número de Peças/Minifigs: 102/4

Preço LEGO®: 14,99€

Link Brickset: https://brickset.com/sets/75267-1/Mandalorian-Battle-Pack

 

Às vezes pergunto-me porque é que mando vir isto. Bem, é relativamente barato e as quatro minifiguras são apelativas. Mas mesmo assim, valerá o dinheiro?

Em termos de construção é tão rápida que rapidamente cai no esquecimento. As dimensões do livro são minúsculas e só isso é que justifica as suas 44 páginas. Se o veículo voador até pode causar algum entusiasmo, aquela coisa (rocha com esconderijo?) é.. Apenas algo para justificar que o conjunto é um brinquedo de construção. É que nem é grande esconderijo nem nada.

75267 Mandalorian Battle Pack (4)

Há algumas peças interessantes, mas o PPP é para o assustador se não pensarmos nas minifiguras.

Minifiguras. São elas o cerne deste conjunto, não dá para disfarçar.

Assisti às duas temporadas do The Mandalorian (gostei, mas não achei nada por aí além) e este set representa a facção que até agora não tinha tido grande representação no mundo LEGO. Sim, existiram vários sets há cerca de 10 anos e um deles até foi um battle pack como este onde até tinha um speeder parecido. Mas a variação entre os mandalorians era praticamente nula.

75267 Mandalorian Battle Pack (3)

Este tem a capacidade de ser um battle pack onde todos os minifigs são diferentes (3 deles exclusivos). Além disso as impressões são bestiais e diferenciam bastante bem sem no entanto tirar-lhe o cunho de equipa ou mesmo clã. Pessoalmente o que fiquei mais triste foram as cabeças pretas. Ok, eu sei que nunca se vê as fronhas dos mandalorians, mas acho que uma cabeça normal daria-lhes mais personalidade para as aventuras dos mais pequenos.

Ficamos então com uma equipa de mandalorians com um pequeno speeder e uma coisa de rochas (recuso-me a chamar aquilo de esconderijo) com um enigmático clip. Acho que tem um bom potencial para combate...

As Peças 7/10 (mandalorians!!!)

A Construção 5/10 (...)

O Desenho 8/10 (mandalorians!!)

Jogabilidade 7/10 (mandalorians!!)

75267 Mandalorian Battle Pack (2)

É um pack de mandalorians, nem mais, nem menos :)

Conclusão 7/10

(Este conjunto foi fornecido para análise pela The LEGO Group, mas a review é da minha inteira responsabilidade)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:36

ORCA e ONiON

por baixinho, em 14.10.21

Rocket Transport Rover "ORCA"

Estes dois MOCs do Robert Heim atraem pela sua estética bastante original. A aplicação de peças que originam superfícies curvas e a forma única como foram distribuídas as cores faz-me olhar para a construção de uma forma que se calhar não olharia. Para mim o foguetão (ONiON) está uma obra prima pela originalidade e suavidade de toda a composição.

Ah sim, utiliza aquelas rodas que eu tanto gosto :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:58

Exo Suit

por baixinho, em 13.10.21

Exosuit

Jérôme Barchietto tem aqui uma espectacular fotografia do 21109 Exo Suit, um conjunto LEGO Ideas de 2014. Este foi um set que fez furor na altura que saiu e que acompanhei comprando duas unidades que estão montadas desde essa altura. Claro que agora estão guardadas num qualquer caixote à espera que eu construa um cenário qualquer.

Foi o que fez o Jérôme com esta linda fotografia, colocou este magnífico set num belíssimo cenário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:57

Um largo na costa mediterrânea

por baixinho, em 12.10.21

Mediterranean town square

Este trabalho do Andrew Tate facilmente transporta-nos para o ambiente quente do mediterrâneo como o título descreve. De concepção enganadoramente simples, este pedaço de uma urbe tem vários detalhes que valem o esforço de os encontrar. A fachada do edíficio azulado, a minifig com calças largas, as monstras do edifício verde, a combinação de cores e o mobiliário urbano. Uma composição que resulta de uma forma brilhante, principalmente por ser um pequeno largo desnivelado que se torna bastante acolhedor.

Via Eurobricks.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:29

Terça-feira do Ideas: The Martian - Mars Rover & Pathfinder

por baixinho, em 12.10.21

Por norma evito destacar nesta rúbrica projectos baseados em IPs, mas falho sempre quando abordam filmes/séries/livros que me dizem algo. É o caso deste projecto do siuliano que é inspirado num interessante e popular filme de 2015, The Martian conhecido entre nós como "Perdido em Marte".

Apesar da ideia bem interessante e com detalhes bem conseguidos, acho que o projecto merece um bom tratamento por parte dos designers da LEGO. Além da presebça de peças que já não estão em produção há perto de duas décadas, são vários os pormenores a serem melhorados tanto a nível de design como de técnicas de construção. 

No entanto nada disto invalida uma ideia que pessoalmente adoraria ver em set.

Neste momento este projecto tem  1 797 apoiantes e 21 dias para chegar aos 10 000 (foi apresentado a 5 de Março de 2020). Aqui ficam as minhas previsões:

Chegará aos 10 000 apoiantes?

Nope. 21 dias apenas para fazer mais de 80% do percurso? Muito dificilmente.

Se chegar aos 10 000 apoiantes, a LEGO irá torná-lo num set oficial?

A LEGO concentra praticamente tudo o que é ligado à ficção científica na aborrecida linha Star Wars, portanto acho difícil um set deste género chegar às prateleiras. O que é uma pena :/

A ser um set oficial, entraria na minha wishlist?

Claro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:06

Review: LEGO 60249 Street Sweeper

por baixinho, em 12.10.21

60259 Street Sweeper (1)

Tema: City

Ano de Edição: 2020

Número de Peças/Minifigs: 89/1

Preço LEGO®: 9,99€

Link Brickset: https://brickset.com/sets/60249-1/Street-Sweeper

 

Este é o quinto set LEGO com este nome, mas acredito que já tenham sido lançados mais destes pequenos e úteis veículos. Destes cinco que citei acima, este é o primeiro que não é amarelo, mas para além da cor, será que é um conjunto que valha a pena ter na nossa cidade LEGO?

60259 Street Sweeper (2)

Em termos de peças tem um PPP que ultrapassa os 11 cêntimos, o que o torna algo caro. Claro que temos várias peças específicas, mas fora os bricks 1x4 com uma impressão original, tudo o resto é relativamente comum. Sim, é uma boa variedade de peças, mas nada que chame a atenção ou pareça incontornável.

A construção é tão rápida que facilmente se torna esquecível. Fora uma peça que é colocada em off-set para depois ficar escondida, é tudo do mais vulgar que há. Bem, na verdade o ser rápido também a torna indolor :)

60259 Street Sweeper (3)

Mas se as peças nem a construção são propriamente estimulantes, a verdade é que resultam num desenho simples mas eficaz. Sim, poderia ser muito melhor e utilizar técnicas e peças interessantes. Mas a verdade é que este veículo cumpre na perfeição aquilo para que foi desenhado. Fica bem numa cidade, mesmo com edifícios mais avançados em termos de técnicas, e aguenta bem as mãos de uma criança.

60259 Street Sweeper (4)

O potencial de jogabilidade é a esperada para um veículo que pode limpar as ruas das cidades LEGO. Talvez também possa servir de carro de fuga para um assalto :)

As Peças 6/10 (nada a apontar, mas sem brilhar)

A Construção 6/10 (indolor)

O Desenho 9/10 (bom para várias utilizações)

Jogabilidade 8/10 (a esperada)

60259 Street Sweeper (5)

É um pequeno veículo que não desilude em termos de design e jogabilidade.

Conclusão 7/10

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:24

O Farol de Ashkharin

por baixinho, em 11.10.21

Lighthouse At Ashkharin

O grande interesse gerado por este farol construído pelo John Tooker para uma iniciativa do Guilds of Historica, é que apesar de não ter grandes técnicas associadas, tem uma presença impressionante. No entanto o impressionante não se deve apenas à dimensão já que a arquitectura austera, a proporcionalidade, as colunas e o próprio terraço dão-lhe uma certa dose de monumentalidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:02

Estudo do Grupo LEGO - Preconceito de Género e Criatividade

por baixinho, em 11.10.21

Dia Internacional das Meninas

Recebi hoje este press release da LEGO onde são focados vários resultados duma pesquisa realizada pela LEGO e plo Geena Davis Institute sobre Género nos Media. Fica aqui o press release em português e no final, como é hábito, algumas considerações pessoais.

As meninas estão prontas para vencer as “normas” e limitações de género, mas a sociedade continua a forçar preconceitos que limitam o seu potencial criativo

  • Uma pesquisa feita pelo Grupo LEGO e pelo Geena Davis Institute, sobre Género nos Media, mostra que apesar das meninas estarem prontas para ultrapassar o estereotipo, o seu potencial criativo é condicionado pelo preconceito social.
  • Baseado na informação obtida, o Grupo LEGO lança a campanha “Girls are Ready” (As meninas estão prontas) para celebrar as meninas que reconstruiram a história das antiquadas normas de género.

Um novo estudo comissionado pelo Grupo LEGO revela que as meninas se sentem cada vez mais confiantes em participar em todo o tipo de brincadeiras e atividades criativas, mas continuam a ser desencorajadas a fazê-lo pelos estereótipos sociais, principalmente conforme vão crescendo. O estudo, conduzido pelo Geena Davis Institute, em reconhecimento do Dia Internacional das Meninas, das Nações Unidas, marca o início de uma nova campanha do grupo LEGO, que celebra as meninas que reconstruiram o Mundo através da criatividade.

A pesquisa, que entrevistou cerca de 7 mil pais e crianças entre os 6 e os 14, na China, Républica Checa, Japão, Polónia, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos, reforça a necessidade da sociedade de mudar a sua perceção, ações e palavras para apoiar o crescimento criativo das crianças.

Dia Internacional das Meninas

Prontos para as meninas

Os resultados do estudo demonstram que as meninas estão prontas para o Mundo, mas a sociedade não está pronta para apoiar o seu crescimento através da brincadeira. As meninas sentem-se mais restringidas e menos apoiadas pelos típicos preconceitos de género do que os meninos, no que toca a brincadeiras criativas (74% dos meninos vs 62% das meninas acreditam que algumas atividades são só para meninos e outras só para meninas) e estão mais interessadas em brincadeiras criativas do que os pais e a sociedade habitualmente encorajam. Por exemplo, 82% das meninas acreditam que não está errado uma menina jogar futebol ou um menino praticar ballet, comparando com apenas 71% dos meninos. No entanto, apesar dos progressos feitos em eliminar preconceitos desde cedo, as atitudes em torno da brincadeira e mais tarde, em relação às carreiras criativas, continuam a ser restritivas e desiguais, segundo este estudo:

  • Para a maioria das profissões criativas, os pais entrevistados imaginaram um homem, independentemente de terem um filho, uma filha ou ambos. A probabilidade de pensarem num homem para profissões como cientista ou atleta é quase seis vezes maior do que pensarem numa mulher (85% vs 15%) e quase oito vezes superior no que toca à área da engenharia (89% vs 11%). As crianças entrevistadas, partilham estas impressões, com a particularidade de as meninas considerarem uma amplitude muito maior de profissões do que os meninos.
  • As meninas são tipicamente encorajadas a participar em atividades mais cognitivas, artísticas e relacionadas com performance, enquanto os rapazes são encorajados a atividades nas áreas da tecnologia, digital, ciência, construção e engenhos. Os pais deste estudo mostram-se cinco vezes mais disponíveis a encorajar uma menina a dançar do que um menino (81% vs 19%), a vestir-se bem (83% vs 17%) e quatro vezes mais em atividades como cozinhar ou fazer bolos (80% vs 20%). Ao contrário, os meninos são encorajados a participar em atividades que envolvam videojogos (80% vs 20%) e desportos (76% vs 24%) e mais do dobro no que toca a brinquedos tecnológicos (71% vs 29%).

Dia Internacional das Meninas

Reconstruir o Mundo

No Dia Internacional das Meninas, o Grupo LEGO está a desafiar os pais a promoverem brincadeiras mais inclusivas. Para ajudar, desenvolveu um divertido guia com 10 passos, para desafiar os pais a partilhar fotos das criações LEGO das suas crianças, com um fundo de Realidade Aumentada com as palavras “Get the World Ready for Me” (Preparem o Mundo para mim).

Dia Internacional das Meninas

Adicionalmente, o Grupo LEGO fez uma curta-metragem, a celebrar meninas inspiradoras e empreendedoras, dos Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos e Japão, cada uma delas já a reconstruir o Mundo através da criatividade.

Fatima e Shaikha (18 e 8 anos – Emirados Árabes Unidos) – Fatima é a mais jovem inventora do seu país. A sua irmã Shaikha adora o Espaço e quer ser a primeira mulher na Lua.

Chelsea (11 anos – Estados Unidos) – É a fundadora da Chelsea’s Charity, onde doa material para as crianças necessitadas se poderem exprimir através da arte e assim ultrapassar tempos difíceis.

Mahiru (11 anos, Japão) – É um membro essencial da SEEDS+, uma banda da escola que existe para trazer alegria através da música e da criatividade, e mudar a forma como a sua cidade é vista, depois dos tempos difíceis que viveram.

A campanha vai ser amplificada através de atividades e parcerias locais, em vários sítios.

“Como mãe de três crianças, sempre admirei o Grupo LEGO e comove-me o seu empenho global neste estudo, para que possamos informar como podemos inspirar as meninas através de brincadeiras e storytelling.” Disse Geena Davis, Fundadora do Geena Davies Institute on Gender in Media “Estamos também a mostrar às meninas atividades únicas e sem estereótipos, para expandir os seus horizontes, possibilidades e oportunidades”.

 O papel da LEGO

O Grupo LEGO acredita muito na importância de aprender a brincar e que desenvolver as capacidades essenciais do Século XXI são igualmente relevantes para todas as crianças.

Enquanto muitos pais veem a LEGO como um bom exemplo de uma marca de brinquedos inclusiva, brincar com LEGO ainda é considerado mais relevante para os meninos do que para as meninas, com 59% dos pais encoraja os seus filhos a brincar com LEGO, enquanto apenas 48% encoraja as filhas. Esta diferença tornou-se ainda mais acentuada quando lhes foi pedido para completarem uma frase, implicitamente preconceituosa e em que 76% dos pais disse que recomendaria LEGO a um menino e apenas 24% a uma menina.

“Os benefícios das brincadeiras criativas, como a construção de confiança, criatividade e capacidades de comunicação, são sentidas por todas as crianças e ainda vivemos estereótipos antiquados que qualificam uma atividade como adequada para um género. No Grupo LEGO, sabemos a importância de brincar para corrigir estes preconceitos e esta campanha é uma de várias iniciativas para aumentar a consciência deste problema e garantir que brincar com LEGO é cada vez mais inclusivo. Todas as crianças devem ser livres para alcançar o seu potencial criativo.” Diz Julia Goldin, Chief Product and Marketing Officer no Grupo LEGO.

A campanha “Ready for Girls” tem como objetivo ajudar as meninas a reescrever a sua história e a dar-lhes as boas-vindas à construção com LEGO, garantindo que não perdem os benefícios de brincar, pelas expectativas que a sociedade tem. O Grupo LEGO quer garantir que cada criança, independentemente do género, se sente livre de construir o que gosta e a brincar de uma forma que lhe permita desenvolver os seus talentos.

O nosso compromisso

Garantir brincadeiras mais inclusivas e o debate sobre as normas de género é essencial, não só para as meninas, mas para qualquer criança. O Grupo LEGO sabe que os meninos também lutam contra o preconceito, no que toca a brinquedos que são tradicionalmente para meninas. 71% dos meninos vs 42% das meninas dizem ter medo de serem gozados por brincar com brinquedos associados ao sexo oposto.

O Grupo LEGO está comprometido a tornar as brincadeiras com LEGO mais inclusivas, garantindo que as ambições criativas de todas as crianças – tanto hoje, como no futuro – não serão limitadas por estereótipos, trabalhando de perto com o Geena Davis Institute on Gender in Media e a UNICEF, para garantir que os produtos e o marketing LEGO são acessíveis a todos, sem preconceitos de género.

Sobre o Estudo:

Foi feito um estudo online em sete países (China, Républica Checa, Japão, Polónia, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos) para perceber se a criatividade podia ser condicionada pelo género, por país e crianças. Especificamente, foram testados alguns preconceitos que definem a criatividade para meninos e meninas. País de crianças entre os 6 e os 14 completaram a primeira metade do formulário e deram o seu consentimento para os seus filhos, filhas ou crianças em não-conformidade de género preencherem (nenhuma criança, em nenhum dos países se identificou como estando em não-conformidade de género, sendo por isso a análise baseada em meninos e meninas apenas). Responderam no total 6 844 pessoas.

Dia Internacional das Meninas

Antes mesmo de ler o press inteiro já estou a imaginar a grande maior parte das pessoas a referir a existência do tema Friends! Mas acho que o que está aqui em causa não é se a LEGO está a ser sexista ou não com o tema Friends. Está em causa a percepção dos próprios pais tem da capacidade dos seus filhos e filhas e como isso vai condicionar o futuro dos mesmos.

Esta acção da LEGO (bem como outras) é um alerta a este preconceito que continua a existir e uma ajuda para que a sociedade tome um novo rumo. Como um aficionado do brinquedo da marca, fico contente com estas iniciativas e espero que a empresa continue a acreditar que pode reconstruir o mundo :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:59

Steampunk Flying Wing

por baixinho, em 11.10.21

Tipo, uma pessoa olha e pensa logo, "que ideia bestial"!!

Este trabalho do Chris Wight é daqueles que rapidamente ficam com o cunho de épico. Além de ter um estilo muito próximo daquilo que eu adoro no steampunk, a dimensão oferece espaço para estar recheado de detalhes. Vale a pena percorrer a galeria deste nautilus voador e se calhar, como eu, imaginar como seria fazer um lá em casa :)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:59

Telhados há muitos

por baixinho, em 09.10.21

Port Wilks Waterwheel

Há tantas técnicas diferentes para fazer telhados que, penso eu, daria para um livro. Humm, um livro para telhados, outro para água, outro para rochas, etc e tal e quando fossemos fazer um MOC, era só folhear meia-dúzia de livros.

Bem, para mim iria perder a piada. Prefiro fazer um MOC mais fraquito mas ao menos ando eu sozinho a resolver como vou fazer o MOC. É mesmo essa a faceta que adoro mais nas peças LEGO.

Mas voltando ao MOC acima criado pelo Robert4168/Garmadon. Claro que começo pelo telhado, simples mas com um efeito brutalmente estranho e realista. Gosto das rochas e também do formato geral da casa. Interessante que parece muito alta para a área de implantação que possui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:24

LEGO Titanic

por baixinho, em 07.10.21

Vá, para pronunciarem em grande não o façam como é costume dizendo "titanique" mas "TÁITÉNIC". Eu sei que mesmo assim não é a pronuncia correcta, mas tem sempre mais impacto.

A verdade é que esta poderia ter sido uma grande supresa, mas os leaks já são tantos que o efeito perdeu-se. Vou colocar aqui a habitual press release e deixo a minha opinião pessoal lá para o fim.

TITANIC EM LEGO®

O MAIS MAJESTOSO NAVIO DA HISTÓRIA JUNTA-SE À FAMÍLIA LEGO

 

O Grupo LEGO apresentou uma réplica autêntica do mais famoso navio de todos os tempos, o RMS Titanic. Pela primeira vez, os fãs vão poder recriar o luxuoso navio em detalhe, 110 anos desde que foi lançado de Belfast em 1911.

O LEGO Titanic é um dos maiores e mais longos sets lançados até hoje, com 9.090 peças, que fazem dele uma experiência de construção imersiva, tanto para fãs LEGO como de história.

Além da dimensão, a grandiosidade sem rival do Titanic foi também captada fielmente neste set. Além do inconfundível exterior do navio, há várias salas interiores para explorar, incluindo a grande escadaria da primeira classe e o salão de jantar estilo jacobino, localizada no convés D do navio.

O Titanic era também famoso pela sua velocidade sem rival, ultrapassando todos os navios da época e no convés inferior podemos ver o motor que à época, era uma obra prima.

 

Mike Psiaki, Design Master no Grupo LEGO comentou “Quando foi lançado o Titanic era o pináculo da engenharia naval e o maior veículo alguma vez criado. Foi um desafio incrível, recriar este navio icónico em peças LEGO, através de plantas e projectos feitos há mais de um século.

 Desenhar o LEGO Titanic com tanto foco no detalhe e na escala, permitiu-nos criar uma das mais desafiantes experiências de construção até à data. Sabemos que os construtores, e fãs de navios de todas as idades, vão adorar construir e expor este set nas suas casas.”

 Com mais de 1m30, o LEGO Titanic é o set perfeito para expor, vindo com uma placa de exposição com o seu nome. Este impressionante set estará disponível a partir de 1 de Novembro para pré-venda e a partir de 8 de Novembro nas lojas oficiais ou em www.LEGO.com/titanic, com um preço recomendado de 629,99€.

Informação do set: LEGO® Titanic (10294)

  • Idade: 18+
  • Medidas:
    • Altura: 44cm
    • Largura: 16cm
    • Comprimento: 135cm
  • 9.090 peças
  • Réplica do RMS Titanic, com stand e placa de exposição
  • Modelo de grande escala, que pode ser facilmente movido e exposto
  • Interior detalhado, incluindo a Escadaria da Primeira Classe, Salão de Jantar e Sala das Máquinas.
  • PVP Recomendado a partir de 629,99€

Palavras para quê? Está muito melhor do que eu inicialmente estava a pensar como iria ser. Curvas suaves, técnicas interessantes e um aspecto... titânico. Aliás, até o esquema de cores ajuda para que o efeito seja simplesmente bonito. Vou ser sincero, deixa a léguas muitas naves espaciais (e eu adoro ficção científica) monocromáticas que andam por aí.

Não estou a contar adquirir, principalmente porque não iria ter espaço (ok, nem interesse) para a expor. No entanto e pelas várias imagens que vi, promete proporcionar, além de um efeito espectacular, uma experiência de construção longa mas interessante. É sem dúvida alguma um marco nos sets LEGO não só pela sua dimensão e quantidade de peças (já agora, e preço) mas também pelo efeito final.

Sim, adorei a ideia das portas dos carrinhos servirem de paredes..

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:01

Atmosfera pesada

por baixinho, em 07.10.21

*distant churning noises*

O prolífero Shannon Sproule anda agora à volta de interiores e anda a conseguir fotografias de pasmar onde um ambiente carregado transmite sensações por vezes difíceis de atingir com peças LEGO.

Enter Sandman v.1

Duas cenas num mesmo interior. Será que esta série vai continuar?

Espero bem que sim (que a do Enter Sandman até refere que é a versão 1!)!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:33

Peças raras (3)

por baixinho, em 06.10.21

Marbled part number 40

Estava na ideia que já tinha referido as imagens de peças raras (e outras esquisitices) que o Cornholiosbricks costuma colocar no Flickr, mas depois de uma breve pesquisa aqui no blog, não encontrei nada além de dois posts (1 e 2) sobre outras pessoas.

Nesta fotografia achei piada à passagem "suave" entre uma cor e outra, tudo conseguido com a mesma peça. Claro que não deve ter sido conseguido tudo de uma só vez e provavelmente até são de cavidades diferentes de um mesmo molde. Este efeito é conseguido aquando da mudança de uma cor no processo de fabrico das peças. Durante a passagem pode haver algumas injecções onde aparecem peças com as cores misturadas. Claro que normalmente essas peças são inutilizadas, mas pelos vistos algumas conseguem sobreviver e fugir da fábrica... :)

Mas se gostam deste tipo de curiosidades, vale a pena andar às voltas na galeria do autor da fotografia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:14


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


subscrever feeds