Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Smooth slopes

por baixinho, em 29.07.06
Em Abril já tinha relatado o caso de ter algumas slopes bricks que não possuiam a rugosidade característica (link do post). No fim de semana passado ao construir um Sail Barge (6210) apareceram algumas inverse slopes com a mesma característica em falta.





Então fiquei a saber que a LEGO® está mesmo a mudar os moldes. A razão é simples, a rugosidade é difícil de manter-se ao mesmo nível porque os moldes vão ficando sujos com o uso. O plásticos vai preenchendo as rugosidades e assim a superfície das peças que são fabricadas vão ficando cada vez mais lisas. A produção tem que parar de tempos a tempos para o molde ser limpo e a rugosidade voltar ao normal. Então, pelo que soube, a LEGO irá substituir gradualmente os moldes antigos com rugosidade por novos sem rugosidade poupando na manutenção na máquina e facilitando o processo.
Será isto bom? A nível de corte de custos, sim. Mas para mim como AFOL, já não sei. Claro que em algumas construções a rugosidade era um empecilho, mas como estava habituado, já nem ligava. Mas também em algumas construções ficava bem...
Agora vou ter que ter em consideração que existem duas versões da mesma peça. Com e sem rugosidade. O pior é que a LEGO não faz distinção, ou seja, no mesmo conjunto poderemos ter ou não peças diferentes e em quantidades diferentes...
Será que fica bem uma construção com a mistura das duas versões?
A experimentar.

LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:53

Minifigs do 6212

por baixinho, em 28.07.06


De novo só temos o Wedge Antilles... que me parece uma cabeça de minifig normal com o sorriso standard. Vale pelo capacete!

Imagem retirada do Ladrillitos e discussão no FBTB.

LBaixinho

Actualização: link de uma pasta do Brickshelf com mais imagens da caixa (obrigado Rafael!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15

Montar um PC com peças LEGO®

por baixinho, em 27.07.06
Até o meu irmão mais velho envia-me links relacionados com LEGO :).

Um computador de LEGO (claro que só o exterior).

Imagens de PCs com a caixa em LEGO já é habitual, este tem a particulariedade de mostrar os passos todos.

LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:54

A LEGO e o Moonbase

por baixinho, em 26.07.06
Alguns AFOLs norte-americanos há cerca de 4 anos criaram um sistema para que as suas bases lunares fossem compatíveis. O sistema Moonbase que pode ser visto aqui.
Este sistema é bastante popular, todos os anos existem muitos AFOLs que preparam o seu MOC Moonbase para expor conjuntamente no Brickfest (principal convenção de AFOLs nos EUA).
Este ano as coisas ficaram muito mais interessantes, 5 designers da LEGO entraram na brincadeira. Agora os entusiastas poderão escolher um deles para ir à convenção!

Depois de uma escolha difícil, votei neste:




São todos muito bons. A utilização de peças raras e as formas não habituais de colocação de algumas peças é ponto forte em qualquer uma das construções.

O poll está aqui!
O anúncio no LUGNet está aqui.

LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:09

Filme secreto do NXT

por baixinho, em 25.07.06
A LEGO® disponibilizou um Easter Egg (neste caso um filme escondido) na página do Mindstorms. A imagem exemplifica como se pode chegar a ele.




LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:02

787

por baixinho, em 24.07.06



Pena que a LEGO® não tenha também brincado com a referência do conjunto...

Este é o novo Ultimate Collectors Set que a LEGO anunciou. Juntam-se dois temas que não sou muito apreciador, os UCS e aviões a jacto!!
Mas de qualquer forma fico rendido ao facto de os designers não terem caído na facilidade de utilizarem peças únicas para o avião e optado por peças mais básicas. O avião depois de construído deve ser imponente! Não cabendo em certas prateleiras que eu conheço... :(
Fica a pergunta se será fácil a adaptação à escala minifig.

LBaixinho
Nota: para ver mais imagens, cliquem na fotografia
Nota 2: o anúncio foi no reconstruído LegoFan. Parece que ficou interessante, a investigar brevemente.
Actualização: Parece que o site LegoFan anda com problemas... a solução está para breve!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:59

Mais um X-Wing...

por baixinho, em 23.07.06
Está confirmado, vai sair mais um X-Wing.





Parece ser uma versão ligeiramente modificada do 4502. A cabana do Yoda desaparece completamente e são incluídos outros minifigs à semelhança do que aconteceu este ano com a edição da Slave I (6209).
A LEGO® finalmente está a compreender o valor do coleccionismo. Existem muitos aficionados que procuram exclusivamente as minifiguras para criar layouts ou simplesmente expor! Como não é possível fazer conjuntos só com minifiguras (questões de contrato), começa a fazer conjuntos com muitas minifiguras.
Mas parece que exagera no preço. Colocar o preço de referência deste novo conjunto em 70€ (esta foto foi tirada num Toys'r'Us Holandês e os TRU costumam utilizar os preços de referência da LEGO) é demasiado elevado. O 4502, pelo menos na península Ibérica, não foi um sucesso de vendas, até consegui alguns a preços ridículos!
Será que vai haver grande procura deste conjunto? Claro que os grandes aficionados LEGO Star Wars terão que comprar mais um conjunto (para ter a colecção completa); Os novos terão finalmente uma oportunidade de ter a X-Wing sem gastar balúrdios no Bricklink ou eBay; E os outros? Vale a pena comprar uma nave ligeiramente diferente daquela que já tem (e às vezes até várias cópias como eu) e mais umas minifiguras. O valor das minifigs até nem parece ser consensual visto que só uma delas  parece ser completamente nova (o 2º piloto), o Han está com calças diferentes do que aparece na Millennium Falcon (4504) e a Leia parece que tem cabelo diferente. Luke, Chewie e R2D2 são relativamente vulgares. O Valor da nave por si só deve andar por volta do 40 a 50€. As restantes minifiguras valem 20€? Para mim, não!
É certo que a política de preços da LEGO está a mudar. Desde 2003 que existia um claro aligeirar nos preços. Verificava-se perfeitamente que os conjuntos dessa altura saiam um pouco mais baratos que os dos anos anteriores (quando comparando o nº de peças e tamanho da caixa). Isso está a mudar e pode-se verificar perfeitamente na Shop@Home da LEGO. O novo ISD (6211) que quando saiu estava com o preço referência em 99€, passado poucos meses (semanas?) passou para 150€!!! E isso não acontece nos EUA! Pressões dos revendedores, diz a LEGO! Não sei as razões... mas vai pesar nas minhas compras e nas de muitos :(
Agora voltando ao X-Wing, talvez a compre se a conseguir apanhar em saldos. Pela nave e também pelo novo piloto, mas nunca pelas restantes minifiguras.

LBaixinho

Nota: discussão muito interessante sobre a mesma temática neste thread no Eurobricks.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35

Retornar ao LEGO® (no Ladrillitos)

por baixinho, em 18.07.06

Normalmente a história de um AFOL (Adult Fan of LEGO) é sempre a mesma. Enquanto criança adora LEGO, tem muitas ou poucas peças mas brinca e constrói imenso. Chegando à adolescência, outros interesses despontam e as peças LEGO são arrumadas mas não esquecidas. Ou pior, dadas ao irmão mais novo como aconteceu comigo... que depois tive que pagar para as recuperar... junto com as coisas que ele entrentanto ganhou :). A esta fase de afastamento chama-se de "dark ages". Depois há algo que encaminha novamente para o hobby. Um anúncio na tv, um conjunto na prateleira de um hipermercado, um site na internet, etc.


E pronto, temos um AFOL!


Agora o que fazer. Juan Macias dá uma boa resposta neste artigo no site Ladrillitos.


Aconselho também a vossa atenção ao Ladrillitos pelos seu artigos interessantes e de qualidade, que aparecem regularmente!


LBaixinho


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:18

ainda falta algum trabalho

por baixinho, em 17.07.06
Ainda falta algum trabalho, mas já posso ir mostrando o que ando a fazer:





A ideia é fazer um táxi aéreo para a cidade do tema OutroMundo que estou a planear!

LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:40

Brick Testament no Bitaites

por baixinho, em 15.07.06
O Bitaites é um conhecido blog do mundo os geeks de informática que num dos últimos posts fala do Brick Testament! Fica aqui o link para o post.

LBaixinho

PS. obrigado Mecco pela dica!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:52

Ponte do 7900 (II)

por baixinho, em 14.07.06



Este é o primeiro resultado de experiências com a ponte do 7900. Simplesmente retirei o apoio horizontal de cima. O resultado não é tão bom como estava á espera. O comboio normalmente passa bem. Mas se salta por algum motivo, facilmente bate lateralmente na ponte e descarrila. É demasiada apertada e vou ter q alargar. Parece-me que não será tarefa difícil!

LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30

Mais um MOC a caminho IV

por baixinho, em 13.07.06
O tempo tem sido escasso para a construção deste MOC (e de Lego em geral)..
Mesmo assim já iniciei a última fase de construção. Deixo aqui duas pequenas mostras do que estou a fazer e de como está a ficar.
Esta próxima semana vou decidir o nome do MOC.
A ideia do Alex de pôr o Timmy dentro de um barril não é descabida
;)





tânia

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:02

Separar peças LEGO® automaticamente?

por baixinho, em 13.07.06

Saltaram-me logo os olhos quando li este título num newsgroup: Separação de peças por tamanho automaticamente.


Pensei logo num robot a separar peça a peça... Mas não... um sistema bem mais simples e pelo que li já 75000 crianças utilizam. Acho que não vou ser a próxima :)


Fica aqui o link


LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:06

LEGO® Mindstorms na UM

por baixinho, em 12.07.06
Acabamos de ver no Jornal da Tarde do Canal 1, uma peça sobre "Ensinar com Projecto" (acho), em que os alunos de um curso, da Universidade do Minho, além de realizarem o projecto (envolvendo várias disciplinas) teriam que o por em prática com peças LEGO.
Durante a peça foram mostradas várias construções a realizarem algumas tarefas.
O projecto pareceu-me bastante interessante não só pelo uso das peças LEGO. Talvez faça umas adaptações para o secundário :)

LBaixinho
PS. Albie??? sabes mais pormenores?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:06

Ricos...

por baixinho, em 11.07.06
Kjeld Kirk Kristiansen (um dos donos da LEGO) continua a ser um homem muito €rico€ apesar dos anos menos bons da LEGO®. Continua ser rico, muito rico com um honradíssimo 245º lugar na lista dos mais ricos da Forbes. Apesar dos altos e baixos na lista, nos últimos anos (que podem ser verificados neste rico post na LUGNet da "rica" Suzanne Rich), Kjeld continua dono da não tão rica LEGO. Até quando? (ver as suposições neste post do mês passado).

LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:43

Set: 10027 Train Engine Shed

por baixinho, em 10.07.06





Referência: 10027
Nome: Train Engine Shed
Tema: Trains
Ano de Edição: 2003
Número de peças: 663
Preço LEGO®: 74,99€
Dados de Compra (local, data): Shop@Home, Março de 2006
Instruções: Livro A4 com 48 páginas
Autocolantes: Não
Modelos alternativos: Não
Lista de peças: Não
Links: Brickset, Imagens da construção

Os minifigs:
Dois minifigs já conhecidos do tema Trains. O maquinista Max (o de pêra) é o tal que dizem que é baseado na cara do Jake McKee. Como o conjunto é uma oficina, acho que preferia que em vez do maquinista viesse um operário com um torso diferente. Mas mesmo assim serve para os gastos.
7/10



As peças:
O preço por peça é de pouco mais que 11 cêntimos, não muito caro para um exclusivo da Shop@Home. Claro que teremos de ter em conta que muitas peças são pequenas. Entre muitas peças comuns, existem algumas invulgares que salientam-se pela quantidade de peças que aparecem neste conjunto. Por exemplo 16 unidades da Slope 33 3x6 em Trans Black e da Slope 10 6x8 em Black. A única peça rara e que é exclusiva (nesta cor) deste conjunto é o Hand Truck.
Haver peças únicas num conjunto da Shop@Home é relativamente invulgar, visto que uma das regras de edição destes conjunto é a não utilização de peças exclusivas ao set. Talvez a cor não conte!
Outro ponto invulgar é os cinzas. Apesar de este conjunto ter sido editado originalmente antes das mudanças das cores em 2004, as peças que esta caixa trazia são nas novas tonalidades. Excepto as baseplates e as windows 1 x 4 x 5 que são em old light gray. Já tinha ouvido falar que isto poderia acontecer em certas versões de alguns conjuntos. Sabia dos casos do ISD (10030) e do Clone Turbo Tank (7261) que existem versões com peças com cinzas antigos e novos. Sim, os conjuntos normalmente possuem várias versões e já tinha prometido falar nisso, fica para outra altura!
Voltando ás peças, a escolha é excelente quando a utilização de peças pequenas em detrimento das grandes. A quantidade de peças específicas é baixa o que torna a utilização global da peças em construções diferentes muito fácil.

9/10



A construção:
Das melhores que me passaram pela mão. Primeiro ocupa-se de um dos lado do edíficio, depois o lado direito e em seguida da cobertura. A utilização de peças pequenas em vez de grandes para as paredes faz lembrar os conjuntos antigos da LEGO®. Parece que estamos mesmo a construir tijolo a tijolo!
Este conjunto também dá uma lição de como se pode criar estruturas e objectos com peças básicas e vulgares.
Não possui construção alternativa mas duvido que alguém compre este conjunto para o alterar...

9/10


O desenho:
Perfeito!
Cumpre na totalidade a função para que foi criado, abrigar a reparação de comboios. Possui uma estrutura que abre permitindo a disposição em dois modos:




Com a alteração da localização de alguns objectos até dá para juntar dois Train Engine Shed para o tornar mais realista!
Além da perfeição do desenho na estrutura, os pequenos objectos também tem a quota parte de visibilidade. A utilização de peças relativamente vulgares para a criação das ferramentas presentes no edíficio é fenomenal. O desenhador foi minucioso na escolha e criação das mesmas e o resultado valeu a pena.



10/10

A jogabilidade:
A jogabilidade para os mais novos está garantida com as multiplicidade de funções que o interior do edíficio contém.
Mas este conjunto é dirigido para adultos. É perfeito para displays de comboios. Tanto pode ser colocado fechado como aberto para mostrar as suas preciosidades que é completamente indespensável. Além disso, é dos poucos edifícios editados pela LEGO, que no meu entender, não necessita de modificações para ser digno de um display.
10/10


A conclusão:
Indespensável para entusiastas de cidades e comboios LEGO, mas também indespensável para apreciadores e colecionadores de conjuntos LEGO. Poderá não ser o melhor conjunto de sempre, mas andará lá perto! A classificação neste momento no BrickSet é o 13º lugar e no LUGNet é o 15º lugar.
Apesar de uma utilização satisfatória dos minifigs, não é isso que desvaloriza o conjunto. Perfeito!
10/10

LBaixinho


Nota: Troquei o Peeron pelo Bricklink no destino das hiperligações das peças por causa da utilização do BrickStore. Muito mais simples!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:46

BrickStore

por baixinho, em 08.07.06
BrickStore





Finalmente encontrei um software porreiro de inventários de colecções de peças e sets LEGO®.
Mas talvez um pouco tarde. Já tenho a colecção demasiado grande para andar a inventariar tudo em tempo útil! :(
Apesar de não ter tudo o que eu poria numa futura versão do BLDB* anda lá perto. A interacção com as bases de dados do Peeron e Bricklink é óptima. Torna a consulta de inventários de sets, preços, etc numa tarefa fácil, nada a haver com as secas de andar a consultar as páginas lentíssimas do Bricklink e do Peeron. E ainda com a possibilidade para saltar directamente para as lojas do Bricklink.
Este software é distribuído para Linux, Windows e Mac OS X, e de três formas diferentes, Demo, Privado e Completo. A versão completa custa 20$. Só experimentei a Privada, mas estou tentado na completa!

LBaixinho

BLDB foi um programa para inventários de colecções de sets e peças que fiz em 2002. Já não tenho o programa em lado algum, mas pode-se ler o anúncio que fiz na altura no LUGNet. Nunca mais peguei por falta de tempo para programação (uma área que aos poucos e infelizmente fui abandonando) e na esperança de aparecer algo melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30

Set: 7892 Hospital

por baixinho, em 07.07.06



Referência: 10170
Nome: Hospital
Tema: City
Ano de Edição: 2006
Número de peças: 382
Preço LEGO®: 49,99€
Dados de Compra (local, data): Mini, Abril de 2006
Instruções: 3 Instruções separadas. Um folheto A4 para o carrinho, Um livrinho A6 com 20 páginas para o helicóptero e um livro A4 de 76 páginas para o hospital e informações adicionais.
Autocolantes: Sim
Modelos alternativos: Sim
Lista de peças: Sim
Links: Brickset, Imagens da construção

Os minifigs:
4 minifigs, um civil, um médico e dois paramédicos/enfermeiros. Tudo macho que neste hospital não há lugar para o sexo feminino. Eu sei que a linha City é direccionada para os meninos mas isso não quer dizer que não possa haver minifigs femininos!
Os torsos que equipam os enfermeiros e o médico são relativamente fáceis de arranjar em outros conjuntos. O torso do civil já é uma pequena preciosidade por ser incomum e de fácil utilização.
De resto acho que são poucos minifigs para uma construção desta envergadura. Mais um civil só ficaria bem!
5/10

As peças:
O preço por peça é de 13 cêntimos, relativamente caro se ignorarmos a baseplate elevada. Mesmo assim o efeito de grandeza do hospital é relativamente bom tendo em conta o preço e ajudado pela presença da baseplate. Esta peça ajuda em muito o porte do edifício mas tenho a impressão que não é ao gosto de muitos dos AFOLs.
Mas além da baseplate, também as janelas, portas, tile com o teclado e o tile com o monitor poderão ser consideradas peças caras e raras. E apesar das portas e janelas serem em vermelho, são de bastante utilidade. Outra peça rara e de grande utilidade é a enorme tile 8 x 16 em cinzento escuro, que aparece em dose dupla neste conjunto.

As restantes peças são mais ou menos vulgares e de utilidade diversa. Ter flores, árvores e arbusto no mesmo conjunto actualmente não é vulgar e parabéns à LEGO pelo feito!
Não sei se é erro habitual neste conjunto, mas faltava uma peça brick round 2 x 2 e vinha a mais algumas peças que não é hábito... antena, planta...
7/10

A construção:
A construção é dividida em cinco fases: Carrinho, Helicóptero, Entrada de veículos, Edifício e Escadas/Base de para o heli. Cada uma das fases tem as respectivas peças juntas em saquinhos numerados.
Saltando a construção básica do carrinho e helicóptero, saliento a dificuldade que é construir em cima das partes elevadas da baseplate. Ela dobra no encaixe de algumas peças e a solução que encontrei foi pressionar a parte inferior com os dedos.
A construção alternativa é também um hospital/clínica mas de desenho bem mais fraco que o original.

4/10


O desenho:
Existem vários pontos positivos e negativos que caracterizam este conjunto. Para facilitar a ordem de ideias vou separar as críticas pelas várias fases.
Carrinho: Desprezível. Acho que mais valia não o ter de todo e levar as pessoas a comprar a Ambulância (7890), ou aumentar o preço do conjunto e adicionar algo semelhante à ambulância. O próprio desenho (de ar inacabado) é demasiado parecido com os 4914 e 7241 para se tornar aliciante.
Helicóptero: Miserável. Funciona mesmo só para aumentar a jogabilidade do conjunto. O desenho não é péssimo, mas também não acrescenta nada ao mundo LEGO. O aspecto demasiado “brinquedo” torna-o inútil para ser utilizado num display para aficionados adultos.
Garagem: Demasiado simples. Dou sinal positivo à cobertura, mas de resto leva uma negativa. A elevação, o tamanho (pequeno para a ambulância 7890) e a falta de um bom acesso ao hospital propriamente dito.
Edifício: O ponto forte do conjunto. Apesar de relativamente pequeno para um hospital, possui a zona de atendimentos, internamento e cirurgia. Cada um deles bem equipado... bem o equipamento da cirurgia é no mínimo estranho: Rebarbadora, moto serra, etc :). Gostei da forma como foram feitas as paredes frontais que são de fácil remoção para podermos aceder ao interior mais facilmente!
Zona de aterragem do heli mais acessos: Cumpre o objectivo. O quadrado de aterragem do helicóptero é demasiado pequeno. Desconfio que os pacientes gostem de subir aquela escadaria para irem às urgências ou consultas.
A inserção de alguns verdes é outro ponto a favor!
5/10

A jogabilidade:
Para uma criança o conjunto cumpre o objectivo totalmente. Claro que a inserção de pelo menos mais um minifig civil seria muito bom para quem não tem mais conjuntos LEGO. Os veículos, apesar de desnecessários para um fã adulto, tornam o hospital um brinquedo mais apetecível pelo movimento que adiciona. A elevação torna-o “maior” e mais desejável aos olhos dos mais novos.
Mas para os adultos acho que o efeito é exactamente o contrário. Os veículos nada acrescentam ao conjunto que praticamente só vale pelo edifício propriamente dito. A elevação além de o tornar um pouco irrealista, dificulta a integração num layout.
4/10




A conclusão:
Este é um conjunto relativamente bom para os mais novos. Imponente, boas peças e com jogabilidade q.b.
Para os mais velhos já não é bem assim. Não é um conjunto que encaixe bem num layout de cidade nem realista o suficiente para agradar. Poderá ter peças interessantes para a construção de outros MOCs ou mesmo para a adaptação para um hospital/clínica mais real, mas penso que não basta para o tornar num bom conjunto.
5/10

LBaixinho


Nota: As pontuações reflectem a minha opinião como entusiasta de LEGO adulto, visto que este conjunto em particular até mereceria uma pontuação diferente se o objectivo seria oferecer a uma criança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:32

Afinal já há NXTs em Portugal

por baixinho, em 06.07.06
Afinal já há NXTs em Portugal, e pelo vistos só é novidade para mim :)





É o mal de visitar a página da Evoluir21 tão esparsamente :( . A ver se quando passar em Santarém, em Agosto, vou dar uma vista de olhos.

LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:52

Ponte do 7900

por baixinho, em 06.07.06



Decidi experimentar a ponte. Com veículos não há problema de maior, mesmo os novos 6-wide.
Mas com os comboios já não se passa o mesmo. A colocação das linhas é simples e fica mais ou menos estável. O menos é facilmente ultrapassado com a substituição de alguns beams. O mal está na altura e largura. O apoio que se encontra no centro em cima não deixa passar os comboios em termos de altura. Além disso como tem dois technic bricks 1 x 4 torna a largura da parte de cima em 6 studs. O que também torna praticamente impossível a passagem de comboios.





Claro que a solução é simples. Retira-se esse apoio. Acho que nem afecta demasiado a estabilidade e, pelo que me lembro, nem existe nas ponte reais.

LBaixinho

PS. Pedro, acho que isto responde à tua pergunta!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:43

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


subscrever feeds