Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por baixinho, em 10.04.09

 


 


 


«(…)Ando mesmo farto de conduzir esta chalupa. ‘Tou mortinho para arranjar uma licença de táxi-aéreo em Brüllouse, ter só clientes ricaços, viagens curtinhas e seguras entre prédios e um A6 de jeito. 


Este A nem parece que foi construído há apenas um ano. Bem, na verdade não me posso queixar muito, atravessar o Notr’mer todos os dias não é tarefa fácil e qualquer A resente-se disso, nem os 33 se safam. 


Tenho tido muita sorte em nunca ter apanhado um temporal, no máximo uns ventinhos. Há dois meses atrás uns até me fizeram chegar atrasado a Brüllouse umas quatro horinhas. Atrasado e encharcado.. ahh, mas valeu a pena ver aquele casal armados em nobres a descerem para a central bem molhados. Ainda queriam que lhes fizesse um desconto! Bahh, se quisessem atravessar o mar sequinhos que fossem num A33. Via-se bem que eram pé-rapados pelo peso da bagagem.


Bem, com esses ainda deu para ter uma conversinha animada, agora estes dois que levo hoje (…)»


 

LBaixinho

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:09

...

por baixinho, em 10.04.09


 


 


«(…) Ena, daqui já para ver a costa de Notr’terre. Mais um pouco e estamos em Brüllouse, depois ainda tenho que apanhar outro transporte para Villadésert.. pensando bem, não é hoje que durmo em casa. 


Pior deve estar ali o tropa. Tem cara de poucos amigos e é pouco falador. Pelos vistos deve vir de Graan. Humm, o que a fazer umas continhas por alto já deve estar em viagem há uns três ou quatro dias. Bahh, não tenho que ter pena dele, foi para lá porque quis.


Mas seria interessante saber como andam as coisas em Graan. Só quem é estúpido é que acredita nas patranhas publicadas pelo Exército do Ar. Aquilo não deve andar lá muito bem para não permitirem voos civis. A ver se resolvem as coisas depressa, Graan em paz seria um bom território para expandir o meu negócio (…)»


 

LBaixinho

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:18

...

por baixinho, em 10.04.09

 


 


 


«(…) Está um frio de rachar e ainda faltam umas duas horas para chegar a Brüllouse. Isto se o vento ajudar, nem quero pensar no aconteceria se fosse apanhado por um temporal nesta batela. Depois de ter servido durante dois anos no Exército do Ar, seria irónico vir a “desaparecer” no regresso a casa.


Raios, o exército mudou-me mesmo. “Desaparecer”!?!?


“Desaparecido” é a denominação dada pelo Exército do Ar aos camaradas que caíram dos A’s. Não há cadáver, então passa a desaparecido. Como é raro serem recuperados os corpos que caem... torna-se numa forma interessante de manipular a informação do que realmente se está a passar em Graan. Piratas a atacar tudo o que se mexe, os constantes ataques do exército dos Graanenses e sem falar das constantes revoltas no seio do povo. Todos as semanas há A’s que não voltam e camaradas que passam para a lista de desaparecidos…


Ahhh Marion, falta pouco para te ver. Espero que o exército não me volte a chamar tão cedo para (…)»


 


 


LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:23


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


subscrever feeds