Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



LEGO®: uma sub-cultura (II)

por baixinho, em 18.01.07

A sub-cultura da LEGO também é feita de muito trabalho pessoal. Por exemplo, a construção de modelos com o computador surgiu com o australiano James Jessiman. Jessiman começou em 1995 um software para construir com peças virtuais, algo que Douglas Coupland (autor do livro “A Geração X”) também abordava no seu livro Inforescravos do mesmo ano. Foi neste livro que tive o primeiro deslumbre do que era ser AFOL (claro que no livro não tinham esta designação). A história anda à volta de um conjunto de programadores que tem como hobby  fazerem grandes construções LEGO. O engraçado é que o principal projecto virtual deles é um programa em tudo semelhante ao actual Ldraw.
Voltando ao Ldraw, Jessiman ao criar o programa e formato de ficheiro ldraw abriu uma porta completamente nova para a LEGO, a construção virtual e gratuita. Será que a empresa iria gostar? A possível má reacção da LEGO era um medo de Jessiman. Infelizmente não teve tempo de conhecer essa reacção, faleceu a Julho 1997, vítima de complicações com o vírus Influenza (gripe). Mas houve gente (Steve Bliss, Terry Keller, Lutz Uhlmann entre outros) que pegaram no trabalho de Jessiman e construíram uma organização que manteve a estrutura do ldraw e que serviu de base para muitos outros trabalhos. A Ldraw.org continua em força sendo reconhecida pela própria lego. O LEGO Digital designer da LEGO pode utilizar os ficheiros no formato ldraw criado 10 anos antes!
Existem ainda outros add-ons ou programas de construção virtual, por exemplo o MLCad do Michael Lachmann e o LeoCad do brasileiro Leonardo Zide.


LBaixinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:43


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


subscrever feeds