Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os 10 maiores sets LEGO de sempre

por baixinho, em 17.01.16

Mais um top 10 (o primeiro foi os melhores conjuntos de 2015 que pode ser consultado aqui) onde desta vez listo os 10 maiores conjuntos de sempre em termos de peças até janeiro de 2016.


 



Em primeiro lugar está o 10189 Taj Mahal, conjunto com 5922 peças. Este famoso monumento indiano teve a sua versão LEGO lançada no verão de 2008.


Tive o prazer de o construir na altura do lançamento para a estreia europeia num evento da Comunidade 0937 em Viana do Castelo. Lembro-me que parte da construção era monótona mas que possuía alguns detalhes bem interessantes.Lembro-me também de achar que a cúpula estava com as proporções erradas de tal forma que me pareceu um erro de desenho.


 



 10179 Ultimate Collector’s Millennium Falcon é um dos sets mais procurados de sempre e está em segundo lugar nesta lista com 5197 peças. Foi lançado em outubro de 2007, mas teve a diferença que os fãs tiveram a oportunidade de reservá-lo na loja online da LEGO com vários meses de antecedência.


Nunca tive a oportunidade de o construir, no entanto já o inspeccionei tanto em exposições como também através das fotografias de Internet. Peca essencialmente por falta de interiores.


 



Em terceiro lugar está um conjunto lançado ainda neste mês, o 75827 Firehouse Headquarters baseado no famoso quartel dos Ghostbusters. Este conjunto possui 4634 peças e foi desenhado pelo “nosso” Marcos Bessa.


Este é um conjunto que adoraria construir, o Marcos já nos habituou a construções agradáveis sempre com uma ou outra técnica inovadora e com um resultado final de excelência.


 



A interpretação LEGO da famosa ponte londrina, 10214 Tower Bridge é o quarto maior conjunto em termos de peças. São 4287 peças para formar as duas torres e o tabuleiro bem como alguns veículos em micro-escala.


Nunca montei este conjunto, mas tive a oportunidade de reconstruir parte e ter colocado algumas peças numa versão gigante que a Comunidade 0937 criou. Tem um desenho bem em linha do que foi feito com o Taj Mahal, onde uma construção nomeadamente básica é “detalhada” com algumas técnicas interessantes.


 



Lançado em 2008 com 3803 peças, o 10188 Death Star aguentou-se em produção até ao ano passado. Este enorme playset cheio de pequenos gadgets está repleto de referências ao Episódio IV e VI da conhecida saga Star Wars.


Não o construí, mas já o tive tantas vezes nas mãos que já não tem propriamente segredos. É definitivamente um playset prontinho para ser brincado pelos mais novos. Sim, um brinquedo caro.



 


Em sexto lugar nesta tabela temos o 10143 Death Star II de 2005 com 3441 peças. Desenhado com o único intuito de ser exposto, tem uma forma interessante de mostrar a segunda Death Star em construção.


Este é outro set que nunca construí, mas que tive a oportunidade de já o analisar “com as mãos”. Técnicas definitivamente inovadoras em 2005, mas com uma construção um pouco monótona em várias secções.


Curiosamente este conjunto aparece num dos episódios do The Big Bang Theory a ser construído pelo Sheldon Cooper.


 



Em 2007 a LEGO lançou o seu segundo landmark (considerando que o primeiro foi o 3450 Statue of Liberty), o 10181 Eiffel Tower com 3428 peças, sétimo desta lista. Este monumento francês foi representado em dark-bluish-grey o que foi uma opção discutível pela parte da LEGO.


Ganhei este conjunto num sorteio e a construção e o resultado final são, no mínimo, desconcertantes. A maior parte das peças utilizadas na construção são básicas, o que faz com que o resultado final tenha um aspecto muito brickbuilt. Por outro lado também podemos apreciar a capacidade de montar uma construção de relativa complexidade e com um tamanho considerável apenas com peças básicas.


 



 75059 Sandcrawler de 2014 (existe o 10144 de 2005) é o oitavo maior conjunto da LEGO contando com 3296. Este veículo gigante é também um interessante playset, já que está povoado com várias minifiguras bem como alguns gadgets para criar alguma jogabilidade.


Tive a oportunidade de construir este set no final do ano passado. A construção torna-se um pouco monótona nas partes simétricas mas no entanto possui algumas técnicas interessantes e invulgares. O resultado final é interessante e bastante próximo do original.. apesar de pequeno.


 



 O penúltimo conjunto desta lista é o 10196 Grand Corousel com 3263 peças. Este conjunto de 2009 tem como sua principal característica o de funcionar realmente graças a um motor Power Functions e até tem música.


Nunca o construí e confesso que foi um set que nunca me entusiasmou. Já o vi várias vezes em exposições, mas sempre dei mais atenção aos MOCs que o acompanhavam (por norma incluídos num parque de diversões).


 



O conjunto que fecha esta tabela é o 10221 Super Star Destroyer de 2011 e com 3152 peças. Esta construção de quase 125 centímetros vem acompanhadas de alguns minifigs e contêm uma pequena (e ridícula) sala para os colocar.


Não o construí mas também nunca me captou a atenção. Tive o 10030 Imperial Star Destroyer (seria o 11º da lista) que possui técnicas de construção mais interessantes (parte dos ângulos são consguidos através de peças com ímans) e a parte inferior é também inclinada, o que não acontece com o 10221.


 


Destes 10 conjuntos apenas construí 3 (mas um está na fila para ser montado e outro está na lista) e, penso eu, que não sejam propriamente os sets mais entusiasmantes da LEGO em termos de construção.


Destaco que metade da lista pertence ao tema Star Wars e em temas licenciados há que adicionar mais um, o quartel dos Ghostbusters. De notar que outros três conjuntos são monumentos conhecidos e que, portanto, apenas um (o Grand Carousel) tem um desenho original. Apesar de 6 conjuntos terem minifigs é discutível que eles estejam à escala das figuras LEGO.


A construção desta lista foi facilitada pelas ferramentas do Brickset, ferramenta cada vez mais essencial aos AFOLs em geral e aos colecionadores em particular.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:08



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog