Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Review do set 10189 – Taj Mahal

por baixinho, em 05.09.08

Referência: 10189

Nome: Taj Mahal

Tema: 

Ano de Edição: 2008

Número de Peças: 5922

Preço LEGO®: 299,95 euros

Preço por peça: 5 cêntimos

Dados de compra: N/A

Instruções: Três livros A4, dois de 76 páginas e um de 24 páginas.

Autocolantes: Não

Minifigs: Não

Modelos alternativos: Não

Lista de peças: Sim, na caixa e no final do 2º livro









 

As peças 

5 cêntimos a peça é um preço muito bom para um conjunto LEGO... mas atendendo o preço final de 300 euros já é de pensar duas vezes se valerá tanto a pena o investimento.

Apesar da grande quantidade de peças (é o conjunto com maior número de peças até à data), a variedade não é muito grande. Mais de metade das peças são brancas e uma percentagem significativa são pequenas plates. Apesar de a maior parte das peças serem relativamente comuns, existe um número expressivo de algumas peças incomuns e de fácil utilização.

Portanto e apesar de um PPP muito baixo, não é propriamente um conjunto para peças. Principalmente por causa do preço final e também pela variedade limitada do sortido de peças.





A construção 

Longa.

Começa logo pela distribuição de peças. Os sacos não estão numerados, logo para não tornar a construção num processo de “procura aquela peça” decidimos dividi-las primeiro. A Tânia demorou quase duas horas a fazê-lo por isso podem imaginar a trabalheira que isso deu.

Construímos este conjunto os dois, sem pressas. Não cronometramos, mas levamos quase 4 dias gastando só algumas horas por dia. 

A construção é dividida em 4 fases principais. A base, os minaretes, a cúpula central e o edifício. Por sua vez, algumas destas fases podem ser divididas em outras pequenas fases devido à repetição de passos.

Essas repetições de passos poderão ser talvez a característica mais negativa do processo de construção. Acredito que quem goste de comprar conjuntos LEGO seja para isso mesmo, construir. Mas este conjunto torna a construção enfadonha… é que, por exemplo, empilhar seis plates 1x1 quarenta e oito vezes é obra.

Mas as repetições não se ficam por aqui, como o original, o conjunto é completamente simétrico, logo quase todos os passos da construção tem que ser feitos duas ou mesmo 4 vezes!

Apesar das repetições há partes muito interessantes na construção. Destaco as cúpulas e os pormenores em SNOT junto ás portas. As partes onde as paredes ficam na diagonal também estão bem conseguidas e torna o processo de construção mais interessante. 





O desenho 

Soberbo.

O modelo é reconhecido em todo o mundo e é inegável a sua beleza. A tarefa da LEGO para o passar para blocos de construção deve ter dado algumas dores de cabeça. Primeiro porque para algumas partes foi sem dúvida necessário o recurso de algumas técnicas mais avançadas, a cúpula é um bom exemplo disso. Segundo porque era necessário jogar com a escala utilizada com os pormenores que iriam desaparecer ou ficar. Se fosse pequeno poderia perder muita da magia, se fosse grande, poderia ficar demasiado caro.

No entanto a LEGO conseguiu um compromisso ideal na escala. O conjunto é facilmente identificável apesar das limitações das peças LEGO.

Claro que nem todas as adaptações foram perfeitas, mas se calhar o efeito até é maior assim. Falo por exemplo das janelas da base ou mesmo das bases das turntables.

Outro aspecto a destacar é a modularidade do modelo final. Facilmente a base se separa em 6 partes, se retiram os minaretes, estrutura central e cúpula principal. Tudo isso é excelente para o transporte.

Negativamente destaco uma falha na concepção da cúpula que incompreensivelmente torna-a ligeiramente torta quando vista de certos ângulos. Digo que não compreendo por achar a solução simples.

Mas tendo em conta as limitações de um conjunto LEGO e o seu aspecto final, este modelo é sem dúvida um regalo para os olhos!





Jogabilidade 

Não é propriamente um conjunto para brincar, por isso a idade aconselhada é os 14+. É um modelo para expor e nisso cumpre a sua função na perfeição. 





Outros 

Nota 10 para a LEGO por ter ouvido os AFOLs quando eles pediram uma série de monumentos no final de 2005!





Conclusão 

Com este conjunto parece que a LEGO decidiu mesmo avançar com uma linha de monumentos. Se a Torre Eiffel pode não ter saído como a maior parte dos AFOLs a imaginavam, acho que já não se pode dizer o mesmo do Taj Mahal.

Apesar de um PPP baixo, não o considero boa compra com o objectivo de ser para peças. Mas verdade seja dita, duvido que muita gente tenha coragem de o desfazer, principalmente tendo em conta que dá para o arrumar em pouco espaço devido á modularidade.

O aspecto final é lindíssimo e esse resultado não é devido somente ao modelo original. A LEGO fez um bom trabalho e sinceramente não sei como a LEGO poderia tornear as características negativas que apontei.

É um conjunto obrigatório para quem gosta de esculturas LEGO e pergunto-me se com dois não seria possível fazer uma versão quase à escala minifig..





Brickset: 10189

Inventário Peeron: 10189

Colocarei imagens após o evento de Viana

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


subscrever feeds