Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Set: 10027 Train Engine Shed

por baixinho, em 10.07.06





Referência: 10027
Nome: Train Engine Shed
Tema: Trains
Ano de Edição: 2003
Número de peças: 663
Preço LEGO®: 74,99€
Dados de Compra (local, data): Shop@Home, Março de 2006
Instruções: Livro A4 com 48 páginas
Autocolantes: Não
Modelos alternativos: Não
Lista de peças: Não
Links: Brickset, Imagens da construção

Os minifigs:
Dois minifigs já conhecidos do tema Trains. O maquinista Max (o de pêra) é o tal que dizem que é baseado na cara do Jake McKee. Como o conjunto é uma oficina, acho que preferia que em vez do maquinista viesse um operário com um torso diferente. Mas mesmo assim serve para os gastos.
7/10



As peças:
O preço por peça é de pouco mais que 11 cêntimos, não muito caro para um exclusivo da Shop@Home. Claro que teremos de ter em conta que muitas peças são pequenas. Entre muitas peças comuns, existem algumas invulgares que salientam-se pela quantidade de peças que aparecem neste conjunto. Por exemplo 16 unidades da Slope 33 3x6 em Trans Black e da Slope 10 6x8 em Black. A única peça rara e que é exclusiva (nesta cor) deste conjunto é o Hand Truck.
Haver peças únicas num conjunto da Shop@Home é relativamente invulgar, visto que uma das regras de edição destes conjunto é a não utilização de peças exclusivas ao set. Talvez a cor não conte!
Outro ponto invulgar é os cinzas. Apesar de este conjunto ter sido editado originalmente antes das mudanças das cores em 2004, as peças que esta caixa trazia são nas novas tonalidades. Excepto as baseplates e as windows 1 x 4 x 5 que são em old light gray. Já tinha ouvido falar que isto poderia acontecer em certas versões de alguns conjuntos. Sabia dos casos do ISD (10030) e do Clone Turbo Tank (7261) que existem versões com peças com cinzas antigos e novos. Sim, os conjuntos normalmente possuem várias versões e já tinha prometido falar nisso, fica para outra altura!
Voltando ás peças, a escolha é excelente quando a utilização de peças pequenas em detrimento das grandes. A quantidade de peças específicas é baixa o que torna a utilização global da peças em construções diferentes muito fácil.

9/10



A construção:
Das melhores que me passaram pela mão. Primeiro ocupa-se de um dos lado do edíficio, depois o lado direito e em seguida da cobertura. A utilização de peças pequenas em vez de grandes para as paredes faz lembrar os conjuntos antigos da LEGO®. Parece que estamos mesmo a construir tijolo a tijolo!
Este conjunto também dá uma lição de como se pode criar estruturas e objectos com peças básicas e vulgares.
Não possui construção alternativa mas duvido que alguém compre este conjunto para o alterar...

9/10


O desenho:
Perfeito!
Cumpre na totalidade a função para que foi criado, abrigar a reparação de comboios. Possui uma estrutura que abre permitindo a disposição em dois modos:




Com a alteração da localização de alguns objectos até dá para juntar dois Train Engine Shed para o tornar mais realista!
Além da perfeição do desenho na estrutura, os pequenos objectos também tem a quota parte de visibilidade. A utilização de peças relativamente vulgares para a criação das ferramentas presentes no edíficio é fenomenal. O desenhador foi minucioso na escolha e criação das mesmas e o resultado valeu a pena.



10/10

A jogabilidade:
A jogabilidade para os mais novos está garantida com as multiplicidade de funções que o interior do edíficio contém.
Mas este conjunto é dirigido para adultos. É perfeito para displays de comboios. Tanto pode ser colocado fechado como aberto para mostrar as suas preciosidades que é completamente indespensável. Além disso, é dos poucos edifícios editados pela LEGO, que no meu entender, não necessita de modificações para ser digno de um display.
10/10


A conclusão:
Indespensável para entusiastas de cidades e comboios LEGO, mas também indespensável para apreciadores e colecionadores de conjuntos LEGO. Poderá não ser o melhor conjunto de sempre, mas andará lá perto! A classificação neste momento no BrickSet é o 13º lugar e no LUGNet é o 15º lugar.
Apesar de uma utilização satisfatória dos minifigs, não é isso que desvaloriza o conjunto. Perfeito!
10/10

LBaixinho


Nota: Troquei o Peeron pelo Bricklink no destino das hiperligações das peças por causa da utilização do BrickStore. Muito mais simples!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:46


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


subscrever feeds