Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


LegOficina em tempos diferentes

por baixinho, em 06.04.20

LegOficina 20200405

A situação despoletada pelo COVID-19 alterou imenso o meu trabalho como relatei no post anterior.

Como tive que começar a criar modelos em casa, tive que criar um pequeno stock de peças. Como a casa onde vivo não é muito grande, o stock não poderia ser muito grande. Como não tive disponibilidade e tempo para fazer um apanhado de parte das peças que a Caixa de Brinquedos possui, a solução foi pegar em duas grandes caixa de peças soltas provenientes de vários sets que analisei nos últimos tempos. Depois de separar e organizar mais ou menos as peças por tipo (tarefa que levou vários dias e em que ainda não sinto que esteja concretizada) entre caixas que trouxe do trabalho e caixas de sets, posso dizer que tenho as condições mínimas de trabalho.

Claro que é uma tarefa árdua procurar peças entre tantas diferentes para depois descobrir que a sortido disponível é desequilibrado faltando coisas tão comuns e básicas como bricks round 1x1 em preto. Mas nada que tire o ânimo e com uma certa dose de improvisação, as coisas vão-se fazendo.

Claro que o chato é que a mesa é necessária para outras coisas, logo sempre que vou mexer nas peças LEGO tenho que montar todo este aparato para no fim ter que desmontar e guardar...

De qualquer forma, ontem comecei a trabalhar num novo WIP que podem ver na minha conta de Instagram.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

1Dia1Construção na Caixa de Brinquedos

por baixinho, em 06.04.20

A situação despoletada pelo COVID-19 alterou imenso o dia-a-dia das pessoas mas também das instituições. Com as portas fechadas, a Caixa de Brinquedos de Paredes de Coura abraçou outras actividades. Uma delas tem sido a publicação diária de pequenas construções com as respectivas instruções numa plataforma web do Município de Paredes de Coura, a + Sucesso Escolar, dedicada aos mais novos.

Eu, como funcionário da Caixa de Brinquedos, tenho criado esses pequenos MOCs e fotografado cada um dos passos. As construções são dirigidas a um público infantil dos 4 aos 10 anos de idade com um acesso a peças muito limitado. Apesar do objectivo da ideia ser principalmente uma inspiração para novas construções, tenho tentado manter a simplicidade da maior parte das instruções, utilizar temas mais próximos das crianças e, de vez enquanto, por um ou outro MOC mais complexo para alegrar os miúdos mais velhos.

Podem seguir esta actividade na própria plataforma através da tag 1Dia1Construção ou na conta do Instagram da Caixa de Brinquedos!

Para construções mais complexas não posso deixar de recomendar o canal de Youtube do Tiago Catarino que, de qualquer forma, foi a inspiração para esta actividade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

Como foi o Desafios para 2 no VianaCon

por baixinho, em 06.02.20

CB na VianaCon 2020 4

No domingo passado dinamizei uma actividade na convenção de jogos de tabuleiro modernos em Viana do Castelo. Esta actividade além de criar mais um momento na convenção, teve como objectivo a promoção da Caixa de Brinquedos.

CB na VianaCon 2020 3

O resultado foi bastante positivo já que todos os participantes adoraram os desafios propostos durante cerca de hora e meia. À semelhança da actividade que dinamizei em Vila do Conde, criei um fio condutor entre os desafios para dar uma continuidade aos vários momentos da actividade.

CB na VianaCon 2020 1

A repetir!!

VianaCon 2020

ps. Exceptuando a última, imagens da associação ArtMatriz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:14

Desafios a 2 em Viana do Castelo

por baixinho, em 31.01.20

Na tarde do próximo Domingo, dia 2 de Fevereiro, estarei no Viana Con a dinamizar mais um Desafios a 2!

Esta actividade é composta por vários desafios relacionados com LEGO onde equipas de dois elementos darão provas das suas habilidades tanto de destreza como de criatividade.

O conteúdo das provas é semelhante ao que realizei à dias no café A Jogar é que a Gente se Entende em Vila do Conde.

Já agora, para quem não sabe a construção do poster retrata um meeple (my people), figura presente em inúmeros jogos de tabuleiro modernos e que para alguns é o melhor símbolo para os identificar (deixando de lado o dado). 

Apareçam!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Workshop Micro-Escala

por baixinho, em 23.01.20
 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Algumas imagens do workshop de domingo passado. Construção de modelos em micro escala com peças LEGO. #lego #paredesdecoura #caixadebrinquedos #workshopslego #courasemparedes

A post shared by Caixa de Brinquedos (@caixadebrinquedos_pdc) on

No domingo passado dinamizei um workshop de construção em micro-escala com peças LEGO na Caixa de Brinquedos em Paredes de Coura.

O workshop era direccionado para crianças do 1º e 2º ciclo. Os participantestiveram a oportunidade de aprenderem o que é a micro-escala em termos LEGO e depois construírem alguns modelos. Tentei que os modelos propostos representassem não só vários temas, mas também mostrassem várias técnicas de construção. Exceptuando um fórmula 1, todos os modelos são da minha autoria. Yeps, estes são os MOCs que vou fazendo mas onde criativamente vou tendo algumas restrições. Tenho que pensar sempre que vão ser construídos por crianças, que devem possibilitar instruções claras e em ter peças disponíveis para ter modelos iguais para os vários participantes.

Claro que não é a primeira vez que dinamizo um workshop na Caixa de Brinquedos, mas tenho-me esquecido de colocar aqui no blog estas actividades que vou fazendo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

2019, um ano LEGO em revista

por baixinho, em 31.12.19

Arte em Peças 2019 | Paredes de Coura | Montagem

Fazer um resumo do ano que está a terminar é sempre um exercício interessante. A memória não é nada linear e alguns acontecimentos surgem mais vivos que outros. Já cheguei à conclusão que não é a importância que os classifica mas muitas vezes a conjunção de várias pequenas características e sensações que fazem com que esses acontecimentos sejam mais facilmente recordados que outros.

Isto apenas para dizer que sim, nesta pequena revisão do ano inadvertidamente vou esquecer-me de relatar algumas coisas, outras até propositadamente. O ano foi tão intenso em LEGO que seria impossível escrever sobre tudo.

Primeiro a minha ligação à Caixa de Brinquedos em Paredes de Coura(1) torna o LEGO presente em praticamente tudo o que faço profissionalmente. Pode parecer chato tornar o nosso hobby numa profissão, mas na verdade não é bem assim. As minhas funções são bem diferentes do que eu faço no hobby, a parte comum é apenas a ferramenta, neste caso as peças LEGO. Sinto-me muitas vezes mais próximo da minha antiga profissão (professor) do que a posição de um designer instalado nas terras Danesas.

Há um encanto próprio nessas funções. Neste ano a minha percepção do que é um brinquedo de construção evoluiu imenso. Observar a forma como as crianças e até adultos interagem com as peças LEGO fez-me descobrir algumas particularidades deste brinquedo. Algumas já suspeitava, outras foram uma descoberta. Isso fez-me evoluir principalmente profissionalmente já que, por exemplo, alterei bastante a forma como preparo os workshops, como planeio novas actividades e até como converso com as crianças e/ou adultos quando lhes explico algo relacionado com as peças LEGO.

A versatilidade das peças LEGO tem uma potencialidade enorme a nível lúdico/pedagógico mas cada vez fico mais deslumbrado com a força da primeira parte desta equação. As peças LEGO são, acima de tudo, um brinquedo, um brinquedo de construção. Perder a noção disso é simplesmente esquecer a sua função primordial e a base de todo este fenómeno. Tudo o resto são efeitos secundários do brinquedo em si.

Arte em Peças 2019 | Paredes de Coura | Montagem

Chegar a estas conclusões serve de ligação ao segundo ponto desta revista.

A LEGO mais uma vez apresentou lucros, mais uma vez assinalou um qualquer aniversário e mais uma vez afirmou que está na crista da onda devido a isto ou aquilo. Mas também está cada vez mais longe de uma das premissas que a salvou da falência há década e meia atrás. O back to the basics.

Sim, continuam a serem lançados conjuntos que são LEGO de uma ponta à outra. Mas são cada vez mais os conjuntos que, pessoalmente, não os consigo ver como um brinquedo de construção.

Sim, isto não é de agora. A aposta da LEGO na jogabilidade, no coleccionismo(2), nas luzes da ribalta que brilham em alguns temas licenciados e noutras coisas que não são de todo essenciais no brinquedo de construção, vem crescendo ao longo das últimas décadas.

No entanto foi durante este ano que senti que estamos a chegar a uma espécie de ponto de não retorno. A descaracterização da LEGO como brinquedo de construção já começa a ser tão grande que está a criar um espaço vazio na oferta de conjuntos com características que antes víamos apenas na marca.

Sim, no futuro esse espaço vai ser tão aliciante que acabará por ser ocupado.

Sim, eu sei que a LEGO continua a ser cada vez mais popular, que se ignorarmos alguns temas continua a lançar sets(3) cada vez maiores e impressionantes e que, acima de tudo, continua a ter lucros. Provavelmente é esse último factor que a faz trilhar os caminhos que me assustam.

No entanto a LEGO não se esquece dos AFOLs e a compra do Bricklink é provavelmente a maior prova disso mesmo. Muito se especula das reais intenções e de como isso vai afectar todo ecossistema deste hobby. As variáveis são tantas que neste momento desisti de qualquer futurologia e apenas vou estando atento conforme os efeitos vão surgindo.

Mas deixando de lado estas macro considerações sobre o hobby e mergulhando nas micro considerações, o meu filho está cada vez mais perito com peças LEGO. A facilidade com que interpreta as instruções e a destreza para criar algumas formas com as peças LEGO fazem com que o olhe com bastante orgulho. Claro que também adora as minifigs (principalmente as de super-heróis) e claro que também devora episódios NinjaGo no Netflix. Mas penso que estas divagações ainda estão dentro dos limites do controlável :D

Pessoalmente continuo sem LegOficina em casa. Isso faz com que o hobby esteja numa espécie de letargia onde aqui o blog é que vai aguentando as pontas. O blog que continua a incidir principalmente em destaques de construções alheias, algo que não era de todo o objectivo principal. No entanto também é verdade que na impossibilidade de andar a brincar com as peças LEGO faz com que invista mais tempo vendo o que os AFOLs vão fazendo, principalmente através do Flickr.

Claro que vou construindo e analisando sets e estando atento às evoluções do fenómeno AFOL, mas vinte anos de hobby fazem com que muitas vezes desvalorize muitos dos acontecimentos.

Talvez por isso não esteja tão expectante quanto ao novo ano quanto ao hobby LEGO. Com certeza que, fruto da minha profissão, afinarei mais a minha visão do brinquedo de construção LEGO, com certeza que ainda estarei à espera da minha LegOficina e com certeza que continuarei com destaques, reviews e algumas divagações pontuais aqui no blog.

 

Ficam aqui o link para outros anos em revista: 2008, 2009, 2013, 2014, 2015 e 2017.

As imagens foram retiradas desta galeria do Ricardo "Biczzz" Prates com fotografias da montagem décima edição do Arte em Peças em Paredes de Coura.

 

(1) Podem seguir algumas da actividades da Caixa de Brinquedos através do Instagram: https://www.instagram.com/caixadebrinquedos_pdc/

(2) Segundo o Brickset este ano a LEGO lançou mais novas minifigs (843) que sets (792)!! Então, é um brinquedo de construção ou de action-figures?

(3) Como é hábito, daqui a uns dias devo escrever um post com os melhores sets e peças do ano.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:28

Explorando o Mundo Real (4)

por baixinho, em 16.09.19

Exploring (4)

O Branco, desta vez acompanhado do Amarelo, continua a senda da exploração do meu local de trabalho. Desta vez numa superfície pejada de blocos de várias cores e dispostos de várias formas.

Não, não encontraram sinais de outros minifigs por estes lados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Explorando o Mundo Real (3)

por baixinho, em 15.09.19

Exploring (3)

Sim, está bem orientada.

Desta vez coloquei o Rosa e o Branco a explorarem um dos murais no meu local de trabalho. Tarefa simples já que a superfície era constituída por milhares de objectos iguais mas com algumas cores diferentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

De volta à rotina

por baixinho, em 03.01.17


Depois de uma quadra natalícia bem preenchida, estou de volta à rotina e espero que com tempo para este meu cantinho. Em termos de LEGO tive a oportunidade de dinamizar um workshop de 3 dias na Caixa de Brinquedos em Paredes de Coura com o tema de Construção Criativa com LEGO. Foi giro já que introduzi imensos conceitos do mundo AFOL aos miúdos (e não só) presentes. Claro que estranhei o desconhecimento de vários conceitos (por exemplo o do próprio "MOC") já que está tudo disponível na Internet para os mais curiosos. Fiquei muito contente com os resultados, principalmente tendo em conta o tempo e peças disponíveis. Todos os participantes quiseram logo experimentar técnicas que aprenderam nas primeiras horas da atividade, como por exemplo, SNOT, micro-escala, offset, SNIR, etc.


Por outro lado durante esta quadra joguei muito o jogo de tabuleiro Catan (sim, já o devia ter descoberto mais cedo). Provavelmente irei tentar fazer uma versão em LEGO. Sei que já existem várias versões, mas isso não me impede de experimentar a minha :). Claro que isso só quando tiver disponibilidade de ter as minhas pecitas à minha frente.


Pelo menos este fim-de-semana já está preenchido com LEGO já que estarei na desmontagem da exposição da C0937 em Leiria. Boa oportunidade para por a conversa em dia e mexer em várias construções.


Ahh, e um bom ano de 2017!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog