Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Review: LEGO 31120 Medieval Castle

por baixinho, em 29.11.21

31120 Medieval Castle (01)

Tema: Creator

Ano de Edição: 2021

Número de Peças/Minifigs: 1426/4

Preço LEGO®: 110€ (100 na Alemanha)

Link Brickset: https://www.lego.com/pt-pt/product/medieval-castle-31120

 

Este é daqueles sets que é difícil de não o considerar excelente logo à partida e essa é uma tarefa que nem sequer vou tentar. Sou um fã incondicional deste tipo de conjuntos que podem ser chamados verdadeiramente de jogos de construção. Onde as possibilidades não se esgotam num único modelo e que com as peças disponibilizadas, existe um potencial enorme de ajudar a criatividade de qualquer um, seja criança, seja adulto.

31120 Medieval Castle (03)

Poderia ficar por aqui, no entanto este conjunto é também excelente na forma que gera conteúdo para discorrer várias linhas de texto aqui no blog. :)

31120 Medieval Castle (11)

Apesar de ser uma compra com um custo de apenas 110 euros para o conteúdo que tem, a verdade é que me irrita um pouco a diferença de preços em relação aos praticados noutros países da União Europeia. Ok, a Alemanha tem um mercado extremamente superior ao nosso e logo é natural que os preços sejam mais baixos. Mas acredito que a LEGO poderia ter uma atenção nestas linhas mais básicas como o DUPLO, Classic, City, Friends e Creator e deixar essa diferenças de preços para os restantes temas.

31120 Medieval Castle (12)

Mas como indicado acima, os 110 euros não são tão caros como pode parecer para este conjunto Creator. Primeiro o Preço por Peça está nos 7,7 cêntimos, o que não é muito tendo em conta os dias de hoje. Claro que muita gente pode reclamar a ausência de peças raras (apenas temos algumas exclusivas que são peças relativamente básicas em novas cores), mas a verdade é que se a grande maior parte das peças são comuns, é também verdade que são todas extremamente úteis e fáceis de utilizar nos mais variados contextos. Basicamente é como digo algures no vídeo de unboxing e speedbuilding, alguém que construa MOCs com regularidade, vai utilizar a grande maioria destas peças em menos de um ano. Além disso, a distribuição entre peças básicas e peças mais específicas é como eu gosto. Muitas das primeiras, algumas das segundas. Isto nas mãos dos mais novos é ouro, já que por norma é com esta distribuição que eles constroem. E fora os AFOLs mais avançados, isso acontece com a maior parte de nós. Além disso devo referir que a maior parte das peças específicas não são indicadas apenas para construções medievais, já que podem ser utilizadas facilmente noutros temas.

31120 Medieval Castle (13)

No fundo, este conjunto é provavelmente o melhor pack de peças que anda por aí. 

31120 Medieval Castle (14)

Não, não me esqueci das minifigs. Com a parca oferta de minifigs verdadeiramente medievais (ou pelo menos aquilo que eu acho que deva ser medieval) que actualmente a LEGO oferece, só pecam por ser poucas. :)

31120 Medieval Castle (15)

Construí os três modelos e sinceramente nenhum deles conseguiu enfadar-me. Não existem técnicas deslumbrantes e nem estava à espera disso. No entanto como é sempre variada e nunca estamos muito tempo na mesma secção, chega a ser divertida. Claro que há algumas coisas que me intrigam, como por exemplo em determinados passos estar a colocar peças que ficam em secções diferentes da construção, mas é uma experiência agradável apesar de não ser propriamente memorável.

31120 Medieval Castle (16)

O resultado de todos os modelos é impressionante por várias razões. Primeiro a escala, já que consegue ser imponente apesar dos pisos apenas terem entre 5 e 6 bricks de altura. Faz lembrar imenso os castelos dos anos 80 e para mim isso é excelente. Apesar desta escala permitir menos pormenores, a verdade é que é um exemplo muito mais replicável pelas crianças e AFOLs do que outros conjuntos mais “adultos” como os modulares ou mesmo alguns Ideas. É também impressionante porque os três modelos estão preparados para se conectarem entre si formando uma fortificação ainda maior. Claro que para isso seria necessário investir mais 220 euros em outros dois sets. No entanto como a grande maioria das peças são relativamente básicas, acredito perfeitamente que muita gente conseguisse replicar mais ou menos os modelos secundários apenas ajustando algumas cores e algumas peças. Esta é mais uma das razões porque adoro estes designs. Não é necessário abusar das peças específicas para chegar a um desenho reconhecível, brincável e bonito e assim conseguir-se replicar com as peças que temos lá em casa.

Claro que o set tem alguns pontos menos positivos em termos de design. Sim, refiro “menos positivos” em vez de “negativos” porque são isso mesmo. Por exemplo, o esquema de cores consegue ser brutal em alguns aspectos (adoro o amarelo, apesar de na verdade deveria ter sido utilizado o branco), no entanto o jogo entre o cinzento escuro e o cinzento claro não é propriamente do meu gosto, tornando o castelo mais escuro do que acho que deveria ser. Compreendo a escolha para evitar paredes monótonas e para disfarçar melhor a utilização dos painéis 1x4x3, mas mesmo assim não consigo ficar inteiramente satisfeito. Por outro lado acho algo inconsistente alguns interiores terem até algum detalhe e outros estarem simplesmente vazios. 

31120 Medieval Castle (17)

De qualquer forma, são detalhes que não são suficientes para deixar de olhar embevecido pela simplicidade de brinquedo do modelo principal deste set e, de certa forma, dar valor aos dois modelos secundários. 

31120 Medieval Castle (18)

O que faz ligação ao ponto seguinte, a jogabilidade. É que a simplicidade do desenho deste conjunto leva a que tenha um elevado potencial de ser adaptado, replicado, alterado entre outros “ados”, num elogio ao que é ser um verdadeiro brinquedo de construção. Os próprios modelos alternativos são uma prova disso, já que todos eles se conjugam facilmente. Estou a imaginar qualquer pessoa a fazer outro tipo de muralhas ou mesmo a juntar peças de outras cores para fazer mais umas casitas medievais. Claro que serão construções simples, mas apropriadas às crianças que são o público-alvo deste set.

31120 Medieval Castle (19)

Sim, além disso tudo, qualquer um destes modelos chama por mil e uma aventuras. Uns minifigs a mais poderia ser interessante, mas nada de grave que que não possa ser colmatado com uns NinjaGo ou uns polícias da City.

Ahh, o trabuco é um espetáculo!!

 

As Peças 10/10 (na maior parte básicas, mas sempre muito úteis)

A Construção 9/10 (excelente sem ser memorável)

O Desenho 10/10 (genialmente básico)

Jogabilidade 10/10 (enorme potencial de construção e brincadeira)

31120 Medieval Castle (04)

Querem oferecer um excelente brinquedo de construção? Este set é uma escolha acertada! Tem imensas peças úteis, uma jogabilidade excelente e um grande potencial de criatividade.

Conclusão 10/10

(Este conjunto foi fornecido para análise pela The LEGO Group, mas a review é da minha inteira responsabilidade)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:32

Bridgetown

por baixinho, em 27.11.21

Bridgetown

É caso para dizer, Markus Rollbühler não sabe construir mal.

Este castelo impossível foi criado com o intuito de ser exposto na LEGO House e sinceramente está fantástico. Acima de tudo adoro as cores e o formato geral, se bem que foi inspirado num trabalho alheio como pode ser lido na descrição no Flickr. Vai, com certeza, ser um sucesso na LEGO House!

 

ps. Como devem ter reparado, a disponibilidade para escrever aqui no blog tem sido baixa. Algo que vai manter-se durante mais duas ou três semanas :/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:45

Contenção no Capitólio

por baixinho, em 06.10.21

Contention in the Capitol

Excelente construção onde o Daniel Barwegen construiu a secção que está em primeiro plano e o Bousker foi responsável pelo fundo. Os detalhes deste belíssimo destinado a uma actividade do RebelLUG são imensos e sinceramente não consigo deixar de babar-me para vários deles. Acima de tudo gostei a forma como duas construções diferentes se complementam apesar de teres estilos notoriamente diferente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:03

Caranguejos há muitos!

por baixinho, em 12.09.21

Château de l'ermite

Este MOC do Patrick Biggs alia na perfeição um organismo com uma rocha/construção. Aliás, adoro que a complexidade do caranguejo ermita seja uma dissonante com a simplicidade da rocha e castelo que carrega, já que reforça a diferença entre as duas componentes do MOC.

Este trabalho entra numa colaboração entre vários construções. A Time to Crab que para já tem estas participações.

Kaukau Crab

Paapaka

Ice Planet Crawler

Lo-Finder: Good Vibes Crustacean

Kanohi Crab

Ivory Hermit

Barents Sea Strider

Rodrigo

Cyber Crab

Klawdias

Rusty

Sheriff Yee Claw

Taxi Crab

Château de l'ermite

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:36

O regresso do Rei

por baixinho, em 01.09.21

Return of the king

Em dia que começa um novo SHIPtember, temos um castelo que é um verdadeiro colosso.

Este trabalho do Greg Dlx não vive apenas do trabalho, mas também dos vários detalhes que o compõem. A água, a vegetação, o realismo, a ponte, as rochas, os vários tipos de curvas nas torres, a decoração, resultam numa composição geral impressionante.

Pessoalmente adoro a forma como todas as secções do castelo estão distribuídas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:17

Braunschweiger Schloss

por baixinho, em 28.08.21

Braunschweiger Schloss

Como é hábito, Søren Johansen não se preocupa muito com a qualidade da fotografia. No entanto dá para apreciar esta magnífica construção através das várias imagens que ele colocou na sua galeria.

Apesar de não achar grande piada às várias peças-rochas seguidas (que até estão algo disfarçadas), tanto o castelo, o aldeamento, as embarcações e a própria moldura estão bestiais.

Aproveitem e contemplem também a arrumação do Johansen!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:16

A Torre

por baixinho, em 23.07.21

XVI - The Tower

"A torre" ou "o relâmpago" ou mesmo "a explosão", qualquer um destes título serviria perfeitamente para ilustrar este MOC do Pascal construído para (adivinharam?) a edição deste ano do Summer Joust. Outro aspecto interessante é que a construção é extremamente simples a nível de técnicas. Aliás, arrisco a dizer que qualquer aficionado da marca conseguirá fazer uma réplica (se tiver peças, claro).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Mont Saint-Michel

por baixinho, em 07.07.21

MSM 1

O monte de Saint-Michel é mundialmente famoso e não vale a pena fazer grandes apresentações. Portanto esta criação do gut's 24 não precisou muito para chamar a minha atenção já que é facilmente reconhecível. Adoro a aparente simplicidade do casario que fica impecável com as diagonais todas. O próprio castelo está impecável e bastante proporcional com o real. A água é que se calhar necessitaria um cuidado diferente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:47

Castelo do Dragão

por baixinho, em 15.06.21

Dragon Castle

Este micro e detalhado castelo do Corvus Auriac MOCs tem tantos pormenores que se calhar até fica demasiado confuso. Vale a pena percorrer as fotografias e ir descobrindo peças em situações nada vulgares e que até parecem que, afinal, foram desenhadas para aquilo.

Sim, é um projecto Ideas.. mas acho que vale mais como um MOC.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:44

O Olho de Sauron

por baixinho, em 02.06.21

The Eye of Sauron

Esta construção do Marin Stipkovic é um dos troféus para uma das categorias do Summer Joust deste ano. Mas além de ser uma magnífico troféu e uma construção bastante interessante, é um MOC cheio de segredos.

Ora reparem lá

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:57

Castelo num palco

por baixinho, em 28.05.21

[MOC] Tonight on Stage: Castle under Siege!

Este MOC tem uma origem engraçada e vale a pena ler a descrição do autor, Bert Van Raemdonck, no Flickr. 

Apesar da construção ser digital e, talvez, permitir assim algumas conexões que não sei se ficariam tão seguras em ABS, a verdade é que existem vários detalhes muito interessantes pela originalidade do efeito produzido. Aliás, todo o conceito de teatro está muito bem apanhado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Torre solitária

por baixinho, em 19.05.21

DSC_0030

Roger Cageot continua com os seus MOCs hiperrealistas onde as peças LEGO são levadas ao extremo. Este MOC pode não chamar tanto a atenção como o anterior do Roger, no entanto tem vários detalhes que juntos o tornam bastante especial. Vale a pena espreitar as várias imagens na galeria do MOC.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:01

Os MOCs de Takeshi Itou

por baixinho, em 16.04.21

As construções deste AFOL japonês foram uma das minhas primeiras referências a nível de construções medievais. Foi muito activo entre 2002 e 2005 e depois disso apenas apresentou ocasionalmente alguns MOCs, sendo o último de 2019. 

Ao longo de quase duas décadas o seu estilo pouco mudou, o que dá um aspecto bem uniforme à apresentação de cada uma das construções. Basta verificar a pasta dele no Brickshelf para perceber que todos os seus MOCs facilmente enquadram-se num tema único.

Alguns poderão afirmar que o estilo de construções dele é ultrapassado ou datado já que apenas utiliza técnicas de construção básicas, no entanto não consigo deixar de olhar para essa característica como algo também a apreciar. É quase como dizer que a música clássica é ultrapassada ou datada...

Por isso mesmo adoraria experimentar algo deste género, construir um MOC neste estilo. Uma fantasia épica, ambiente pacífico e monumental, utilizando maioritariamente peças básicas, uma palete de cores limitada e, aqui é que será sempre difícil de cumprir, cingir-me a estilos de construção mais básicos. Sim, prevejo que este tipo de limitação não facilite a construção do MOC.. muito pelo contrário.

Claro que não é uma coisa que vá fazer brevemente (já tenho um outro projecto em curso e ainda outro na calha), mas definitivamente está na minha lista. 

ps. Sim, os fundos que ele faz para as suas fotografias, são lindíssimos

pps. Interessante verificar que a dimensão das fotos vai aumentando. Em 2002 as fotografias tem apenas 400(!) pixeis de largura, em 2011 tem 800px e em 2019 já tem 1024px.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:51

Castelo do rio Azul Petróleo

por baixinho, em 13.04.21

Teal River Fortess

Pelo menos é assim que o tio Google traduz Teal. Sim, sempre pensei que fosse azul turquesa, mas deixo essas considerações para os mais entendidos.

Esta construção do Tirrel Brown tem muitos detalhes que me encantam. É aparentemente simples, tem um esquema de cores com áreas bem delineadas, o teal na água fica demais e os vários componentes estão bem dispostos dando espaço a cada um deles brilhar.

O Tirrel já não mostrava novas construções há cerca de 5 anos. Pode dizer-se que fez uma reentrada neste mundo de forma espectacular.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Deixa-o Passar

por baixinho, em 17.03.21

“ Let him pass “, The city Gates to Morwen

Já há algum tempo que não destaco uma boa e imponente criação medieval. Ok, a questão do imponente pode ser questionável quando comparada com outras construções enormes que se vê por aí. No entanto é uma característica que me chama a atenção muito provavelmente pela forma que as torres se destacam em relação ao restante. 

Pena o autor, Søren Johansen, não ter colocado fotografias com um fundo neutro. No entanto brindou o pessoal com imensas fotografias onde podemos apreciar vários detalhes do MOC.

Via EuroBricks.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

A citadela do povo da floresta

por baixinho, em 19.07.20

Forestmen Citadel complete

Lembram-se destes rascunhos?

Aqui está o resultado final. Shannon Sproule concluiu o seu projecto, inevitavelmente com várias modificações.

Forestmen Citadel complete

Apesar da parte da árvore estar construída em SNOT, penso que capta na perfeição este tema do final dos anos 80.

Tema que apesar de ter aparecido durante as minhas dark ages*, captou sempre a minha atenção e um dos meus grandes achados como AFOL até foi um 6054 Forestmen's Hideout novinho em folha numa papelaria.

 

* engraçado, utilizei este termo duas vezes esta semana. Agora pergunto-me, até que ponto os novos AFOLs conhecem este termo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:10

Runnelwood Castle

por baixinho, em 17.07.20

Runnelwood Castle

Esta é a primeira de três castelos (acompanhados pelo respectivo dragão) que Aaron Newman está a apresentar. Apesar de, na sua maior parte, ser relativamente simples, o efeito geral é muito bom. Gosto particularmente do esquema de cores, da parte do castelo em adobe (?) e madeira, da inclinação da parte inferior das muralhas e, claro, do micro-dragão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:17

Kenilworth Castle

por baixinho, em 06.07.20

Kenilworth Castle

Esta representação de um castelo histórico pelo Simon Pickard pode parecer simplicista à primeira vista. No entanto a colocação de várias peças na diagonal, a correcta proporcionalidade, os detalhes como os contrafortes, o relevo e variedade nas árvores torna-a bastante mais interessante do que se poderia supor com uma visão superficial.

Dá vontade de fazer o mesmo com alguns castelos portugueses.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:18

Terça-feira do Ideas: Fantasy Castle

por baixinho, em 09.06.20

Este projecto do Jcreations912 até pode fazer lembrar um pouco o Löwenstein Castle lançado pelo Bricklink no ano passado. No entanto há vários pormenores que o tornam mais interessante.. pelo menos para mim.

É uma construção condensada mas, ao mesmo, mais à escala; com pormenores mais ricos e variados; mais colorida e proporcionadora de diferentes aventuras; e por fim, minifigs bem mais interessantes.

Não sei o número de peças que esta construção consome, mas tendo em conta outros conjuntos Ideas, não me parece que seja um grande problema. Em termos de técnicas e como se pode ver neste vídeo, também não me parece que seja outro problema. Principalmente tendo em conta que uma delas foi claramente inspirada no 21318 Casa da Árvore 

Neste momento tem 1 879 apoiantes e ainda tem 586 dias para chegar aos 10 000. Aqui ficam as minhas previsões:

Chegará aos 10 000 apoiantes?

O autor não é propriamente conhecido e apesar de ter inúmeros projectos, nenhum deles conseguiu surpreender pelo número de apoiantes. 

Vamos acreditar que espontaneamente este projecto crie algum buzzz e chegue aos 10 000 apoiantes.

Se chegar aos 10 000 apoiantes, a LEGO irá torná-lo num set oficial?

Sim, sim, sim. Seria o set medieval perfeito.

A menos que já esteja outro na calha :)

A ser um set oficial, entraria na minha wishlist?

Sim, sem dúvida alguma. 

Acho este projecto simplesmente bonito e potencialmente um excelente set. Com certeza que não iria resistir.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Terça-feira do Ideas: The Castle in the Forest

por baixinho, em 11.02.20

Na semana passada ao percorrer o Ideas vi este projecto e estive mesmo para falar dele, mas depois reparei no dragão do Miyasaki e fiz este artigo. Portanto para esta semana bastou ir à aba do browser recuperar este interessante e nostálgico projecto para fazer este post

Apesar de reconhecer que a LEGO evoluiu imenso nos últimos anos, ainda continuo a achar que a época de ouro da empresa foram os anos 80. Sim, eu sei que a nostalgia ajuda e distorce essa percepção, mas ao olhar para os conjuntos e, especialmente, para os temas da altura não consigo deixar de ver que na simplicidade estavam várias qualidades que hoje de alguma forma estão perdidas. Primeiro os temas eram contínuos e facilmente um set de 81 encaixava num set de 89 do mesmo tema. Hoje em dia fora um ou outro tema, isso não acontece.. primeiro porque os próprios temas desaparecem. Segundo porque apesar de a jogabilidade ser considerada, nos anos 80 o factor construção era preponderante. Os conjuntos estavam preparados para serem outras coisas já que a maior parte das peças e até minifigs eram genéricos e poderiam tomar outras funções. Hoje em dia há tanta especificidade nas peças e minifigs que na maior parte dos temas é praticamente impossível pegar nas peças de um set e transformá-lo numa outra coisa.. e estou a divagar e com certeza que mais tarde voltarei a este assunto.

Este projecto do poVoq evoca a nostalgia dos mais velhos mas também realça as potencialidades de um tema completamente menosprezado pela LEGO. À semelhança do Pirate Bay, consegue pegar nas características principais de um tema e dar-lhe uma lufada de ar fresco misturando técnicas novas mas sem esquecer a simplicidade dos bons tempos. Sim, lá estou eu com as nostalgia.

Neste castelo temos vários pontos interessantes, desde a diagonal utilizada numa das paredes, o esquema de cores e a evocação directa de alguns conjuntos antigos. Não me parece que a adaptação a um conjunto LEGO com todas as suas restrições seja uma tarefa impossível.

Neste momento tem 4 635 apoiantes e ainda tem 576 dias para chegar aos 10 000. Aqui ficam as minhas previsões:

Chegará aos 10 000 apoiantes?

Talvez sim.

Por um lado o fenómeno do Pirate Bay e de outros projectos fazem-me crer que alguns projectos nostálgicos conseguem chegar lá.

Se chegar aos 10 000 apoiantes, a LEGO irá torná-lo num set oficial?

Sim. Espero que sim.

A razão é simples, o Pirate Bay conseguiu-o. Este projecto encaixa-se da mesma forma e se o Pirate Bay for um sucesso de vendas, a LEGO nem deve pensar muito no assunto para avançar.

A ser um set oficial, entraria na minha wishlist?

Sim. Iria ser uma fonte de peças muito interessante e confesso que o acho até mais interessante que o Pirate Bay!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


subscrever feeds