Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


21318 Tree House, entrevista ao designer César Soares

por baixinho, em 29.07.19

César “CesBrick” Soares é o designer do conjunto 21318 Tree House, um dos conjuntos Ideas que mais furor tem feito junto dos AFOLs nos últimos tempos. Furor que não é inesperado, já que este conjunto além de ser uma delícia para os olhos é composto por uma variedade de peças que faz salivar qualquer AFOL construtor.

Aproveitando que conheço o César, já que fazemos parte do mesmo LUG (Comunidade 0937), questionei-o se acedia a uma pequena entrevista aqui para o blog. Mesmo estando de férias, o César aceitou prontamente mesmo tendo em conta o formato pretendido, uma conversa informal através do email que se alongou através de vários dias.

Sem mais delongas, aqui está o resultado dessa conversa.

LB O projeto do KevinTreeHouse está muito próximo da linha de MOCs que vinhas fazendo, principalmente antes de ingressares na LEGO. Quando foi aprovado, o pessoal do departamento do LEGO Ideas veio falar contigo ou tu é que lhes basteste à porta e disseste que este projecto tinha que ser teu e para isso mostraste-lhes a tua galeria na Comunidade 0937 como currículo?

CS O projecto de LEGO Ideas por norma não tem uma equipa de designers fixa. Uma das razões para isso é o facto de se querer que seja um projecto de paixão para o designer. No meu caso, assim que me apercebi que o projecto do Kevin iria atingir os 10 000 votos, apressei-me a fazer um sketch model com o intuito de o mostrar ao creative leader do Ideas e assim mostrar o meu interesse de fazer a versão final do conjunto, caso fosse escolhido para o efeito. Este sketch foi bem mais simples e um pouco mais pequeno que a versão final, mas serviu para mostrar o potencial de um set deste estilo. 

LB Não tinha noção que os designers ficam à coca dos vários projectos do Ideas que se aproximam dos 10 000 apoiantes. Fico curioso com o que acontece quando há mais de um LEGO Designer interessado num mesmo projecto.

Mas fico ainda mais curioso com uma possível imagem desse sketch model. Penso que é um ponto comum a muitos AFOLs. Ver sketchs models pode ajudar a perceber como um set é desenvolvido.

CS Não ficam por norma, a não ser alguns AFOLs que tem interesse num ou noutro projeto. No meu caso faltavam cerca de 50 votos para os 10 000 e eu gostei tanto do conceito do Kevin que pensei que se fosse escolhido eu gostaria muito de o fazer. E atenção, o fato de um designer fazer um sketch model nao quer dizer que vá ser realizado. Apenas pode ajudar a mostrar a viabilidade de um determinado conjunto. Quando mais que um designer mostra interesse, normalmente o set é desenvolvido em conjunto. 

Infelizmente não estamos autorizados a mostrar fotografias de sketchs models (apenas em casos muito especiais). Para este set, tirando o primeiro, devo ter feito pelo menos mais cinco diferentes. Explorando tamanho, forma, cores e texturas. 

LB É muito diferente desenhar um set Ideas de um set normal? Estás ligado aos produtos licenciados (com IP, tipo Star Wars) e portanto representam por norma veículos, cenários ou situações criados por outras entidades. No entanto no Ideas estás a criar algo a partir de um conceito já em LEGO. Isso cria facilidades, ou pelo contrário, dificuldades?

CS Eu diria que é diferente, não necessariamente mais difícil ou mais fácil. Continuas com o objetivo de tentar criar um conjunto que seja o mais próximo possível de uma ideia já existente. Claro que podes sempre utilizar técnicas ou determinadas peças específicas do criador original e isso pode facilitar, mas por outro lado, por vezes tens situações em que técnicas ilegais são usadas e tens de encontrar forma de fazer igual ou parecido utilizado apenas técnicas legais. Neste caso específico para mim pessoalmente a grande diferença foi que este conjunto foi o primeiro que fiz com a idade recomendada de 16+, o que comparado com a média que por norma estou habituado (8-10), me permitiu utilizar técnicas bastante mais complexas e criar uma experiência de construção mais envolvente e um resultado final que espero que agrade a muitos AFOLs.

LB Abordaste algo que agora estou muito próximo, a questão das idades aconselhadas para determinados tipos de construção. O que profissionalmente tenho sentido é que a variabilidade é tão grande que dizer que um conjunto é 6+ é talvez uma média e não um limite. Encontro crianças que com 4 anos podem achar um 6+ simples de construir e posso encontrar miúdos já com 9 ou até 10 anos que coçam a cabeça e sentem enormes dificuldades em seguir as instruções desse mesmo conjunto.

Claro que isto é algo que não é exclusivo da LEGO, já que outras marcas devem enfrentar os mesmos problemas. No entanto fico curioso com as características que a LEGO utiliza para poder tabelar os seus conjuntos. Número de peças, quantidade necessária de peças por instrução, número de cores devem ser as características esperadas. Mas falas também de técnicas. Existe alguma lista de técnicas de construção com a idade aconselhada? :) 

CS A idade aconselhada é mesmo isso, aconselhada. De acordo com uma série de directrizes mais ou menos estabelecidas e as quais tentamos seguir, ao desenharmos um set temos sempre em consideração coisas como uma criança de 6 anos, em geral, ter dificuldade em distinguir a esquerda da direita (daí evitarmos wedges para essas idades, por exemplo) ou ainda de que um tile 1x2 da mesma cor de um tile 2x3 é facilmente confundido. 

Portanto, não existe uma lista de técnicas de construção aconselhadas mas temos sim um série de directrizes (algumas oficiais outras menos mas que com a experiência e o feedback do consumidor acabam por ser seguidas por nós) que tentamos seguir para determinada idade aconselhada. 

LB Interessante e profissionalmente ficaria muito curioso com essa série de directrizes. Facilmente me lembraria das tiles semelhantes mas confesso que não me lembraria da questão da lateralidade, algo que até tropecei várias vezes quando trabalhei com robótica com miúdos do 1º ciclo.

Entretanto a Tree House foi anunciada e no Fórum 0937 gerou-se uma conversa bastante interessante que pode ser lida e participada aqui.

Voltando à questão deste set ser um projecto Ideas e portanto algo gerado por um AFOL. Não particularizando com o Kevin, já que acredito que tenhas tido alguma noção do que se passou pelo menos com alguns dos anteriores Ideas, como é que é uma relação entre o LEGO Designer responsável pelo set e o criador original? Basicamente e exemplificando os extremos, os criadores originais são uns chatos porque querem que o set seja o mais parecido possível ao seu projecto ou não querem saber e só perguntam quando é que vão receber o carcanhol?

CS Dependendo do projeto, e por várias razões o nível de envolvimento dos fãs foi sempre diferente. No caso do Kevin, a situação foi facilitada pelo fato de ele ter ido a Bilund um dia (por conta própria) e ter levado a Tree House com ele. Encontramo-nos por umas horas e eu tive a oportunidade de discutir com ele alguns pontos sobre como iria ficar o set final, sobre expectativas e ambições. Ele demonstrou alguma preferência por algumas coisas, como as cabanas serem os mesmos aposentos que a versão dele ou as lanternas penduradas em alguns ramos. E eu mantive, dentro do possível, alguns dos desejos dele. Foi-lhe também dada a oportunidade de escolher uma inscrição na peça que imita as letras gravadas no tronco da árvore. No fim ele viu o resultado final do set por Skype e ficou bastante contente com o resultado, embora em bastantes pontos, tenha sido substancialmente diferente da versão dele. 

LB Fico bastante contente pelo interesse mostrado pelo Kevin com o desenrolar do desenvolvimento do set. Penso que a peça com o "Build Your Dreams K.F." é uma excelente forma de a LEGO mostrar agradecimento. É daqueles pormenores que fazem com que este set suba mais uns lugares na sempre mutável wishlist pessoal.

Pessoalmente dividiria os sets Ideas em três grandes grupos. Os licenciados de filmes e séries, os baseados em veículos reais (por exemplo o 21309 NASA Apollo Saturn V) e os inspirados em construções originais dos fãs. Apesar da minha animosidade à proliferação de sets licenciados, acredito que até sejam estes que vendam mais no Ideas. A LEGO Ideas tem alguma política na distribuição entre licenciados e originais?

CS A LEGO tem um portfolio muito abrangente com IPs para quase todos os gostos e temas criados e desenvolvidos pela LEGO. Na minha opinião existe um balanço bastante saudável entre os dois e isso aplica-se também ao Ideas. Mas claro que neste caso há uma outra componente: as criações são as que os fãs submetem, por isso pode haver alturas (review stages) em que haja mais IPs e outras em que haja mais não IPs e isso pode influenciar o tal balanço. Mas não há nenhuma regra ou número fixo em relação a quantidades de um ou de outro.

LB Eu bem digo que a culpa da LEGO ter muitos conjuntos IP é porque os clientes compram :). No Ideas então a culpabilidade é a dobrar :)

Sendo um AFOL e sabendo de muitas "necessidades" dos AFOLs, quando desenhaste este conjunto em particular, tiveste alguma atenção a esta comunidade? Por exemplo peças que são úteis para determinado tipo de construções, peças em cores raras, etc.

CS Sim, claro. Além de tentar evitar coisas já "pré-fabricadas", como cadeiras, lanternas ou gavetas e com isso possivelmente contribuir para uma melhor experiência de construção, tentei utilizar peças que acho que seriam úteis, como slopes e bows variados em vários tons de castanho, utilização de peças apenas impressas ou uma multitude de peças em medium dark flesh que são relativamente incomuns. Para além, claro, da quantidade enorme de folhas em cinco cores diferentes. É um dos aspetos mais virado para AFOLs que consigo pensar neste set, pois não há nenhum outro que se aproxima da quantidade de folhas deste.

LB Realmente este conjunto é uma verdadeiro pack de folhas e por cima em dois conjuntos de tons diferentes.

Sabendo que a LEGO tem nas suas hostes vários AFOLs (ou ex-AFOLs), sentes que isso possa ter melhorado a qualidade dos sets lançados?

CS Eu acho que a maioria dos AFOLs que são designers tem um pouco mais de cuidado em pensar um bocadinho em coisas como colocar peças raras em algum set ou variar um pouco mais as cores interiores para proporcionar peças mais variadas. Mas acho que a maior vantagem é mesmo terem uma abertura maior para a comunidade AFOL. Tem mais propensão para ir a convenções e eventos e falam, por norma, mais com os fãs, etc. Relativamente à qualidade dos sets acho que há excelente designers vindos da comunidade AFOL mas também os há sem o ser

LB Este é, para já, o maior set Ideas. Sentiste uma maior responsabilidade?

CS Sim, este é o maior set Ideas até agora e eu sabia desde o momento em que ficou decidido que a escala seria similar ou que andaria perto do número de peças do 21311 Voltron. Mas não houve nenhum esforço consciente para o ultrapassar. O briefing era fazer um set que se distanciasse de todas as treehouses que a LEGO fez até hoje em temas como Creator ou Friends. Isto implicou um nível de detalhe e complexidade que fez elevar o número de peças (como por exemplo todas as cabines terem tiles no chão ou o efeito mais realista do riacho). Não senti mais responsabilidade por ser o maior mas mais por ser bastante complexo e orientado para um público-alvo de idades mais avançadas.

LB Inicialmente não previa que o número de perguntas pudesse chegar aos dois dígitos, portanto esta é a última e mais geral. 

Sabendo que tens um passado extremamente rico em MOCs, como foi a adaptação à forma de construir (desenhar) sets LEGO?

CS A minha transição de fã para Designer, não obstante os meus MOCs serem de uma forma geral de natureza bastante frágil, foi muito boa. Em primeiro lugar a LEGO quando se inicia a carreira de designer oferece formação em como, mesmo conhecendo bem o sistema LEGO, deve ser o design de um set em termos de segurança, estrutura, adaptação a idade-alvo, estabilidade, etc etc. Em segundo lugar, é atribuído um mentor, um senior designer, que durante os primeiros meses tem a função de  guiar e "ensinar" muitas coisas, e isso é uma ajuda enorme. Depois, nada é apressado. Tudo é bem planeado e atempado o que facilita uma integração maior. E claro que todos os sets LEGO passam por um rigoroso processo de qualidade e controlo o que leva a que se tiveres ideias mais "excêntricas"  são muito provavelmente logo cortadas! O Designer é normalmente associado a um determinado set, mas na realidade há uma enorme equipa por trás de cada um deles e sem a qual seria impossível termos os conjuntos com a qualidade que temos nas prateleiras.

 

Um grande obrigado ao César por esta entrevista que enriquece os conteúdos AFOL em português. Como é de prever, esperamos que continue a criar brilhantes sets e MOCs representando de forma brilhante a bandeira portuguesa no mundo LEGO.

Não se esqueçam de dar uma vista de olhos no press release and facts deste set neste meu post. Aconselho também a ver o vídeo sobre o set aqui. Por fim, não se esqueçam que o César irá estar presente na próxima Comic Con Portugal!!

 

ps. Imagens provenientes do Brickset.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

O glorioso 21318 Tree House

por baixinho, em 23.07.19

Engraçado, o nome com que me chegou o press release é 21318 LEGO Ideas Tree House. Talvez para vincar a origem do conjunto e, se calhar, também para distinguir de outros conjuntos (nomeadamente Friends e Creator) que foram lançados recentemente. É que este conjunto tem tudo para merecer distinção.

Vou ser sincero, não apostaria que o projecto original (aqui) chegasse aos 10 000 apoiantes e chegando também não apostaria que a LEGO o lançasse (apesar de achar que valeria a pena). Ainda bem que não apostei :)

Ainda bem porque é para este tipo de sets que acho que o Ideas vale a pena. Ideias novas e refrescantes que não estão dependentes de licenças. Sim, os Ideas licenciados são óptimos para atrair possíveis novos AFOLs, mas estes são excelentes para AFOLs. AFOLs que o que lhes interesse realmente é o LEGO. Sim, penso que os expoentes máximos do programa Ideas são sets como o 21109 Exo Suit, 21301 Birds, 21310 Old Fishing Store entre outros.

Mas antes de começar a opinar sobre este conjunto, fica aqui o habitual press release:

21318 LEGO® Ideas Tree House

Ages 16+. 3036 pieces

US $199.99 – CA $269.99 – DE €199.99 – UK £179.99 – FR €199.99 – DK 1799DKK –AUS $279.99

*Euro pricing varies by country.  Please visit shop.LEGO.com for regional pricing.

Detailed Tree House model to challenge LEGO® builders and inspire endless play!

Build, display and play with this intricately detailed, 3,036-piece LEGO® Ideas 21318 Tree House playset. A complex build for experienced LEGO builders that all the family will love to play with, it features a landscape base and 3 LEGO tree house cabins—a main bedroom, bathroom and kids’ room. The tree has interchangeable sets of green summer leaf elements and yellow and brown fall leaf elements—these and various plant elements on the base are all made from sustainable-plant-based polyethylene plastic—and the treetop and cabin roofs are removable to allow easy access. The model is packed with play-inspiring features including a buildable picnic table and seats, swing, bonfire, treasure map and hidden gem element to play out a treasure hunt, and a wind-up crane on the balcony of the bedroom cabin. A great birthday gift, this unique creative toy comes with mom, dad and kids minifigures, plus a bird figure, to role-play fun family scenes. It also includes a booklet with building instructions and information about this LEGO Ideas set’s fan creator and LEGO designer.

  • This LEGO® Ideas set includes 4 minifigures: mom, dad and 2 children, plus a bird figure.
  • This challenging, 3,036-piece building toy features a landscape base, tree with interchangeable sets of green (summer) leaves and yellow and brown (fall) leaves, and a LEGO® Tree House with 3 cabins—main bedroom, bathroom and kids’ room.
  • The treetop and cabin roofs are removable for easy access and play.
  • Landscape base features a buildable picnic table with 4 minifigure seats and assorted elements to create a picnic, plus a buildable stream, swing (hanging from the tree), bonfire, hidden gem element, plant and bush elements, and a ladder to the cabins.
  • Tree foliage features over 180 botanical elements made from plant-based polyethylene plastic using sustainably sourced sugarcane. Assorted plant elements around the tree are also made from this plant-based plastic. This is the first milestone in LEGO® Group’s ambitious commitment to make products using sustainable materials by 2030.
  • Main bedroom cabin features a buildable bed, and assorted elements including hidden scissors (as a reference to the fan creator’s day job as a hairdresser), ship in a bottle, compass, clock plus a balcony with a hand-operated, wind-up crane to lift items up to the cabin.
  • Bathroom features a buildable bathtub, toilet and sink.
  • Kids’ room features bunk beds and assorted elements such as a book and treasure map.
  • This LEGO® Ideas creative toy comes with a booklet with building instructions and information about this awesome set’s fan creator and LEGO designer.
  • Measures over 14” (37cm) high, 10” (27cm) wide and 9” (24cm) deep.

Desta vez a LEGO também disponibilizou alguns factos sobre este set:

LEGO IDEAS Treehouse  

  • The LEGO Ideas Treehouse celebrates Kevin Feeser’s design for its endless creativity that its unique to the LEGO System in Play and its embodiment of the LEGO Group’s sustainable materials challenge.
  • All 185 leaves and plants in the treehouse are made from plant-based plastic – the largest number of plant-based elements in a LEGO set so far.
  • A list of the elements made from plant-based plastic is included on the top of the packaging.

The LEGO Group’s sustainable materials mission 

  • The LEGO Group is on a mission to make all LEGO bricks sustainably by 2030.
  • For the LEGO Group, a sustainable material must have a reduced environmental footprint, be produced responsibly using renewable resources, and meet our high standards for safety, quality and durability. 
  • High standards for sustainability, safety, quality and durability mean that there are no simple replacement materials on the market, and the LEGO Group is working with suppliers, research institutions and other industries to develop new materials to be used in the LEGO bricks of the future. 
  • The LEGO Group has an ambition to find sustainable packaging alternatives by 2025 that are renewable, efficient and recyclable.

LEGO elements made from plants 

  • All the trees, leaves and bushes and many of other elements in our LEGO sets, more than 80 types, are now made from green polyethylene, which is made from ethanol produced from sustainably sourced sugarcane.
  • The sugarcane is grown in Brazil, is sourced responsibly and does not compromise food security. 
  • Polyethylene is just one of many materials used in LEGO elements, and the LEGO Group expects the materials of the future will be made from both plant-based and recycled sources. 
  • Customers can expect the same high quality of ourplant-based elements. The elements do not biodegrade…because we want to make safe, functional and durable products that can be played with for generations.

A LEGO destaca, e bem, a sua preocupação e investimento na questão do sustentável (o neo-ecologismo dos anos 80), algo que daria para uns bons artigos de opinião, não fosse a minha crónica falta de tempo.

Este conjunto do nosso César “CesBrick” Soares, baseado no projecto do KevinTreeHouse, tem tudo para ser um sucesso. O César pelo seu estilo de construção enquanto AFOL tem todos os conhecimentos para fazer do projecto original, um set interessante não só a nível da jogabilidade, mas também como uma estrutura imponente, vistosa e com técnicas avançadas que tornem a construção um deleite.

Confesso que estou muito curioso quanto à construção deste set e estou mesmo perto de o integrar na minha wishlist. Além disso deve ter um manancial de peças interessantes e úteis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:01

Ferreiro

por baixinho, em 29.05.19

Blacksmith

Ainda pensei destacar umas das últimas fotografias de um certo AFOL sérvio, mas esta construção colorida do César "CesBrick" Soares lá me fez voltar ao mote deste blog. Como está nas descrição no Flickr, não foi preciso grandes técnicas ou utilizações de peças de forma arrojada para construir um MOC extremamente vistoso que é a alegria para qualquer AFOL inclinado para construções medievais. De certa forma invejo a utilização de cores nada habituais que no fim de tudo resultam num esquema atraente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:01

Greenhouse

por baixinho, em 23.03.19

Greenhouse

O nosso César "CesBrick" Soares continua a supreender-nos com MOCs extremamente detalhados e inúmeros detalhes originais. É um exercício agradável para qualquer AFOL esquadrinhar construções deste género.

Fica aqui o link da apresentação deste MOC no fórum 0937, onde podem comentar em português e receber respostas directas do próprio autor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:27

Tuscania

por baixinho, em 19.01.19

Tuscany

O "nosso" César CesBrick Soares desta vez aventurou-se por paisagens italianas e presenteia-nos com este detalhado MOC. São tantos os pormenores que não vale a pena destacar todos. Fico-me pela paredes dobrada, pelas contras e pela utilização minuciosa dos cheeses nas paredes. Ahh, e as cores!

Nota-se também que construir este MOC é provavelmente um bom escape às regras do desenho de um set LEGO. :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:06

Os prazeres nos confins do mundo

por baixinho, em 02.09.18

Untitled

O César "CesBrick" Soares continua a maravilhar a comunidade AFOL, apesar do seu trabalho desgastante como Designer da LEGO, com os suas belíssimas construções. Esta pequena ilha tem uma superfície desconcertante que só alimenta ainda mais o interesse nos pequenos grandes detalhes que pululam pelo MOC. Vale a pena ver a imagem o maior possível para descortinar todos esses detalhes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00

O Marvin é o maior!

por baixinho, em 03.07.18

GM-20 (Marvin) 2033 Model

Basicamente o César CesBrick Soares consegue meter o nariz em praticamente todos os temas e a última construção é mais uma prova disso. Além das esperadas peças raras ou com utilizações inusitadas, adoro ver pormenores simples como o nível da vegetação ou as engrenagens.

Pergunto-me é o que o robô vai fazer agora com aquelas lâminas rotativas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:30

Junto ao lago

por baixinho, em 20.04.18

Green Fish Inn

César CesBrick Soares volta ao tema em que ficou conhecido, habitações medievais. Desta vez temos uma pequena estalagem junto a um lago recheada de pormenores como é habitual neste autor português. Como sempre, aconselho a seguirem o link na imagem para melhor verem a quantidade e qualidade de pormenores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:05

Gas Station

por baixinho, em 27.03.18

General Store

Sim, eu sei que o César CesBrick Soares colocou o nome de General Store a este MOC, mas a primeira expressão que me ocorreu foi mesmo o título que dei a este post.

Como sempre o César utiliza as peças LEGO como meio para chegar ao seu objectivo de forma ímpar e sem olhar a grandes limitações. Além do festival de pormenores, o resultado final é simplesmente gracioso o suficiente para dar vontade de ter o MOC em cima da secretária para observar com prazer sempre que se puder.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:29

Em Portugal também se fazem coisas bonitas com LEGO (parte 40)

por baixinho, em 13.11.17

Just like a doll's house

César "CesBrick" Soares volta ao ambiente que o notabilizou com a cabana da Branca de Neve (sim, é ela ali no canto esquerdo) onde a quantidade de pormenores continua a ser bestial.. mas desta vez sem tantas paredes inclinadas.

Para melhor apreciar este MOC aconselho abrir numa resolução muito maior da que o monitor permite. Depois escolher um tema e andar a esquadrinhar a fotografia toda deliciando-se com os pormenores. Por exemplo, eu primeiro andei a ver a vegetação toda.. depois passei para a casa focando-me no trabalho das madeiras e nas pedras... depois andei nas ferramentas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:29

All stars

por baixinho, em 12.10.17

Skærbæk Designer Space Race Collaboration

Markus Rollbühler desafiou alguns dos seus colegas LEGO Designers para construirem naves de corrida e o resultado é o espectáculo acima. Várias formas, várias técnicas, vários tipos de peças e tudo com uma qualidade acima da média. Destaco o trabalho do Chris Perron que já tinha destaco aqui; o trabalho do "nosso" CesBrick que pode ser visto aqui; e o trabalho do Tokyo Tag Team que pode ser visto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30

Em Portugal também se fazem coisas bonitas com LEGO (parte 39)

por baixinho, em 11.10.17

Café shop

Eu sei que o homem não anda por Portugal, mas penso que podemos considerar esta como uma construção portuguesa. Agora é aumentar a imagem ao máximo e ver todos os pequenos pormenores que fazem desta construção uma delícia para qualquer AFOL.

Humm, tenho que dizer que é do César CesBrick Soares?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:28

Em Portugal também se fazem coisas bonitas com LEGO (parte 37)

por baixinho, em 10.09.17

Bumblebee

Quando era novo os Transformers nunca me atraíram muito e apesar do primeiro filme ter-me dado alguma curiosidade, os seguintes trataram logo de afastá-la :)

César "Cesbrick" Soares mostra outra vez as suas qualidades na construção com peças LEGO não deixando nada ao acaso. Mas mesmo nada.

É um mimo aumentar a imagem no Flickr e apreciar todos os pequenos pormenores desta beleza e andar a descobrir todas as diferentes peças utilizadas e o tipo de conexões que as ligam. Prometo que é um bom e enriquecedor exercício para esta tarde de domingo :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:24

Em Portugal também se fazem coisas bonitas com LEGO (parte 24)

por baixinho, em 03.01.17

Guarded Inn small size photo



Esta construção do Guilherme "Gads" Santos faz lembrar um pouco os trabalhos do César "CesBrick" Soares, no entanto tem o seu mérito próprio e o bónus de ser uma reinterpretação de uma construção sobejamente conhecida no mundo AFOL, o 6067 Guarded Inn (reeditado anos mais tarde como o 10000 Guarded Inn). Conhecido por ter misturado de forma perfeita a componente bélica habitual dos conjuntos medievais com a parte civil da época.


Bem que a LEGO podia lembrar-se disto mais vezes.


Guarded Inn comparison


Quanto à construção do Gads, adorei a forma como alguns componentes mudarem para cores mais realistas, mas sem deixar o ar cartoon da construção. Também penso que a movimentação da torre para fora o centro do telhado dá, em conjunto com a adição de vegetação. um toque charmoso ao MOC.


Será que temos um herdeiro do César?


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:34

MOCs destacados no Facebook

por baixinho, em 10.11.16

Nightmare Before Christmas



Como construtor de MOCs gosto de apresentar as minhas construções com o objectivo primordial de receber algum feedback. Desde o simples reconhecimento do favorito no Flickr até aos importantes comentários dos meus pares seja no Fórum 0937 (ou outro), no meu blog ou até no próprio Flickr. Penso que a maioria dos outros AFOLs que apresentam os seus trabalhos, também sigam os mesmos objectivos ou semelhantes.


Por isso fico algo irritado quando navego no Facebook* e dou com fotos de construções interessantes e nenhuma informação sobre o autor das mesmas. Nem um mísero link para a galeria no Flickr (ou Brickshelf, ou MOCPages, etc) ou sequer uma menção ao nome/nickname para se poder "googlar".


É que além de não conseguir dar o feedback ao autor da obra (de que serve fazer like ou comentar no Facebook na conta de alguém que não tem nada que ver com a construção?), também não posso ver outras fotografias da construção ou aplacar a curiosidade de ver outros trabalhos do homem.


Por isso pergunto-me, qual o objectivo de colocar MOCs no Facebook sem qualquer ligação à origem se nem o autor nem quem vê saí beneficiado? Louros para quem faz o post?


Pois, pessoalmente acho que nem quem faz isto sai beneficiado, já que, no meu entender, mostra um comportamento próprio de um ignorante.


Por outro lado temos o fenómeno de o autor apresentar os seus MOCs apenas no Facebook.. hum bom tema para um outro artigo aqui na LegOficina. :)


 


*refiro o Facebook porque é o local onde observo este fenómeno com mais regularidade, mas acredito que aconteça também, noutras redes sociais online.


**ahh, imagem de um excelente trabalho do português emigrado na Dinamarca, César "CesBrick" Soares.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:53

SHIPtember 2016 (parte 8)

por baixinho, em 02.10.16

OASIS


Ok, já estamos em Outubro.. mas simplesmente não consigo deixar de falar desta sensacional nave construída pelo português César "CesBrick" Soares. Destaco logo à partida o esquema de cores que reforça o realismo já dado pelo formato geral da nave e é aprimorado por uma excelente apresentação. Depois é só seguir o link na imagem e aumentá-la de forma apreciar todos os pequenos pormenores.


Não é difícil de olhar para esta nave e pensar que saiu de um filme ou videojogo.


 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:56

E Vão Cinco

por baixinho, em 09.12.15


Hoje a Comunidade 0937 divulgou que três dos seus membros foram contratados pela LEGO como designers.


César "CesBrick" Soares, Pablo "pabloglez" Gonzalez e Tiago Catarino juntam-se a outros dois membros da C0937, o Marcos Bessa e ao Ricardo "evildead" Silva, no quartel general da LEGO em Billund, Dinamarca.


É com grande orgulho que vejo esta notícia. Fui um dos fundadores e continuo a ser bastante ativo na Comunidade, ver três dos nossos serem escolhidos para trabalhar na empresa que fabrica as peças do nosso hobby só representa que temos trabalhado bem e com qualidade.


Espero sinceramente que corra tudo bem com eles e acredito que alimentarão este nosso hobby com conjuntos de qualidade!


Notícia na Comunidade 0937.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:49

Em Portugal também se fazem coisas bonitas com LEGO (parte 4)

por baixinho, em 15.09.15

Point Dume Residence


Corro um sério risco de colocar nesta secção todas as construções do César "CesBrick" Soares. Como sempre consegue surpreender, desta vez com uma vivenda de luxo com tudo para se passar umas boas férias.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:23

Em Portugal também se fazem coisas bonitas com LEGO (parte 2)

por baixinho, em 02.08.15

Claro que o meu post do passado dia 5 de julho não foi um acaso. As construções bonitas com a marca made in Portugal continuam a aparecer, mesmo apesar de ter pensado que com o Verão as coisas acalmassem :)


The Floating Island of Todaidh Beag



Primeira fica esta ilha flutuante do César "CesBrick" Soares. Construída de forma excelente tem uma forma bem orgânica que a torna facilmente credível.. pelo menos para desenhos animados :)


Pessoalmente e como era de prever fiquei encantado com o pequeno dirigível. Ver mais fotos clicando na(s) foto(s)!


Mario Bits



Esta cena do mais que conhecido Super Mario construída pelo Catarino está perfeitamente e facilmente identificável. O colorido da LEGO assenta muito bem na representação deste tipo de jogos.


 


Battleship USS Missouri BB-63 - LEGO Model



O Eínon continua com as suas construções militares. Os navios estão cada vez melhores e este USS Missouri é o perfeito exemplo disso mesmo.



Este Masticator do Alexis construído para um concurso no Eurobricks também está um mimo.. principalmente se virmos o filmes para verificarmos as surpresas escondidas do "carrinho".



Por fim fica este minucioso trabalho do Tomás "springoff". Um newbie que mostra imensas habilidades na construção em Technic. Os pormenores do veículo são tantos que o melhor é mesmo ver o vídeo duas vezes :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:04

Em Portugal também se fazem coisas bonitas com LEGO

por baixinho, em 05.07.15

Beach thingy


Por vezes esqueço-me de falar de construções LEGO portuguesas, como este ancinho de praia criado pelo Catarino para um prova do Grande Jogo 0937. Simples não é? No entanto é bem original no que normalmente se vê em LEGO e está muito bem executado.


 


Apartment life


Depois temos este espetacular Apartment Life do já mais que conhecido César "CesBrick" Soares. Os detalhes são tantos que vale a pena vê-los com atenção na galeria do flickr.


 


000


Por fim temos mais uma geringonça do Hugo "hugo.tx" Teixeira. É inegável o seu ar original e utilização pouco usual de peças. Aqueles canhões como tubos de escape estão mesmo um máximo.


Tudo apresentado nos últimos dias no fórum da Comunidade 0937.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:11


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog