Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Resultados da sondagem dos melhores modulares LEGO (parte 2 de 2)

por baixinho, em 25.03.20

Não foi bem no dia seguinte, mas aqui fica a segunda e última parte (primeira parte aqui) da apresentação dos resultados da sondagem dos melhores modulares realizadas pela Oficina dos Baixinhos e pela Play Well Portugal (ver apresentação dos resultados pela Play Well Portugal aqui).

Decidi fazer esta segunda parte para descrever algumas impressões gerais com que fiquei com os resultados da sondagem. Para isso vou apoiar-me em alguns gráficos para melhor me expressar. Claro que sei que o número de participantes foi diminuto, mas penso que não é muita ousadia projectar os resultados para um nível mais global.

Neste primeiro gráfico temos o total de pontos de cada modular. Tendo em conta que cada um dos modulares indica um ano (exceptuando o Cafe Corner e o Market Street que foram editados no mesmo ano), podemos ter uma visão geral da evolução do tema. É clara a divisão do tema em quatro eras que coincidem com o envolvimento do Jamie Berard no desenho dos sets. A primeira era inicia-se com o Cafe Corner e termina com o Pet Shop, já que se inclui o Market Street desenhado pelo Erik Brok mas com o envolvimento do Jamie. Na segunda era temos apenas o Town Hall e o Palace Cinema desenhados pela Astrid Graabaek (com o envolvimento do Sir Nadroj no último deles). Na terceira era temos o regresso do Jamie ao tema com quatro conjuntos, do Parisian Restaurant ao Assembly Square. Por fim temos a quarta e última era com três modulares de três designers diferentes. Mike Psiaki para o Downtown Diner, Lars Joe para o Corner Garage e Wes Talbot para o Bookshop (curiosamente o primeiro modular a ter um nome composto apenas por uma palavra).

O mesmo gráfico serve também para obter outras impressões. Há uma preferência decrescente na primeira era (ignorando o Market Street, reflexo de um processo de desenho diferente); os modulares da Astrid não acolheram muitas preferências; o regresso do Jamie ao tema aliado a um aliviar das restrições em termos de peças para este tema resulta naquilo que se pode chamar a era de ouro dos modulares. A última era, apesar de eu achar que ainda é muito cedo para grandes conclusões, não está a reunir grande consenso entre o fãs.

Neste segundo gráfico vemos o nº de participantes que votou em cada um dos modulares. A variação na segunda, terceira e quarta era é mínima mas a variação que existe na primeira era é, no mínimo, curiosa. O Cafe Corner deixa ser o mais destacado para ceder esse lugar ao, inesperadamente para mim, Grand Emporium. Creio que a causa é simples de explicar, a quantidade de pessoas que realmente possuem ou construíram os sets é, como se sabe, diminuta nos dois primeiros (que tiveram edições mais limitadas) e depois vai crescendo conforme o sucesso da linha vai estabelecendo-se.

O terceiro gráfico mostra o número de favoritos (primeiros lugares) que cada um dos modulares obteve. A leitura pode ser simples para o Parisian Restaurant e Assembly Square, já que foram os que obtiveram mais pontos, mas no caso do Cafe Corner pode haver várias razões. Ou melhor, com certeza que este resultado é o produto de várias razões. A primeira é a justificação da minha classificação. Pessoas que assistiram em primeira mão ao aparecimento da série e sentiram o impacto da mesma no hobby. A segunda é o facto de ser um set relativamente difícil de conseguir o que o torna caro.. E existe sempre gente que confunde o caro com o bom. Por fim, aqueles que começaram a comprar a série e abandonaram a série algures ainda na primeira era (como aconteceu comigo, apesar de ter voltado mais tarde). Para esses o Cafe Corner pode ser simplesmente o melhor do que possuem.

Poderia continuar com mais algumas análises e gráficos mas acho que o que escrevi acima chega para tirar duas conclusões à volta do mesmo nome. Pode-se dividir a série em épocas consoante o envolvimento do Jamie Berad e os sets desenvolvidos por ele são, para a maioria, os melhores.

Provavelmente voltarei a este tipo de sondagens em conjunto com a Play Well Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

Resultados da sondagem dos melhores modulares LEGO (parte 1 de 2)

por baixinho, em 23.03.20

Aqui estão os resultados da sondagem que eu e a Play Well Portugal promovemos durante as últimas duas semanas sobre os edifícios modulares da LEGO. Devo referir que a Play Well Portugal também apresenta os resultados neste artigo e que tanto eu como eles realizamos os nossos tops que podem ser lidos nesta sequência de posts (eu: 1, 2, 3, 4 e 5; Play Well Portugal: 1, 2 e 3).

A sondagem decorreu através de um formulário Google onde os participantes poderiam escolher 10 dos 15 modulares existentes, ordenando-os do 1º ao 10º. Votaram 26 pessoas, mas nem toda optaram por ordenar 10 modulares já que houveram 5 que o fizeram parcialmente (duas colocaram 9, uma colocou 8 e outras duas colocaram apenas 4 modulares) e até tivemos um participante que submeteu o formulário sem colocar qualquer modular. Posso imaginar que estas situações podem ter advindo de algum engano ou mesmo por opção votando apenas naqueles que possuíam. Ao primeiro lugar de cada participante atribuímos 10 pontos, ao segundo 9 pontos e assim sucessivamente. Segue-se a classificação:

 

15º Lugar com 42 pontos

Market Street de 2007

Dos 26 votantes, 8 votaram neste conjunto e não foi o favorito de ninguém.

Não é propriamente uma surpresa que o último lugar seja ocupado pelo Market Street. A minha classificação foi o 4º lugar muito devido ao contexto de desenho e lançamento deste conjunto o que explica, por exemplo, porque é muito pequeno (praticamente tem metade das peças que a média).

 

14º lugar com 43 pontos

Corner Garage de 2019

Dos 26 votantes, 11 votaram neste conjunto e não foi o favorito de ninguém.

Outra classificação que também não é propriamente uma surpresa, apesar de ter esperado que estivesse uns lugarzitos acima. A verdade é que o edifício apesar de conter várias técnicas e peças interessantes não agradou a maior parte do pessoal quanto à estética. Sofre também por ser um dos mais recentes.

 

12º lugar com 52 pontos

Downtown Dinner de 2018

Dos 26 votantes, 10 votaram neste conjunto e foi o favorito de 1 pessoa.

Outro em que a classificação também não surpreende já que o estilo bastante vincado (ao contrário do Corner Garage) lhe trouxe várias animosidades apesar de ser muito interessante em termos de técnicas de construção. As classificações tanto deste como do Corner Garage provam que a maior parte dos apreciadores deste género estão mais inclinados para um resultado final onde o edifício seja particularmente bonito. No entanto mesmo assim houve uma pessoa que o considerou como o modular favorito. Pessoalmente coloquei-o em 9º lugar.

 

12º lugar com 52 pontos

Palace Cinema de 2013

Dos 26 votantes, 11 votaram neste conjunto e foi o favorito de 1 pessoa.

Outro com uma pontuação esperada. Apesar de uma fachada algo monumental, o edifício é relativamente pobre e com um dos interiores mais fracos. Nem o envolvimento do Sir Nadroj (na altura em plena aventura, falhada, como LEGO Designer) no desenho do set o fez ser mais apreciado pelos AFOLs.

Mesmo assim foi o preferido de uma pessoa. Pessoalmente é um dos modulares mais fracos de sempre ficando apenas acima do Town Hall.

 

11º lugar com 57 pontos

Town Hall de 2012

Dos 26 votantes, 11 votaram neste conjunto e foi o favorito de 1 pessoa.

Pessoalmente considero este o pior dos modulares onde nem a imponência o safa. Por isso esperava uma classificação mais baixa. No entanto conseguiu estar num sólido 11º lugar e até ter alguém que o considera como favorito.

 

10º lugar com 62 pontos

Bookshop de 2020

Dos 26 votantes, 14 votaram neste conjunto e foi o favorito de 1 pessoa.

Aqui está uma surpresa. Esperava uma classificação mais baixa para o mais recente membro deste tema. No entanto a fachada, que é inegavelmente bonita, já cativou os seus fãs chegando a ter uma pessoa que o considera como favorito apesar de ter apenas uns meses de existência. Já o construí e tenho o review a sair brevemente.

 

9º lugar com 83 pontos

Pet Shop de 2011

Dos 26 votantes, 16 votaram neste conjunto e foi o favorito de 1 pessoa.

Quase vinte pontos destacam o Pet Shop do set anterior, o Bookshop, o que torna a sua classificação segura para este conjunto que, pessoalmente, acho que envelheceu mal. No entanto representa o final da primeira era dos modulares e a entrada naquele que, eu acho, a pior era dos modulares.

 

8º lugar com 89 pontos

Grand Emporium de 2010

Dos 26 votantes, 21 votaram neste conjunto e não foi o favorito de ninguém.

O Grand Emporium conseguiu o 10º lugar na minha lista ma na sondagem foi um pouco mais acima. Curiosamente não teve ninguém a considerá-lo como favorito mas quase toda a gente lhe deu um voto. 

 

7º lugar com 90 pontos

Fire Brigade de 2009

Dos 26 votantes, 18 votaram neste conjunto e foi o favorito de 1 pessoa.

Este conjunto esteve na lista de menos participantes que o Grand Emporium mas teve mais pontos e chegou até a ser o favorito de uma pessoa. A verdade é que apesar de ambos seguirem mais ou menos a minha linha em termos de técnicas, os interiores do Fire Brigade são mais interessantes. Na minha classificação obteve um honroso 8º lugar.


6º lugar com 95 pontos

Green Grocer de 2008

Dos 26 votantes, 18 votaram neste conjunto e foi o favorito de 1 pessoa.

Apesar do Green Grocer ter também obtido o 6º lugar na minha lista, fiquei algo surpreendido  em ter-se classificado no mesmo lugar na sondagem. É que, a par do Market Street e Cafe Corner, faz parte da primeira fase dos modulares onde existiam ainda vários constrangimentos no design o que provocava limitações notórias no resultado final. Mesmo assim foi o favorito de alguém, sem dúvida alguma pessoa que acompanha os modulares desde o início.

 

5º lugar com 105 pontos

Cafe Corner de 2007

Dos 26 votantes, 15 votaram neste conjunto e foi o favorito de 6 pessoas.

Apesar de eu o ter colocado em primeiro lugar na minha lista não estava à espera que o Cafe Corner chegasse tão alto nas preferências dos participantes. Apesar de ser o primeiro conjunto da série, o desenho é algo datado e os estúpidos preços a que se encontra no mercado faz com que muita gente ainda não o possua. Provavelmente essas são as razões de uns resultados interessantes já que foi o favorito de 6 pessoas mas votaram nele menos participantes que os 4 modulares abaixo desta classificação.

 

4º lugar com 111 pontos

Detective’s Office de 2015

Dos 26 votantes, 18 votaram neste conjunto e foi o favorito de 1 pessoa.

Nenhuma surpresa para a classificação do Detective’s Office já que esperava que ele o Brick Bank ocupassem o 3º e 4º lugar já que fazem parte da que eu considero época de ouro dos modulares. Eu classifiquei-o em 5º lugar mas foi o favorito de uma pessoa e esteve na lista de 18 participantes, curiosamente menos 3 do que o Grand Emporium que se classificou em oitavo lugar.

 

3º lugar com 114 pontos

Brick Bank de 2016

Dos 26 votantes, 19 votaram neste conjunto e não foi o favorito de ninguém.

Como disse acima, não é uma surpresa o terceiro lugar no pódio obtido pelo Brick Bank. De 2014 a 2017 foram lançados os quatro modulares que considero mais bonitos e interessantes a nível de técnicas de construção e penso que esse sentimento é partilhado por muitos AFOLs. Curiosamente apesar de estar na lista de 19 participantes, o Brick Bank não foi o favorito de ninguém. Na minha lista obteve o 7º lugar.

 

2º lugar com 165 pontos

Assembly Square de 2017

Dos 26 votantes, 21 votaram neste conjunto e foi o favorito de 6 pessoas.

Este singular conjunto com a sua baseplate e meia serviu para comemorar o 10º aniversário da série. Pessoalmente considero que a experiência de montar este conjunto como um dos momentos mais gratificantes como AFOL pela quantidade de técnicas que utiliza. Por isso também o coloquei em segundo lugar. Foi o favorito de 6 pessoas, a par do Cafe Corneer foi o set que obteve mais favoritos. De notar a diferença brutal de pontos em relação ao terceiro lugar, o Brick Bank.

 

1º lugar com 167 pontos

Parisian Restaurant de 2014

Dos 26 votantes, 23 votaram neste conjunto e foi o favorito de 5 pessoas.

Sempre achei que o primeiro lugar estaria entre o Assembly Square e o Parisian Restaurant por isso não me causou qualquer surpresa este resultado e, mais ainda, a pequena diferença de votos entre os dois. Penso que este conjunto é tudo aquilo que se espera de um modular e a prova disso foram os 23 votantes (o set que entrou na lista de mais gente) e também o primeiro lugar na lista da Play Well Portugal. Estranhamente obteve menos favoritos do que o Cafe Corner e o Assembly Square. No meu caso classifiquei-o em terceiro lugar, atrás do Cafe Corner e do Assembly Square.

 

Mais tarde, provavelmente amanhã, farei uma pequena análise dos resultados gerais. Entretanto podem ver a folha de cálculo com os resultados aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00

Sondagem: Os melhores Modulares LEGO

por baixinho, em 19.03.20

A sondagem que estou a realizar em parceria com a Play Well Portugal termina amanhã. Os resultados serão anunciados nos dias seguintes.

Abaixo estão os links para os artigos que revelam o meu top 10 dos modulares LEGO, no entanto não deixem de ler o top realizado pela Play Well aqui e aqui (no momento que escrevo estas linhas só tinham dois artigos, actualizo mais tarde).

Os 10 Melhores Modulares LEGO (parte 1 de 5)

Os 10 Melhores Modulares LEGO (parte 2 de 5)

Os 10 Melhores Modulares LEGO (parte 3 de 5)

Os 10 Melhores Modulares LEGO (parte 4 de 5)

Os 10 Melhores Modulares LEGO (parte 5 de 5)

Inquérito: Quais os melhores modulares da LEGO.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

E para ti, quais são os melhores modulares da LEGO?

por baixinho, em 09.03.20

De forma paralela ao desenrolar do meu top 10 dos modulares da LEGO (ler aqui) vou iniciar um inquérito com a mesma temática aberto a todos.

Assim criei este formulário no Google Forms onde podem indicar os vossos modulares preferidos. Para impedir os votos duplicados é necessário que estejam logados na vossa conta Google, no entanto não recolho endereços de email ou qualquer outra informação (é um processo automático da Google). Para mim cada voto é anónimo.

No caso de estarem a utilizar um ecrã mais pequeno poderão ter que fazer alguma ginástica para poderem aceder a todas as opções. Basicamente devem indicar a posição de cada modular deixando 5 deles em branco. No fim para cada um dos inquéritos atribuo 10 pontos ao primeiro, 9 ao segundo e por aí a fora, somo tudo e assim tenho uma classificação geral.

O inquérito estará aberto até às 24 horas de sexta-feira, 20 de Março de 2020 e conto divulgar os resultados na semana seguinte.

Obrigado por participarem!

 

Edit: A Play Well Portugal junta-se a esta iniciativa! Assim os resultados poderão ser considerados mais abrangentes! A data de término também foi alterada para 20 de Março.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog