Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sunset over the Miller's Bakery

por baixinho, em 04.06.21

Sunset over the Miller's Bakery

Esta construção do Martin Gebert consegue ser visualmente estimulante e a edição da imagem ainda mais ajuda. Gosto da solução simples mas eficaz com que conseguiu o formato de cone para o moinho. O esquema de cores também é de destacar.

Eu sei que poderia ter destacado este MOC na terça-feira, já que é um projecto do Ideas e que pode ser visto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:03

The Last Eye

por baixinho, em 31.05.21

The Last Eye

Já há algum tempo que não destacava nada do brasileiro Louis of Nutwood (se quiserem saber mais sobre o Luís, podem ouvir este podcast), falha minha já que a produção dele tem sido bem constante.

Este MOC é para mais uma actividade do Guilds Of Historica e, por estranho que pareça, a secção que mais me chamou a atenção foram as paredes da torre. Forma simples mas extremamente interessante como foram conseguidas. A experimentar!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:55

Torre solitária

por baixinho, em 19.05.21

DSC_0030

Roger Cageot continua com os seus MOCs hiperrealistas onde as peças LEGO são levadas ao extremo. Este MOC pode não chamar tanto a atenção como o anterior do Roger, no entanto tem vários detalhes que juntos o tornam bastante especial. Vale a pena espreitar as várias imagens na galeria do MOC.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:01

Torre de Vigia

por baixinho, em 11.05.21

Autumn Watchtower

Esta Torre de Vigia do Ayrlego pode recorrer a técnicas já muito batidas, no entanto não deixa de formar um MOC muito bonito. Gosto muito das árvores, das flores perdidas e do jogo entre madeira e pedra na torre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

Santuário escondido

por baixinho, em 10.05.21

The Hiding of the Druid Shrine

Há construções que tem o seu quê de cinematográfico e esta do Henjin_Quilones é uma delas. Este MOC faz parte do Guilds of Historica, uma iniciativa do EuroBricks que tem produzido frutos brilhantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:51

Quinta

por baixinho, em 03.05.21

Leland's farmstead

Este MOC do the_ Inventor poderá parecer complexo, no entanto uma visualização mais cuidada poderá reparar que apenas os telhados poderão ser considerados mais avançados em termos de técnicas de construção. Mas será que a simplicidade do MOC desvirtua a sua qualidade?

Pessoalmente penso que não, já que o encanto da primeira vista mantêm-se, talvez devido a um esquema de cores bem agradável.

Uma curiosidade que também devo referir é que o autor optou apenas por colocar uma imagem no Flickr e as restantes imagens do MOC no Brickshelf. Pode estar com um interface completamente datado, mas continuo a ficar surpreendido por um serviço deste género conseguir sobreviver (e ser utilizado) durante 23 anos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:32

Assombração

por baixinho, em 03.05.21

Haunting in Brickwood

Quando vi este pequeno MOC do Michał Kozłowski (sim, eu copiei e colei para conseguir colocar estes "L"s traçados) algo me chamou a atenção. Apesar de estar construído de forma irreprensível para as tendências actuais, há algo que me fazia despertar ainda mais a curiosidade. Na apresentação no EuroBricks, não foi preciso ler muito para descobrir a razão desta atenção, é inspirado num conjunto de 1990, o 6034 Black Monarch's Ghost. Bons tempos onde os conjuntos de castelo começavam por 60xx, os piratas por 62xx, os de espaço por 68xx e 69xx e lá pelo meio estavam os de cidade.

Apesar de longo também vale a pena ver o vídeo onde o autor mostra várias e interessantes características deste MOC. Sim, aquela capela tem mais do que aparenta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:04

The Medieval Speedshop

por baixinho, em 26.04.21

The Medieval Speedshop

Esta construção do Stephen Gofers tem tudo para ser encantar qualquer AFOL que goste de temas medievais. Uma casa bem atrativa com muitos detalhes e uma forma bem característica, a habitual árvore com utilização de técnicas avançadas e um landscape detalhado e "natural".

No entanto confesso que apesar de adorar ver e fazer este tipo de habitações, o estilo deste MOC do Stephen entra numa categoria que pessoalmente não faria. A razão é simples, está numa escala enorme.

A utilização de grandes escalas permite a aquisição de várias formas interessantes, mas sempre que olho comparo a dimensão das minifigs e fico sempre com a sensação que ficam demasiado pequenas.

Nada que afecte a qualidade da construção, no entanto ficaria fora de escala para as construções que costumo fazer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

A vibrant part of the Historica's Grand Capital.

por baixinho, em 22.04.21

Cedrica City Block

Foi assim que o autor, Marco den Besten, descreveu este majestoso MOC na sua apresentação no EuroBricks. E não é para mais, já que se verificarem o link da frase anterior, vão reparar que foram necessárias 34 fotografias para mostrar tudo o que este MOC tem para mostrar!

Sim, vão ao EuroBricks ver a quantidade de locais e actividades que o Marco conseguiu colocar numa baseplate 32x32.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Allanar Mine

por baixinho, em 19.04.21

Allanar Mine

Se o MOC que destaquei ontem primava por ser bastante simples, linear em termos de técnicas de construção e de pequena dimensão, este criado pelo -LittleJohn vai no sentido contrário.  Primeiro é enorme!! A escala utilizada pode não ser perceptível ao início, mas se repararmos no tamanho das figuras (ok, eu sei que são anões) e o pé direito utilizado na casa, começamos a ter uma ideia do real tamanho do MOC. 

Allanar Mine

Mas nem só do tamanho vive esta construção, já que o exterior bastante detalhado é acompanhado de interiores bem vivos.

Allanar Mine

 Como curiosidade, fica aqui a imagem em que o autor se inspirou para fazer este MOC.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Medieval Tavern

por baixinho, em 18.04.21

Medieval Tavern

Não era difícil de prever que o 21325 iria servir de inspiração para outros MOCs do género. É que além de ser vistoso, utiliza técnicas de construção relativamente simples e que não são só fáceis de replicar, como são também fáceis de adaptar.

Medieval Tavern

Esta taberna do Versteinert cumpre todos os requisitos para se tornar uma boa acompanhante do Medieval Blacksmith. Linhas gerais muito semelhantes, exterior credível mas sem deixar de ser um brinquedo, interiores detalhados e um aspecto final muito agradável.

Para quem quiser construir um igual, o autor teve a amabilidade de colocar as instruções no Rebrickable.

Medieval Tavern

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:22

Os MOCs de Takeshi Itou

por baixinho, em 16.04.21

As construções deste AFOL japonês foram uma das minhas primeiras referências a nível de construções medievais. Foi muito activo entre 2002 e 2005 e depois disso apenas apresentou ocasionalmente alguns MOCs, sendo o último de 2019. 

Ao longo de quase duas décadas o seu estilo pouco mudou, o que dá um aspecto bem uniforme à apresentação de cada uma das construções. Basta verificar a pasta dele no Brickshelf para perceber que todos os seus MOCs facilmente enquadram-se num tema único.

Alguns poderão afirmar que o estilo de construções dele é ultrapassado ou datado já que apenas utiliza técnicas de construção básicas, no entanto não consigo deixar de olhar para essa característica como algo também a apreciar. É quase como dizer que a música clássica é ultrapassada ou datada...

Por isso mesmo adoraria experimentar algo deste género, construir um MOC neste estilo. Uma fantasia épica, ambiente pacífico e monumental, utilizando maioritariamente peças básicas, uma palete de cores limitada e, aqui é que será sempre difícil de cumprir, cingir-me a estilos de construção mais básicos. Sim, prevejo que este tipo de limitação não facilite a construção do MOC.. muito pelo contrário.

Claro que não é uma coisa que vá fazer brevemente (já tenho um outro projecto em curso e ainda outro na calha), mas definitivamente está na minha lista. 

ps. Sim, os fundos que ele faz para as suas fotografias, são lindíssimos

pps. Interessante verificar que a dimensão das fotos vai aumentando. Em 2002 as fotografias tem apenas 400(!) pixeis de largura, em 2011 tem 800px e em 2019 já tem 1024px.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:51

Review: LEGO 21325 Medieval Blacksmith

por baixinho, em 08.04.21

21325 Medieval Blacksmith 1

Tema: Ideas

Ano de Edição: 2021

Número de Peças/Minifigs:2164/4

Preço LEGO®: 159.99€ (149.99 na Alemanha)

Link Brickset: https://brickset.com/sets/21325-1/Medieval-Blacksmith

 

Um ideas com um tema clássico?

Então é um set que obrigatoriamente entra na wishlist de qualquer AFOL nostálgico dos anos 80. Yeps, e eu não sou excepção.

21325 Medieval Blacksmith 2

Já no ano passado a LEGO lançou um ideias icónico com esta temática, o 21322 Pirates of Barracuda Bay (review aqui), portanto a LEGO lançar este, pode ser a confirmação de uma direcção. Mas vamos deixar as previsões de lado e tentar perceber se a LEGO fez ou não um bom trabalho com este set.

21325 Medieval Blacksmith 3

Devo iniciar dizendo que não esperava que este projecto chegasse aos 10 000 apoiantes como também não esperava que a LEGO decidisse editá-lo (yeps, e até o escrevi aqui). Portanto fiquei surpreso com a decisão da LEGO lançar este projecto e isso aumentou a minha curiosidade quanto ao set. Sei que quando apareceram as primeiras imagens as reacções foram mistas e que muita gente acusou a LEGO de desvirtuar o projecto original ao retirar muitos detalhes (?). Antes mesmo de ter o conjunto já não concordava muito com essa visão já que o que muitos chamavam de “detalhes” era apenas o ruído criado por muitas peças do telhado e das paredes. Aliás, as imagens que vi deste conjunto até agradavam-me mais que as do projecto original. Vamos ver então se fiquei com a mesma impressão depois de o montar.

21325 Medieval Blacksmith 4

Ao abrir o manual fiquei agradavelmente admirado com a referência aos anteriores ferreiros (apesar de achar que também poderiam ter referido a presença de um ferreiro no 10193) e em especial ao 3739 (ainda tenho um fechado!!!) que é um marco para a história do hobby LEGO já que basta dizer que faz parte do sub-tema My Own Creation. Yeps, MOC! No entanto o início do livro de instruções mostra que o designer foi o Wes Talbott que apesar de ter desenhado sets bem interessantes, não fiquei muito impressionado com o trabalho dele com o modular de 2020, o 10270 Bookshop.

21325 Medieval Blacksmith 5

O livro tem 240 páginas e divide a construção através de 14 fases. As primeiras cinco são reservadas à construção do terreno, oficina e árvore. Fora a árvore, a construção é muito convencional, sem grandes técnicas ou peças em utilizações inovadoras. No entanto e neste caso não consigo ver isto propriamente como um defeito já que a construção é rica em detalhes, utiliza de forma muito inteligente e atraente a combinação de cores e não momentos monótonos de elevação de paredes sem qualquer pormenor. Aliás, provavelmente o momento mais bocejante foi a construção das folhas das árvores já que tem uma, pequena, secção que é repetida oito vezes. Como em outros sets LEGO, a ausência de técnicas arrojadas não quer dizer que a experiência de construção é má ou desinspirada. Nesta secção adorei a árvore, a forja e os interiores detalhados. As paredes de pedra tem um efeito muito interessante e, pessoalmente, penso que ficam muito mais giras que o projecto original. Sim, a forja é iluminada quando pressionamos o fole, mas isso diverte nas primeiras três vezes que o fazemos e depois cai no esquecimento e assim daqui a uns anos temos mais uma pilha no mundo que teve uma vida inútil.

21325 Medieval Blacksmith 6

Nas três fases seguintes construímos o primeiro andar que é composto pela cozinha e zona de refeições. Ao contrário do projecto original, Wes decidiu (e bem) separar a zona de refeições do quarto de dormir já que levou esta última secção para o piso superior, o sótão. Voltando à cozinha, mais uma vez não há grandes momentos wow mas no fim temos uma secção credível, bela e com uma distribuição de elementos bastante agradável. Poderei dizer que as cadeiras são algo grandes, mas são simples, dão uma nova utilização aos machados e ficam bastante bem  :). Como no andar inferior, a chaminé é um componente que não só faz a ligação interior/exterior como liga verticalmente todas as secções do set.

21325 Medieval Blacksmith 7

As cinco fases seguintes (da nona à décima terceira) temos a construção do sótão em primeiro lugar e em segundo, do telhado. No sótão a atracção vai para os interiores que apesar de não serem extremamente detalhados, tem alguns pormenores deliciosos. O original tapete (que me fez perguntar se não foi uma manobra arriscada para o actual estado do politicamente correcto), a enorme e sobriamente detalhada cama e a zona de escrita com aquele esquisitíssimo “túnel” para a janela. Adorei a forma simples mas eficiente do suporte do telhado e, já agora, o próprio telhado. A forma de construção é relativamente simples e com um truque nada original para o tornar côncavo. No entanto o efeito é simplesmente bestial e quase que posso afirmar que é a imagem de marca deste set. Por fim temos a décima quarta fase que é inteiramente dedicada à construção da carroça que não compromete mas também não deslumbra.

21325 Medieval Blacksmith 8

No fim temos um um resultado extremamente bonito e que acho bem mais interessante, credível e harmonioso que o projecto original. Wes fez aqui um excelente trabalho ao pegar numa ideia base (estão lá imensos elementos do original) e transformar não só num produto realizável pelos parâmetros da LEGO como melhorá-lo não só tornando a experiência de construção agradável mas também numa bela construção LEGO para termos exposta e, quiçá, acompanhar com MOCs.

21325 Medieval Blacksmith 9

Vamos agora às peças. Há que dizer uma coisa que penso que é perceptível no vídeo de unboxing e speedbuilding que fiz e que está no fim deste artigo. Babei-me todo com as peças já que praticamente a totalidade delas encaixam sem qualquer problema em vários dos meus MOCs, passados ou futuros. Para mim e mais do que ter peças raras que por vezes são inúteis nas minhas mãos, é interessante ver as peças de um set e ter a noção que facilmente as posso utilizar nas minhas construções. Afinal é para isso mesmo que as peças LEGO servem. Nisso este set é simplesmente excelente e por isso pouco ligo ao PPP (que de qualquer forma é bom) ou à presença ou não de peças exclusivas.

21325 Medieval Blacksmith 10

Ahh, os minifigs são lindos e até gosto da irrealidade das moças guerreiras.

21325 Medieval Blacksmith 11

As Peças 10/10 (100% a pedir para serem utilizadas em MOCs)

A Construção 9/10 (agradável e bem clássica)

O Desenho 10/10 (credível e harmoniosa)

Jogabilidade 9/10 (fica excelentemente bem quando em exposição e pede MOCs a acompanhar)

21325 Medieval Blacksmith 12

Este é daqueles sets Ideas em que a concretização da LEGO é bem superior e interessante do que o projecto. Acho-o excelente e o único pecado é que não tem outras habitações para o acompanhar.

Conclusão 10/10

(Este conjunto foi fornecido para análise pela The LEGO Group, mas a review é da minha inteira responsabilidade)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:51

Idílico

por baixinho, em 07.04.21

Idyllic forest house

Olhar para um trabalho deste género, é o mesmo que olhar para um grande quadro e tentar esquadrinhar todos os detalhes lá colocados. O autor, Marcel V, não se poupou à utilização de peças em situação não convencionais e fico com a impressão que sempre que olho novamente para este MOC, lá descubro algo de novo. :)

Via EuroBricks

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:10

Debaixo da ponte...

por baixinho, em 18.03.21

... vivem os trolls.

Troll Bridge

Apesar de não fazer parte do nosso imaginário, a verdade é que a aldeia global em que nos torna-mos contribui para que muitos costumes sejam facilmente reconhecidos.

É o caso do troll debaixo da ponte à espera das suas vítimas. Este MOC com a habitual qualidade das construções da Jessica Farrell recria bastante bem a imagem desta criatura. Se a ponte e o troll podem captar as primeiras atenções, pessoalmente estou admirado com o trabalho no terreno já que transmite na perfeição a sensação de agreste.

Vale a pena dar uma vista de olhos na galeria Legends and Lore onde se inclui este trabalho!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Deixa-o Passar

por baixinho, em 17.03.21

“ Let him pass “, The city Gates to Morwen

Já há algum tempo que não destaco uma boa e imponente criação medieval. Ok, a questão do imponente pode ser questionável quando comparada com outras construções enormes que se vê por aí. No entanto é uma característica que me chama a atenção muito provavelmente pela forma que as torres se destacam em relação ao restante. 

Pena o autor, Søren Johansen, não ter colocado fotografias com um fundo neutro. No entanto brindou o pessoal com imensas fotografias onde podemos apreciar vários detalhes do MOC.

Via EuroBricks.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

Rua medieval

por baixinho, em 16.02.21

DSC_0001

Esta construção do Roger Cageot está simplesmente soberba. São tanto os detalhes de técnicas avançadas que por vezes esqueço-me de apreciar o realismo conseguido com este MOC. Maravilhoso!

IMG_20210211_220952

Já há muito tempo que ambiciono fazer algo deste género, onde as ruas além de serem tortas, escuras e sujas, tem também algum declive. Aliás, as casas estão praticamente cada uma no seu nível.

DSC_0096

Mas se acham que o realismo dos exteriores basta, o autor eleva a construção a outro patamar ao também tratar os interiores com o mesmo detalhe e cuidado. Simplesmente fantástico.

Podem gastar o tempo de um episódio de uma qualquer série a ver todas as imagens da galeria deste MOC.

Via Eurobricks.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:12

Nas colinas

por baixinho, em 20.01.21

On the hills

Mas aquilo ali à frente não é a nova Medieval Blacksmith??

É mesmo, Marco Zanconi decidiu abrir o review deste set com esta magnífica fotografia. Vale a pena ler o review já que além de analisar o set de uma forma bem interessante, tem outras fotografias bem conseguidas e até mesmo o setup que utilizou para a fotografia acima.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:16

LEGO® Ideas Ferreiro Medieval

por baixinho, em 19.01.21

Ora aqui está anúncio oficial do próximo Ideas, tema que parece cada vez mais embrenhado na categoria de 18+.

Antes de dar a minha opinião prévia a este conjunto, aqui fica o press release em português.

LEGO® IDEAS REVELA UM SET MEDIEVAL ONDE A ESTRELA É UM DOS HERÓIS MENOS CELEBRADOS DA ERA MEDIEVAL – O FERREIRO

LEGO Ideas lançou um novo set digno de figurar nos livros de história, a encantadora casa de um Ferreiro Medieval. O novo set, baseado no design original de um ávido construtor LEGO, alcançou os 10.000 votos necessários, de fãs de todo o Mundo, para ter luz verde para entrar em produção.

A ideia foi submetida pelo fã LEGO Clemens Fiedler, na plataforma LEGO Ideas, uma iniciativa do Grupo LEGO que transforma novas ideias criadas e imaginadas por fãs LEGO e as transforma em realidade. O set LEGO Ideas Ferreiro Medieval transporta-nos para uma era em que os artesãos eram uma pedra basilar da sociedade, tendo sido trazido à vida pelos designers LEGO Wes Talbott e Austin Carlson.

Quando pensamos no período medieval, a nossa mente é de imediato invadida por reis e rainhas, cavaleiros e damas, os seus castelos e as suas batalhas entre o bem e o mal, mas este set tem um twist inesperado, celebrando um dos heróis esquecidos dessas batalhas e aventuras épicas – o humilde ferreiro.

Fiel à época, o set LEGO® Ideas Ferreiro Medieval inclui várias características do design de então, como as paredes em madeira e a janelas de estrutura gótica, sendo uma construção muito interessante para os fãs de arquitetura medieval.

O set conta com um jardim típico, completo com abóboras e uma nodosa pereira, enquanto os tijolos da casa têm musgo, para aumentar o realismo. No interior encontramos três pisos separados, mobilados e equipados com tudo o que um ferreiro medieval possa precisar, desde as matérias primas ao carvão para manter a fornalha acesa (equipada com um tijolo de luz para a fazer brilhar). O telhado e os pisos superiores são amovíveis para dar acesso ao interior.

Para melhor estabelecer a cena, o set LEGO® Ideas Ferreiro Medieval contém quatro minifiguras: um ferreiro, um arqueiro e dois Cavaleiros Falcão Negro, com quatro espadas, três escudos e uma alabarda. Encontram-se também vários animais no exterior da casa, incluindo um cavalo para puxar a carroça dos cavaleiros, um cão e um pequeno sapo.

Clemens Fiedler comentou: “Adoro construir casas com designs clássicos e honrar a atenção ao detalhe que conseguimos recrear com elementos LEGO – especialmente o estilo, a arquitetura, cores e design medieval. Espero que os fãs LEGO disfrutem desta viagem no tempo, sintam o calor, o som e os cheiros da forja e da fornalha e se deixem absorver pela atmosfera deste set.”

Samuel Thomas Liltorp Johnson, Design Manager no Grupo LEGO comentou: “Desenhar o LEGO® Ideas Ferreiro Medieval foi uma experiência entusiasmante, que nos levou a viajar centenas de anos atrás no tempo e celebrar um dos heróis da era medieval. Contar a história por detrás do ferreiro capturou a nossa imaginação e o resto foi história. Adorámos a ideia de criar uma casa de um ferreiro, num Mundo medieval, onde os cavaleiros vão preparar as suas armaduras brilhantes. Sem dúvida que os fãs vão ficar fascinados com o trabalho da forja, o detalhe arquitetónico e as personagens que vão encontrar ao construir este set.”

O LEGO® Ideas Ferreiro Medieval é o mais recente exemplo de como o Grupo LEGO procura inspirar os construtores de todas as idades a construir, reconstruir e a entusiasmarem-se com o processo criativo. O set estará disponível em LEGO.com ou nas lojas oficiais a partir de 1 de Fevereiro.

LEGO® Ideas 21325 Ferreiro Medieval

  • Idade - +18
  • Medidas:
  • Altura: 27cm
  • Largura: 27cm
  • Profundidade: 21cm
  • 2.164 peças
  • Detalhada arquitetura medieval e jardim
  • Inclui uma forja com luz, um cavalo a puxar uma carroça de mantimentos e quatro minifiguras
  • Construção com três níveis facilmente acessíveis que inclui um quarto, uma cozinha e uma oficina com acessórios como as ferramentas, carvão e armadura.
  • PVP Recomendado a partir de 149,99€

As primeiras reacções às imagens leak deste set foram na direcção que não se parecia nada com o projecto original (aqui) e que era pior. Quanto a parecer ou não, aconselho a leitura deste excelente artigo no Brickset onde são revistos os vários conjuntos Ideas e a sua semelhança em relação aos projectos originais. Quanto ao ser pior, sinceramente não sei. Por norma gosto das alterações que os projectos recebem pela parte dos LEGO designers. Neste caso, penso que o efeito é lindíssimo, que tem pormenores bestiais e é de construção maioritariamente clássica. Só que acho que lhe falta aquele clique nas técnicas de construção que fazem com que o set seja uma grande experiência de construção. Claro que só posso afirmar isto quando o construir (sim, vai para a minha wishlist), mas um dos anteriores trabalhos do Wes Talbott (10270 Bookshop) não augura grandes surpresas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:02

The Black Dragon, Svart Dyr

por baixinho, em 11.01.21

The Black Dragon, Svart Dyr

Este MOC do brasileiro Louis of Nutwood está simplesmente irrepreensível. Começando no dragão que consegue ser proporcional e orgânico, passando pelo pântano e rochedos e acabando numa árvore simples e eficiente.

Não, não nos podemos esquecer da labareda que dá mote à toda a ação.

Esta construção foi para a décima-oitava edição do Colossal Castle Contest (sim, 18!!), que este ano passou-me bem ao lado :/

Boa sorte Luís!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:30


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog