Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Caixa de jogos

por baixinho, em 15.05.20

Lego IDEAS The Game Box

Ora aqui está uma coisa que penso que existia em qualquer lar com crianças nos anos 80. Um jogo que na verdade continha componentes para se jogar vários dos jogos de tabuleiros mais conhecidos (e que não tinham propriedade intelectual).

Como tenho vários irmãos e na rua em que vivia haviam várias crianças na minha faixa etária, era normal juntar-mo-nos para brincar, na rua se tivesse bom tempo (ou assim-assim) ou na casa de um de nós no caso de chuva. Nas casas haviam sempre jogos de tabuleiro e de cartas para preencher as tardes, sejam os mais básicos como os representados neste MOC do Armored Bricks, sejam os mais comerciais como o Monopólio ou o Scrable, ou até mais obscuros como o Espaço 235, Bolsa ou Estrela Africana. Sim, papel e caneta também serviam para o Stop, o Batalha Naval e outros que caíram no esquecimento. Isto era apenas o topo do iceberg dos jogos que passaram pela minha infância e, acredito eu, a infância de muitos outros.

Sim, também havia LEGO. Mas era reservado para brincadeiras mais solitárias. Penso que todos na rua tínhamos algumas peças LEGO ou até outros brinquedos de construção, no entanto foram raras as vezes que serviram para brincadeiras em grupo. Era um brinquedo para os momentos mais a só. Não perguntem porque isso acontecia. Talvez porque fosse um brinquedo caro/raro e houvesse medo, tanto pelos pais como pelas próprias crianças, de ser perdido. Talvez o próprio brinquedo apele a brincadeiras a solo. Ou talvez esteja a ser um pouco selectivo nas minhas memórias ou a ver apenas uma das realidades :)

Lego IDEAS The Game Box

Estranhamente enquanto adulto vejo o brinquedo LEGO também como ferramenta social. Apesar da sua vertente solitária, dou-lhe um carácter social bastante vincado ao hobby. Mal comecei a comprar sets e construir os meus primeiros MOCs, tratei de partilhar as minhas criações. Fundei um LUG (grupo de utilizadores de LEGO), criei este blog, fundei ainda outro LUG, participei e organizei eventos, concursos e estive presente de várias formas em muitas outras actividades que envolveram as peças LEGO e pessoas, muitas pessoas. Portanto, um hobby que pode ser considerado essencialmente solitário pode ter uma boa componente social.

Quanto a este MOC do Armored Bricks que despertou imensas memórias, é relativamente básico e de construção simples. No entanto acho que é isso mesmo que pede, já que os jogos da altura também o eram. A ideia da caixa e a representação de cada um dos jogos é perfeita e mais que suficiente.

Lego IDEAS The Game Box

Apesar de actualmente adorar jogos de tabuleiro, sou incapaz de jogar qualquer um destes jogos. Aliás, alguns deles até abomino. O panorama dos jogos de tabuleiro evoluiu imenso nos últimos anos criando uma espécie de fronteira entre um antes e um depois do ano 1995. Mas isso são outras histórias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:44

Terça-feira do Ideas: The Castle in the Forest

por baixinho, em 11.02.20

Na semana passada ao percorrer o Ideas vi este projecto e estive mesmo para falar dele, mas depois reparei no dragão do Miyasaki e fiz este artigo. Portanto para esta semana bastou ir à aba do browser recuperar este interessante e nostálgico projecto para fazer este post

Apesar de reconhecer que a LEGO evoluiu imenso nos últimos anos, ainda continuo a achar que a época de ouro da empresa foram os anos 80. Sim, eu sei que a nostalgia ajuda e distorce essa percepção, mas ao olhar para os conjuntos e, especialmente, para os temas da altura não consigo deixar de ver que na simplicidade estavam várias qualidades que hoje de alguma forma estão perdidas. Primeiro os temas eram contínuos e facilmente um set de 81 encaixava num set de 89 do mesmo tema. Hoje em dia fora um ou outro tema, isso não acontece.. primeiro porque os próprios temas desaparecem. Segundo porque apesar de a jogabilidade ser considerada, nos anos 80 o factor construção era preponderante. Os conjuntos estavam preparados para serem outras coisas já que a maior parte das peças e até minifigs eram genéricos e poderiam tomar outras funções. Hoje em dia há tanta especificidade nas peças e minifigs que na maior parte dos temas é praticamente impossível pegar nas peças de um set e transformá-lo numa outra coisa.. e estou a divagar e com certeza que mais tarde voltarei a este assunto.

Este projecto do poVoq evoca a nostalgia dos mais velhos mas também realça as potencialidades de um tema completamente menosprezado pela LEGO. À semelhança do Pirate Bay, consegue pegar nas características principais de um tema e dar-lhe uma lufada de ar fresco misturando técnicas novas mas sem esquecer a simplicidade dos bons tempos. Sim, lá estou eu com as nostalgia.

Neste castelo temos vários pontos interessantes, desde a diagonal utilizada numa das paredes, o esquema de cores e a evocação directa de alguns conjuntos antigos. Não me parece que a adaptação a um conjunto LEGO com todas as suas restrições seja uma tarefa impossível.

Neste momento tem 4 635 apoiantes e ainda tem 576 dias para chegar aos 10 000. Aqui ficam as minhas previsões:

Chegará aos 10 000 apoiantes?

Talvez sim.

Por um lado o fenómeno do Pirate Bay e de outros projectos fazem-me crer que alguns projectos nostálgicos conseguem chegar lá.

Se chegar aos 10 000 apoiantes, a LEGO irá torná-lo num set oficial?

Sim. Espero que sim.

A razão é simples, o Pirate Bay conseguiu-o. Este projecto encaixa-se da mesma forma e se o Pirate Bay for um sucesso de vendas, a LEGO nem deve pensar muito no assunto para avançar.

A ser um set oficial, entraria na minha wishlist?

Sim. Iria ser uma fonte de peças muito interessante e confesso que o acho até mais interessante que o Pirate Bay!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Alienígena

por baixinho, em 08.02.20

Febrovery Day 7

Alienígena porque esta construção do Walter Whiteside Jr. além de se encaixar perfeitamente no que poderia ser um tema LEGO dos anos 80 com essa temática*, está recheado de peças raras, algumas delas que nunca chegaram a ser produzidas.

Sim, o tecido e um fundo remete-nos à velocidade da luz para os anos 80.

* Na realidade a LEGO chegou a ter um protótipo para um tema com um esquema de cores próximo a este. Ver aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15

LL Enterprise

por baixinho, em 16.01.20

LL Enterprise

Apesar de não gostar muito de mash-ups, este MOC do Purple-Wolf conseguiu despertar o meu interesse. Gosto de todo o ar simples e clássico da construção que nos remete directamente para o início dos anos 80.

Algures na galeria do autor também esta a fotografia de um MOC que me fez sorrir.. :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Era uma vez.. o Espaço

por baixinho, em 13.09.19

No outro dia acabei de rever a série animada Era uma vez.. o Espaço com o meu filho. Levou mais de um mês mas além de ter saciado um pouco a nostalgia, foi interessante acompanhar o miúdo pelas aventuras espaciais do Pedrito e da Psi.

Claro que isso fez lembrar-me que quando era miúdo esta série serviu de inspiração a várias brincadeiras com peças LEGO. Como na altura tinha poucas peças, a criatividade servia também para tornear esse problema. É que por cima nos episódios finais a quantidade de naves espaciais que passam pelos nossos olhos é imensa e a vontade de imitar essas batalhas espaciais era irresistível.

A solução que utilizei na altura foi recorrer ao que agora vulgarmente se chama de micro-escala. Claro que na altura além de ter conhecimentos básicos na construção, também não haviam assim tanta variedade de peças. Logo o resultado foi, pode dizer-se, minimalista por necessidade :)

Era uma vez o Espaço (1)

Por serem muito pequenas e simples, foi fácil recordar-me como eram as naves principais. As pequenas tiles 1x2 eram as naves classe Libélula e lembro-me perfeitamente que tinha uma vermelha já algo danificada que servia de nave dos heróis da série. A maior já era da classe Colibri (ou Beija-Flor, conforme a dobragem).

Lembro-me vagamente de outras, desde algumas maiores onde estas entravam ou outras mais pequenas que eram constituídas por apenas duas ou três peças.

Seria uma boa ideia voltar ao tema.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Aventureiros

por baixinho, em 08.09.19

The Greatest Adventure of All

O autor da foto, Doctor Allo Zaat, refere que o tema Adventurers é o seu preferido e penso que não é difícil de chegar a uma opinião similar. Principalmente para quem viveu a era negra da LEGO por volta do virar do século. Com os temas básicos e o minifig em segundo plano e um alastrar de temas esquisitos a LEGO perdia a identidade e só ficou a voltar segura quando voltou ao "basics". Na altura o tema Adventurers foi dos poucos in-house que conseguiu manter a chama acesa e mesmo não sendo um sucesso de vendas, como o Star Wars e o Bionicle, tinha um fio-condutor com o passado e, depois, o futuro da marca.

A riqueza dos sets (ok, agora estão um pouco datados) foi brilhantemente acompanhada por uma rica companhia de minifigs. Seja com papéis secundários ou não, aquela hoste conseguiu criar potencial para imensas histórias de aventuras como as do Indiana Jones, Em Busca da Esmeralda Perdida, Múmia e muitos outros. Sim, o tema é claramente inspirado em histórias do género, mas ganhou imenso ao não estar directamente ligado a uma história e assim ter um contexto difuso para qualquer um poder compor.

Não, não estão aqui todos os minifigs e bestas do tema, no entanto o autor explica a razão de forma bem pertinente na descrição da foto no flickr (sigam link na imagem). Curiosamente dá para perceber na foto uma evolução nos minifigs que muita pouca gente aborda mas que no entanto lhes deu imensa personalidade. O aparecimento da pintinha branca nos olhos.

Algures nos primeiros anos deste século a LEGO começou a colocar aquelas pintinhas que tanta expressão deram às faces das minifigs. A última série do tema (Orient Expedition de 2003) assiste a isso de uma forma interessante ao ter minifigs com pintinha e, pelo menos uma, sem.

Um tema que não foi da minha infância, mas que me causa alguma nostalgia dos meus primeiros tempos AFOL.

Por fim, parabéns ao autor por esta homenagem a esta excelente série!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:27

O início de uma aventura

por baixinho, em 24.08.19

Where Adventures Begin

As aventuras começam sempre em algum lado e é isso que este pequeno e detalhado MOC do ForlornEmpire nos mostra. Este canto esquecido do parque é óptimo para o "clube" reunir e planear as brincadeiras do dia.. ou talvez da semana. Pelo menos era assim quando era pequeno.

Fora a magia nostálgica que o MOC evoca, está tão bem recheado de pormenores que é um mimo para qualquer AFOL apreciador. É a alga na água, as pedras realistas (eu nem sabia que existia um domo 3x3), as escadas velhas, o pneu e as árvores minimalistas que continuam no fundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:32

Computadores antigos

por baixinho, em 20.08.19

Vintage Computer Room

Aqui está uma representação que facilmente nos remete para filmes e documentários dos anos 60/70 onde aparecem computadores. Gosto particularmente da cadeira, monitores, bobinas e de alguns bricks com letras e números que são mesmo daquela época!

Não podia deixar de destacar outro trabalho do Johan "Jalex" Alexanderson também representando algo nostálgico. Uma sala dos anos 70 com uma nova adição, um televisor!

A family has bought a new TV during the 70s

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

Skylab 2065

por baixinho, em 13.08.19

Skylab 2065 survey craft approach

Walter Whiteside Jr. pode ser mais conhecido da comunidade AFOL pelas suas imagens de peças LEGO raras, no entanto no meio de tanta fotografia que pode enlouquecer alguns coleccionistas de peças aparecem algumas construções que misturam doses generosas de estilos nostálgicos com alguns detalhes deveras interessantes. É o caso da série Skylab 2065 onde são retratados alguns momentos da vida desta pequena estação espacial.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Bons Tempos

por baixinho, em 26.05.19

Lego space rocket shed - atana studio

Bons tempos onde se podia construir o nosso foguetão espacial num espacito lá em casa. Bastava pegar no carro velho do pai para definir o esqueleto, ir buscar à sucata o resto da carcaça, adaptar as comunicações a partir do rádio-amador do tio e utilizar os conhecimentos aprendidos na escola misturados com o gasóleo do tractor do avô para termos combustível e motor. Ahh, e não nos devemos esquecer do aquário da avó para o capacete espacial!

Estas premissas habitaram algumas histórias de ficção científica antes da chamada era d'ouro do tema. Onde tudo era mais simples.. até para chegar ao espaço.

Lego space rocket shed - atana studio

Esta construção do Anthony Séjourné consegue de alguma forma transportar-nos a esses bons tempos. Bastava a vontade para conseguir os nossos objectivos. Onde tudo era mais simples.. até para chegar ao espaço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:39

Review do 75218 X-wing Starfighter

por baixinho, em 20.05.19

75218 X-wing Starfighter (8)

Tema: Star Wars

Ano de Edição: 2018

Número de Peças/Minifigs: 731/4

Preço LEGO®: 109.99€ (99.99€ na Alemanha)

Link Brickset: https://brickset.com/sets/75218-1/X-wing-Starfighter

 

Da mesma forma que se pergunta ao pessoal mais velho onde estava quando foi o 25 de Abril, da mesma forma que se pergunta ao pessoal mais geek onde viu pela primeira vez o primeiro filme Star Wars. No meu caso tinha 10 anos e foi na escola durante a festa de natal. O efeito foi tão grande que andei durante meses a fazer a minhas interpretações em LEGO tanto das naves como das aventuras. Das três naves que durante o filme marcaram de forma indelével o meu jovem cérebro (Millennium Falcon, TIE Fighter e X-Wing), esta foi aquela que mais me atraiu. Um formato relativamente convencional (para a altura) com uma silhueta que a distinguia do resto tornando-a assim ao mesmo tempo única e vulgar. Foi provavelmente também esta nave que mais me ajudou a regressar ao LEGO em 1999 quando vi a 7140 nos catálogos LEGO.

Comprei essa, comprei a seguinte, várias unidades, tive várias em micro-escala e cheguei até a fazer alterações. Umas foram para peças, outras para a Comunidade 0937 e com o lançamento desta no ano passado lá senti falta de ter uma em casa.

75218 X-wing Starfighter (1)

Daí que este review siga um alinhamento diferente do habitual. Neste set reconheço que o que me interessava mais era o desenho. É um objecto para ter e expor em que a construção, peças e funcionalidades não me interessam tanto. E o desenho enche-me as medidas. Não, não é um UCS. Nem queria que fosse um UCS. É um brinquedo onde as limitações são as necessárias mas sem deixar de ser um retrato bastante fiel do original. Onde as superfícies e as formas acompanham na perfeição as nossas memórias e apelam tanto para a nostalgia quando a vemos meia escondida na estante como para pegar nela e fazer um tímido swooosh.

Sim, o cockpit abre, o armamento dispara, as minifigs sentam, o trem de aterragem frontal recolhe, mas nada bate à necessidade imperiosa de as asas abrirem e fecharem. Em pleno voo. Tudo poderia ser ignorado e esquecido, mas as asas não. Claro que o mecanismo não é original deste conjunto e tem sido melhorado nas várias encarnações que esta nave teve na LEGO. É simples, funcional e preciso. Tudo o que preciso para que funcione de forma perfeita a meio de um rápido swooosh.

75218 X-wing Starfighter (4)

A construção é uma mistura de sentimentos. O deleite dos greeblies na traseira, a simplicidade da solução para a frente afunilada, o clack do mecanismo que suporta as asas, a monotonia de quatro asas super parecidas e, por fim, a ânsia de ter tudo acabado para o primeiro swooosh.

Quanto às peças, sim temos as peças muito úteis, as peças raras, os minifigs com os habituais pormenores exclusivos, as peças technic que ninguém quer saber, aquele windscreen delicioso e até aquelas peças que coçamos a cabeça para tentar sequer imaginar o que fazer com elas. Mas no fim de tudo isso não interessa já que o que queremos é fazer um grandioso swooosh!

 

As Peças 10/10 (as necessárias)

A Construção 9/10 (com técnicas interessantes)

O Desenho 10/10 (a mistura perfeita entre modelismo e brinquedo)

Jogabilidade 10/10 (swooosh)

75218 X-wing Starfighter (7)

Eu sei que o nostalgismo pode ter-me perturbado a análise, mas o que se pode querer de uma nave mítica como esta?

Que fique perfeita na estante e que nos proporcione o mais belo swooosh.

Conclusão 10/10

75218 X-wing Starfighter (11)


(Este conjunto foi fornecido para análise pela The LEGO Group, mas a review é da minha inteira responsabilidade)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Nostálgico 2x

por baixinho, em 28.12.18

Classic Space Adventure - A New Webgame

Johan "Jalex" Alexanderson teve a ousadia de pegar e misturar duas coisas que fazem qualquer quarentão que se preze esfregar os olhos. O Classic Space da LEGO e os jogos de (mais ou menos) 8 bits. Fica aqui o link para jogarem esta preciosidade e um pequeno trailler para verem o que vos espera :)

Classic Space Adventure - Trailer 1

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:19

Review do 40290: 60 Years of the LEGO Brick

por baixinho, em 22.10.18

40290 60 Years of the LEGO Brick (a)

Tema: Promotinal

Ano de Edição: 2018

Número de Peças/Minifigs: 421/-

Preço LEGO®: N/A

Link Brickset: https://brickset.com/sets/40290-1/60-Years-of-the-LEGO-Brick

 

Quando este conjunto foi anunciado confesso que fiquei bastante entusiasmado. É, sem dúvida alguma, uma bonita homenagem a alguns dos sets mais icónicos que a LEGO produziu no passado. Nunca tive nenhum deles na minha infância e só um deles, o Barracuda, é que alguma vez o montei. Comprei-o em segunda mão há uns quinze anos atrás quando ainda sonhava ter uma colecção significativa dos sets mais importantes da LEGO.

Para os mais desatentos, os sets representados são:

375 Castle de 1978

928 Space Cruiser and Moonbase de 1979

6285 Black Seas Barracuda de 1989

6399 Airport Shuttle de 1990

A caixa é volumosa para umas construções em micro-escala e vem bem recheada. Os quatro modelos estão em saquetas numeradas, uma para cada modelo. A maior parte das peças são básicas onde as plates são rainhas. Não é propriamente um set que se adquire com as peças em mente por isso não há grande importância dizer que as peças são todas relativamente comuns e apenas a tile 2x4 gravada é que apresenta alguma raridade.

40290 60 Years of the LEGO Brick (h)

A construção de todos os modelos é relativamente simples e sem técnicas interessantes. Talvez a construção que me tenha agradado mais tenha sido a do Barracuda já que era a que tinha mais do que o simples empilhar peças.

Quanto ao desenho posso dizer que é de qualidade desigual. Adoro o Barracuda já que me parece que tem um bom compromisso entre a escala e os detalhes. Claro que ter os mastros “soltos” faz com que eles nunca estejam no sítio.. Mas o meu filho adorou que seja assim (?). O castelo amarelo está bem reconhecível apesar de achar que poderia ter sido melhor trabalhado nas torres e ameias. De qualquer forma o resultado final é bem satisfatório. O Space Cruiser and Moonbase é reconhecível mas não consigo gostar do resultado final. Entre a desproporção passando pela falta de qualidade geral penso que este é o pior dos quatro modelos. Sobra o Airport Shuttle, mais conhecido como o monocarril de cidade, gosto do resultado mas não me admiraria nada que a maior parte das pessoas que não conheçam o original se perguntem o que raio aquilo é. Penso que poderiam ter caprichado um pouco mais nos detalhes.

40290 60 Years of the LEGO Brick (p)

 

As Peças 6/10 (definitivamente não é um set que se possa pensar em adquirir para peças)

A Construção 7/10 (simples e agradável mas sem grandes surpresas)

O Desenho 9/10 (os modelos são bem reconhecíveis, mas alguns deles poderiam ter sido melhor trabalhados)

Jogabilidade -/10 (penso que não é aplicável)

 

Pode não ser um conjunto que brilhe pelas peças ou mesmo técnicas de construção, mas cumpre inteiramente o objectivo de homenagear alguns sets que foram um marco na altura que foram lançados.

Já tem como destino fazerem-me companhia na minha secretária.

Conclusão 8/10

 

Mais imagens algures nesta galeria.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:00

Nostalgia dos anos 80

por baixinho, em 17.12.17

Ontem estava com a minha filha a dar uma voltinha em Vila Franca de Xira quando algo numa loja chamou-me a atenção. Claro que o "algo" eram caixas LEGO (para os mais distraídos, em cima do lado esquerdo e em baixo do lado direito) que de alguma forma davam nas vistas numa pequena montra recheada dos mais variados brinquedos.

A loja, bem familiar, ocupava apenas parte dum espaço com menos de 10 metros quadrados e além de brinquedos tinha recordações e lembranças. Aparentemente sem chinesiches no meio.

Apesar dos conjuntos LEGO serem deste ano, olhar para a loja fez-me transportar para os anos 80. Na altura era vulgar encontrar LEGO neste tipo de espaço em praticamente todas cidades e grandes vilas do país.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:25

Wolfpack

por baixinho, em 17.10.17

6038 Wolfpack Renegades

Seria impossível ver esta imagem no Flickr e não a abordar aqui no blog. Este é o conjunto 6038 Wolfpack Renegades lançado em 1992 com 100 peças (incluindo as duas minifigs). Na altura que ele saiu já eu estava nas minhas dark-ages, mas lembro-me de o meu irmão mais novo o ter. Era um set bem pequenino mas com vários gadgets que o tornávam excelente para brincadeiras. Olho com alguma nostalgia para este tempo onde não eram necessárias nem muitas peças especializadas nem grande técnicas de construção para fazer um brinquedo interessante.

Quanto à fotografia, está tão perfeita que ainda julguei ser uma renderização.. :)

Autor da imagem: Томас Чижаускас

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35

Space A-Team

por baixinho, em 27.07.17

An incoming call

Luigi Priori, fotógrafo de LEGO italiano com um estilo muito particular começou uma história que irá cativar não só os nostálgicos do Classic Space mas também os saudosos das séries de TV dos anos 80.

An incoming ship

Ou não reconhecem a inspiração para aquela carrinha espacial?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Praia, óptima para brincar

por baixinho, em 10.07.17

Brick 2x4 Sand Castle 05

Ontem de manhã fui à praia e, como não havia deixar de ser, lá coloquei as mãos na areia e diverti-me em criar algo para o Artur brincar. Desta vez foi uma barragem que deu origem a uma pequena albufeira, útil para o miúdo divertir-se durante um bom bocado. Claro que no fim abri a inevitável brecha e confesso que ver aquela água toda a escoar também foi igualmente divertido :)

Isso lembrou-me deste pequeno MOC que criei há pouco mais de nove anos atrás para um concurso na Comunidade 0937. Apesar do tempo decorrido e da natural evolução como construtor, analisando-o bem até nem faria muitas modificações se o tivesse que refazer este MOC. O castelo propriamente dito teria-o que manter muito semelhante devido às regras do concurso (e principal mote da construção) e a parte envolvente ainda pensei em que lhe poderia dar mais relevo e detalhe, mas isso iria desviar a atenção do castelo de areia e isso não seria o objectivo.

De qualquer forma refazer MOCs não está nos meus planos mais imediatos. O pouco tempo disponível para construir deverá ser gasto em coisas novas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:55

Imaginar

por baixinho, em 26.04.17

VS-43 Eratosthenes

Eu sei que a nave não é das mais bonitas que por aqui passou. A frente está muito interessante, a parte central está demasiado "bojuda" e na parte traseira os motores (que são destacáveis) são provavelmente o melhor ponto. O esquema de cores é, pessoalmente, mau.

No entanto adoro esta nave. Adoraria a construir e, durante esse processo, imaginar mil e uma aventuras para os pequenos minifigs. Então se tivesse a oportunidade de lhe por as mãos em cima quando era criança, teria sido um sonho.

É que ela transpira jogabilidade.

Ps. De notar que vendo o resto da galeria do autor (Jean-Philippe Lajoie Dorval), ele utilizou um standard para os interiores da nave já conhecido por estes lados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:32

Sonho?

por baixinho, em 02.04.17

long time ago...

Esta fotografia do Kris Kelvin no flickr é o sonho de qualquer AFOL que tenha sido criança nos anos 80. Principalmente se forem fãs de castelo.

Confesso que nos meus primeiros tempos como AFOL, sonhei em tropeçar numa loja algures cheia de preciosidades dos anos 80. Bem, na realidade até tropecei numa..

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38

6927 All-Terrain Vehicle

por baixinho, em 25.07.16

6927 all terrain vehicle


Na minha infância tive vários sets, mas apenas dois tinham as actuais minifigs, o 621 Police Car de 1978 e o 6927 All-Terrain Vehicle de 1981. Não consigo precisar exactamente quando é que me foram oferecidos, mas o 621 deve ter sido por volta de 1981 e o All-Terrain no ano seguinte.


Brinquei tanto com eles e as peças que os componham serviram para tantas outras construções que poucas sobreviveram estes anos todos e as que ainda tenho estão em péssimo estado.


Bem, cumpriram a sua função :)


Building the 6927 all terrain vehicle


Há duas semanas atrás apareceu um anúncio num dos grupos portugueses sobre LEGO que existe no Facebook. O vendedor, João Guerreiro, tem por hábito vender conjuntos antigos a preços que considero justos e tenho sempre resistido à tentação de comprar.. mas o poder nostálgico deste set deu-me a volta à resistência...
Então encomendei o conjunto e hoje tive a oportunidade de o construir.


Posso dizer que foi uma experiência muito agradável a construção do set, desde saber perfeitamente como eram construídas algumas zonas do veículo, re-descobrir com um certo deleite a forma como funcionava a acoplagem da pequena estação e o até verificar que o conjunto é bem mais pequeno do que aquilo que as minhas recordações ditavam.


Devo notar que o trabalho de recuperação realizado pelo João é impecável. Todas as peças são (ou pelo menos parecem) da altura, estão impecavelmente limpas e num estado muito bom para um brinquedo com quase 35 anos que, com certeza, foi "brincado". Claro que há uns riscos e impressões não tão boas, mas já estava à espera disso já que o anúncio avisava para isso. Fiquei bastante satisfeito :)


Agora é arranjar um local digno para esta pequena preciosidade.


 



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog